Os perigos da muda de pelo nos gatos

· maio 11, 2018

Durante a época de muda, ao se limpar, o felino retira pelo com sua língua em grande quantidade, por ser a época em que eles caem mais facilmente. Assim, é possível que se formem bolas de pelos no estômago. Ele pode vomitá-las ou não. É preciso se prevenir para que ele não pare no veterinário com um problema maior.

A muda de pelo nos gatos é algo que faz parte de seu ciclo de vida natural. Não podemos evitar que isso aconteça, mas sim podem nos prevenir alguns problemas. Essa época traz grandes perigos para nossos felinos. Vamos contar por que e o que fazer contra esses perigos.

Quais são os perigos da muda de pelo nos gatos

Seja por causa do pelo curto ou longo, seu gato vai soltar uma enorme quantidade de pelo quando estiver na época de muda. Esse pelo vai aparecer nos lugares que você menos suspeitar, inclusive, naqueles em que seu felino nem sequer toca. E ainda assim vai ficar uma quantidade considerável de pelo solto no seu corpo. Aí que mora o perigo.

Como você sabe muito bem, os gatos são autossuficientes no que se refere à higiene; assim, ele vai lamber todo o pelo solto que estiver no corpo, e esse pelo vai parar no estômago, formando uma bola. Depois de um tempo, o animal terá que vomitá-la. E, às vezes, isso não acontece.

As bolas de pelo trazem muitos perigos para os gatos e, nesse sentido, queremos dar uma advertência quanto ao cuidado que devemos ter na época da muda de pelo.

Os perigos das bolas de pelo

As bolas de pelo podem causar prisão de ventre, gastrite, obstrução do trato ou paralisia intestinal. Esses são problemas muito sérios que podem provocar outros piores no seu bicho de estimação.

Gato depois da escovação

Nem todos os gatos têm motivo para produzir bolas de pelo no seu estômago, já que elas costumam se formar em felinos que não costumam defecar bem ou que têm problemas intestinais. A questão é que, embora esteja muito inteirado do que está acontecendo com o seu gato, é muito difícil de determinar.

Você pode ver seu felino defecar, mas você pode não ser capaz de saber até que ponto ele expele todos os dejetos do seu corpo. Quando isso não acontece, os pelos se acumulam e começam a ser formar as temidas bolas.

A forma de expulsá-las é por meio dos vômitos. Assim, se você observar que seu gato vomita bolas de pelo, não hesite em levá-lo ao veterinário urgentemente.

Como ajudar na época da muda de pelo nos gatos

Como dissemos anteriormente, mesmo que você esteja ciente do que está acontecendo com o seu gato, é possível que existam determinados fatores que você ignora. No entanto, existem várias coisas que você pode fazer para ajudar o seu pet a não passar por esses inconvenientes.

  • Estar precavido. Você pode colher uma amostra de fezes do seu gato e levá-la ao veterinário para que a examine. Além disso, pode solicitar uma análise intestinal. Dessa maneira, vai se certificar que tudo vai bem com seu aparelho digestório e que não haverá problemas maiores com as bolas de pelo.
  • Escove-o diariamente. Não importa se é a época de muda de pelo nos gatos ou não, escovar o seu bicho de estimação diariamente vai possibilitar ajudá-lo a eliminar os pelos mortos e, desse modo, reduzir o risco de ingestão.
  • Ofereça-lhe purgantes. Se você acha que, apesar dos seus esforços, seu gato pode estar com bolas de pelo, existem determinadas ervas naturais que vai ajudá-lo a expulsá-las. Fale com seu veterinário para que ele recomende algumas.
  • Cuide da sua dieta. Lembre-se de que uma dieta saudável sempre melhora o organismo. Embora não acabe com o problema das bolas de pelo, pode sim aliviá-lo.

Se você achava que a muda de pelo nos gatos só era um problema de limpeza doméstica, já percebeu que é mais grave do que parecia. Contudo, não se preocupe, porque com um pouco de dedicação, paciência e cuidado, a época da muda de pelos nos gatos não tem por que ser um problema para seu pet.