Os 5 menores pássaros do mundo

· agosto 31, 2018
Se há algo em que esses minúsculos espécimes se destacam, além de seu tamanho, é o fato de serem exóticos e de geralmente terem penas coloridas e marcantes.

A grande família de animais com penas, asas e bicos, de diferentes cores e tamanho, agrada pessoas de ‘todos os gostos’: inclui dos gigantes avestruzes até o minúsculo beija-flor. Neste artigo, iremos revelar quais são os 5 menores pássaros do mundo.

Quais são os menores pássaros que existem?

Eles medem poucos centímetros e podemos identificá-los por suas cores marcantes, seus cantos e seus voos rápidos. Estes são os menores pássaros que existem no mundo:

  1. Colibri-abelha

Também chamado de ‘pássaro-mosca’, é a menor espécie de ave conhecida. Habita dois lugares na América Central: Cuba e a Ilha da Juventude. Seu nome científico é Mellisuga Helenae. Esse nome deriva, por um lado, do hábito de sugar néctar e mel e, por outro, devido ao nome Helena, da esposa do naturalista Carlos Booth.

O macho é menor que a fêmea e sua plumagem é azul-metálica nas asas, branca no abdômen e vermelha no pescoço. As fêmeas têm tons de verde azulado, peito branco e manchas brancas na cauda. Dependendo do exemplar, esses tons podem variar.

O comprimento de um colibri-abelha (foto que abre este artigo) do bico à cauda… é de apenas cinco centímetros! Ele pesa menos de dois gramas; seu ninho tem três centímetros de diâmetro e seus ovos quase se perdem na palma da mão.

  1. Weebill

É uma ave endêmica da Austrália e de tamanho muito pequeno, embora tenha quase o dobro do colibri abelha: cerca de nove centímetros. O weebill tem asas marrons, pernas cinzas e olhos amarelos. A cauda é marrom, com manchas pretas e brancas; não há diferenças entre os sexos.

Weebill

Este pequeno pássaro é um excelente cantor, que vive nas florestas e selvas de todo o continente e se alimenta de larvas e insetosOs ovos do weebill são castanhos, com manchas luminosas. Além disso, a cada estação, a fêmea bota de dois a três ovos.

  1. Pardalote da Tasmânia

É uma ave nativa da Oceania, uma das mais raras do mundo; uma vez que vive apenas em algumas pequenas ilhas da Tasmânia. É sedentário e está em perigo de extinção. A maior população de pardalotes está localizada na reserva de Isla María.

Pardalote da Tasmânia

Mede no máximo 10 centímetros e é reconhecido pelo seu corpo branco com manchas cinza e sua cabeça com tons amarelos. As penas das asas são pretas e não mudam de acordo com a estação.

  1. Estrelinha de poupa

Não só atrai a atenção por ser um dos menores pássaros do mundo, mas também pelo seu tipo de “crista” amarela e preta acima da cabeça, que se destaca acima de seu corpo acinzentado.

Estrelinha de poupa

O estrelinha de poupa é a menor ave da Europa: atinge nove centímetros de comprimento e, quando abre suas asas, não ultrapassa 14 centímetros. Vive nos ramos mais baixos das árvores, forma ninhos com musgos e líquens. A cada ano, coloca entre sete e oito ovos (dois por ano, entre abril e julho).

Este pequeno pássaro se alimenta de aranhas e insetos, tem um canto agudo, modulado e rápido, insistente, e que parece um assovio.

  1. Pintassilgo americano

Recebe vários nomes no continente: pintassilgo canário ou amarelo, pintarroxo ou canário selvagem. Habita a América do Norte e em algumas ilhas do Caribe, incluindo as Bahamas. É caracterizada pela mudança de plumagem e pelas diferenças entre os sexos (dimorfismo sexual).

Pintassilgo americano

Os machos apresentam penas verdes ou castanhas; que mudam para amarelo no momento do acasalamento. As fêmeas são castanhas ou acinzentadas; embora suas penas também se tornem mais marcantes no verão.

O pintassilgo americano é um dos menores pássaros do planeta. É monogâmico, se alimenta de sementes pequenas (tem um bico muito curto), habita prados e áreas próximas a cidades e vilas. Além disso, pode medir cerca de 13 centímetros e pesa no máximo 20 gramas.