Pinscher miniatura: origem e história

junho 26, 2019
O pinscher miniatura é uma raça de cachorro muito fiel aos seus donos. Apesar do seu tamanho pequeno, ele sempre vai defendê-los de qualquer perigo.

O pinscher miniatura é uma das raças de cachorro mais populares. Este é um animal de estimação ideal para fazer companhia: eles são brincalhões, curiosos, têm muita energia e um grande sentimento de lealdade com os seus donos.

A seguir, veremos algumas das características mais importantes desses amigos fiéis.

A origem do pinscher miniatura

O pinscher miniatura é um cachorro muito parecido, fisicamente falando, com outra raça famosa: o doberman. Por isso, muitas pessoas acreditam que essa pequena raça é um doberman em miniatura; no entanto, isso não é verdade.

Na verdade, não se trata da mesma raça, nem pelo tamanho nem por outras características. Embora estejam relacionadas, a origem delas é completamente diferente.

A origem do pinscher miniatura ocorreu na Alemanha. Há informações sobre a sua existência desde 1895, embora somente em 1920 esta raça tenha saído da Alemanha para o mundo.

Existem várias teorias sobre a origem do pinscher. Por um lado, há aqueles que afirmam que ele surgiu do cruzamento entre um fox terrier de pelo curto e um dachshund. Por outro lado, também dizem que ele surgiu a partir do cruzamento entre os pinschers escandinavos e os alemães.

A origem do pinscher miniatura

Características do pinscher miniatura

Tamanho

Uma das características mais marcantes do pinscher miniatura é o seu tamanho diminuto. Nesse sentido, suas dimensões são quadradas, pois ele tem o mesmo comprimento da altura, que oscila em torno de 30 centímetros. Quanto ao peso, fica entre quatro e seis quilos.

Temperamento

Apesar de ser uma raça muito pequena, o temperamento desses cachorros é muito forte. De fato, eles cumprem muito bem com a ideia de serem guardiões. Eles são extremamente fiéis, cheios de energia, curiosos e brincalhões.

Os pinschers são tão corajosos que não hesitam em enfrentar outros cachorros de tamanho muito maior. Por isso, o dono deve ter muito cuidado quanto a este último aspecto, já que o pinscher não hesitará em procurar uma briga, mesmo que acabe perdendo pelo seu tamanho.

Saúde

Em geral, a saúde dos pinschers é muito boa, pois eles não têm uma tendência a sofrer de doenças graves.

Suas patas pequenas e finas são o que requer um maior cuidado, bem como a alimentação. Esta raça de cachorro é muito comilona, por isso, se você não cuidar da sua alimentação, eles podem engordar rapidamente.

Cuidados com o pinscher miniatura

Para o cuidado destes pequenos cachorros, é necessário levar em consideração aspectos como a educação, além da saúde geral. Nesse sentido, esta é uma raça que deve ser adestrada ou educada desde filhote.

Uma das formas mais difundidas de educar esses cachorros é com o método de recompensas e punições.

Por outro lado, no que diz respeito aos cuidados gerais, ele requer pouca manutenção. Isso ocorre porque a sua pelagem é muito curta e macia, por isso ela não precisa de cuidados excessivos.

Cuidados com o pinscher miniatura

Você também não precisa dar banho toda semana, ao contrário de outras raças, embora seja aconselhável passar uma esponja umedecida pelo corpo deles pelo menos duas vezes por semana. Isso serve para ajudar a manter a sua pelagem limpa.

Como vimos, também é essencial cuidar da alimentação desses cachorros. Em geral, eles gostam de comer muito, então tendem a engordar facilmente.

Por outro lado, embora tenham uma boa saúde, eles podem sofrer de problemas cardíacos; essas patologias podem causar problemas na circulação sanguínea, e eles podem até mesmo desmaiar por vários segundos.

Da mesma forma, você deve estar atento aos golpes de calor que podem afetar seriamente esta raça, bem como às alergias a certos produtos e alimentos e aos problemas de constipação.

Uma excelente companhia

O pinscher miniatura é uma das melhores raças de cachorro para ter um companheiro cheio de energia e lealdade. Estes pequenos cães compensam o seu tamanho com a sua personalidade forte, com brincadeiras e com muita curiosidade.

Como vimos, são animais que gozam de excelente saúde e que não precisam de muitos cuidados graças ao pelo curto. O mais importante é cuidar da sua alimentação e também da interação com outras raças de cães maiores, principalmente para evitar brigas nas quais eles possam se machucar.

Estes pequenos cachorros têm uma personalidade única e são uma excelente opção se você não tiver muito espaço em casa. Além disso, eles também serão excelentes guardiões.