Onde enterrar seu animal de estimação

· novembro 13, 2018

Quando sentimos a dor de perder o nosso fiel companheiro, geralmente não sabemos onde enterrá-lo. No entanto, há várias opções que, de toda forma, precisam estar dentro da lei. Você saberia onde enterrar seu animal de estimação?

Há coisas com as quais não queremos lidar, mas infelizmente elas acontecem e é melhor estarmos preparados.

Enterrar seu animal de estimação, sem dúvida, é um processo doloroso. Além disso, talvez naquele momento, você não saiba exatamente o que fazer. Nesse artigo, falaremos a respeito.

Enterrar seu animal de estimação: diferentes opções

Se o seu cão sofre de uma doença ou é muito velho, pouco a pouco você perceberá que, mais cedo ou mais tarde, ele se afastará de você. É uma coisa dolorosa, claro, mas aceitar é o primeiro passo.

No entanto, há momentos em que não imaginamos que o nosso animal de estimação vai nos “abandonar” (isso é uma maneira de dizer, já que sua memória sempre nos acompanhará).

Em qualquer caso, é necessário saber o que fazer com os restos do animal.

Quando nosso animal de estimação morre na clínica veterinária, talvez seja muito mais fácil, porque o profissional cuidará de tudo. No entanto, se o cachorro morrer em casa ou na rua, você terá que pedir ajuda.

Talvez nesse momento você não tenha a capacidade emocional ou física de pegar o corpo do seu animal de estimação falecido e precise de alguém para ajudá-lo.

Pode ser um membro da família, um amigo ou o veterinário, que saberá informar as opções disponíveis.

Enterrar seu animal de estimação: com ou sem seguro

Em alguns países, como a Espanha, há o que é conhecido como “seguro para animais de estimação”, que prevê essa situação e aconselha a respeito de onde levar o animal a ser enterrado.

Se você não tem essa cobertura, pode pagar no momento em que o animal morre. Claro que é mais caro, mas você só pagará uma vez.

Homem diante de túmulo

As prefeituras costumam ter um serviço especial para enterrar animais de estimação e dar-lhes a despedida que tanto merecem.

Por lei, é proibido fazer um buraco em qualquer lugar para depositar os restos do animal.

Isso é feito para evitar erros no enterro que levam a problemas de saúde pública na decomposição do corpo.

Não se esqueça de que alguns animais, como os carniceiros, conseguem detectar o cheiro de carniça a vários quilômetros de distância.

Outra questão a ter em conta se o seu cão morrer é avisar que o chip de identificação parará de funcionar.

Você pode ligar diretamente para a prefeitura e deixá-los cuidar de tudo. Basicamente, na Espanha, há três opções para enterrar seu animal de estimação:

1. Incineração coletiva

Os corpos de vários animais – animais de estimação – são incinerados juntos e os proprietários não recebem as cinzas.

2. Incineração individual

Para isso você deve pagar cerca de 250 euros e há empresas privadas que são responsáveis ​​por essa tarefa.

A incineração leva cerca de três horas e, no final, o proprietário recebe uma urna com as cinzas.

3. Enterro

Embora não haja muitos cemitérios de animais de estimação no país, pode ser uma opção interessante se você tiver um nas proximidades.

O enterro é semelhante ao de uma pessoa, já que inclui um caixão e uma lápide. Além disso, todas as despesas são pagas pelo proprietário.

animais que morreram

Enterrar seu animal de estimação no jardim?

Isso é algo impensável para as pessoas que moram na cidade ou cujos municípios proíbem a prática.

No entanto, certos países não têm regulamentação deste tipo ou é permitido que em áreas rurais os animais de estimação sejam enterrados em suas próprias terras.

É importante ter em mente que o animal deve ser enterrado o mais cedo possível – com um máximo de 24 horas após a morte – para evitar a proliferação de doenças.

A localização onde será enterrado é essencial: é aconselhável pelo menos estar a cerca de 30 metros da casa e a pelo menos 50 metros de fontes de água, como valas, prateleiras ou rios, para evitar a contaminação.

Em relação à profundidade do túmulo, dependerá do tamanho do animal (não é o mesmo enterrar um Terra Nova e um Pinscher), embora a cova deva ter no mínimo um metro.

Coloque o animal em um saco plástico resistente e, em seguida, em um caixão ou caixa de madeira.

Coloque uma boa quantidade de terra no topo e uma grande pedra ou peso para evitar que outros animais a desenterrem.

Depois de algumas semanas, você pode plantar flores ou uma árvore no lugar onde seu cão foi enterrado. É uma maneira bonita de homenageá-lo como ele merece.