Petiscos prejudiciais para cães

· setembro 25, 2018
Embora seja verdade que os petiscos podem ser muito apropriados para o aprendizado por meio do reforço positivo, também é verdade que devemos monitorar os alimentos que podem ser prejudiciais.

Atualmente, podemos encontrar inúmeros petiscos para cães nos mercados e lojas de animais. Há uma grande variedade de sabores, aromas, texturas, formatos e benefícios disponíveis para os tutores. Entretanto, existem alguns petiscos que podem fazer mal para os cachorros.

Muitos donos de animais se perguntam se oferecer guloseimas aos cães é bom. E quais são os petiscos prejudiciais para eles. Neste artigo, analisaremos por que os petiscos podem ser muito úteis na educação de seu cão. Além disso, vamos mostrar quais são benéficos para a saúde do animal e quais devem ser evitados.

Os petiscos para cães são bons ?

O momento de comer um petisco pode ser de prazer para o seu cão, que o interpretará, também, como uma demonstração de carinho. No entanto, os petiscos podem ser muito mais do que um simples prazer para o paladar do animal.

Os petiscos como reforço positivo na educação

Os petiscos também são muito interessantes para a educação dos nossos cães. O reforço positivo, como metodologia educacional, propõe recompensar para ensinar e estimular.

Em outras palavras, recompensando os bons comportamentos do seu animal de estimação e reconhecendo seu esforço, você não apenas o incentiva a repetir essas ações. Também estimula as habilidades cognitivas, emocionais e sociais do seu animal de estimação.

A metodologia tradicional, que utiliza punições ou repreensões, sujeita o cão a situações de humilhação e medo intenso. Essas emoções negativas causam enorme estresse ao animal. Além disso, elas também podem favorecer o desenvolvimento de inúmeros problemas comportamentais. Entre eles, estão: agressão, destrutividade, fobias e manias.

Cachorro comendo petiscos

A crença de que o dono deve ser o “dominante” e o cão deve demonstrar sua submissão é totalmente falsa. A dominância faz parte de um sistema de relação social e hierarquia interna da espécie canina. Ou seja, só ocorre entre animais da mesma espécie. Portanto, um homem nunca pode dominar um cachorro. Ou seja, um cachorro nunca será submisso em relação ao homem.

Um cão obedece ao seu tutor graças ao vínculo especial que mantêm, baseado na confiança e o respeito mútuo. E não porque ele é submisso ou dominado, muito menos porque sente medo. Portanto, lembre-se de investir em reforço positivo ao adestrar o seu melhor amigo.

Bons petiscos para cães

Em princípio, todos os petiscos feitos especialmente para cães são apropriados para o consumo de nossos melhores amigos. No entanto, é importante verificar os ingredientes de cada produto para escolher o mais adequado para nossos companheiros.

Filhote de cachorro comendo petisco

Para cães obesos, por exemplo, doces tradicionais não são a melhor opção, devido ao seu alto valor calórico. Já existem petiscos light (com menos gordura e calorias), feitos especialmente para cães com sobrepeso ou obesos.

Por outro lado, os filhotes podem ser beneficiados pelos doces ricos em cálcio e proteínas, para promover seu crescimento. Cães mais velhos, por outro lado, geralmente gostam de petiscos com uma textura mais macia, que facilitam a mastigação e a digestão.

Além disso, podemos encontrar muitos petiscos que ajudam na limpeza de dentes e gengivas do nosso cão. Portanto, eles são benéficos para prevenir mau hálito e formação de tártaro, principalmente em cães adultos.

Claro, a moderação será a palavra-chave ao oferecer petiscos para o seu cão. Além disso, também podemos usar frutas e legumes ou preparar guloseimas caseiras para os nossos cães. Estas opções são mais naturais, frescas e serão muito saborosas para os nossos companheiros.

Petiscos prejudiciais para cães

Em seguida, elaboramos uma pequena lista de petiscos prejudiciais para cães que devem ser eliminados da dieta do seu animal.

  • Lanches e alimentos humanos: existem alimentos que podem ser consumidos por humanos e cães, como algumas carnes, frutas e vegetais. No entanto, nossa maneira de prepará-los nem sempre é apropriada para nossos pets.
  • Alimentos temperados, salgados, adoçados e fritos são muito prejudiciais ao organismo dos cães.
  • Doces com corantes e aditivos químicos: Conservantes, corantes, etc., podem fazer mal. É melhor escolher guloseimas naturais ou orgânicas para seu pet.
  • Alimentos proibidos para cães: é claro que comida ruim para nossos cães nunca deve ser oferecida como petiscos. Entre elas, encontramos chocolate, abacate, frutas cítricas, biscoitos e produtos industrializados (batatas ou salgadinhos), entre outros.
  • Laticínios: a maioria dos cães adultos é alérgica à lactose. O consumo de leite e derivados pode causar uma resposta hipersensível do sistema imunológico.

Finalmente, vale ressaltar que os petiscos não são adequados para serem a base da dieta do seu cão. Eles precisam de uma nutrição completa e equilibrada para desenvolverem suas habilidades físicas e cognitivas. O ideal é ter sempre a orientação de um veterinário para escolher a melhor dieta para o seu melhor amigo.