Piramidismo em tartarugas

junho 22, 2018
O piramidismo em tartarugas é uma doença que causa deformações no casco desses répteis. Os escudos que formam a carapaça ficam deformados, apresentando um aspecto anormal com placas em forma de pirâmide.

Entre as diversas doenças que podem afetar os animais da ordem dos quelônios, o piramidismo em tartarugas da terra é uma das mais importantes, já que depende em grande parte do nosso manejo desses animais.

O que é o piramidismo em tartarugas

O piramidismo em tartarugas é uma doença que causa deformações no casco desses répteis. Os escudos que formam a carapaça ficam deformados, apresentando um aspecto anormal com placas em forma de pirâmide.

Essa alteração afeta o organismo da tartaruga da terra, reduzindo o espaço que os órgãos internos podem ocupar. O que essa doença mais afeta é a capacidade pulmonar do animal.

Além disso, os animais com piramidismo são mais frágeis e podem apresentar outras deformidades nas extremidades e desenvolver atrite. O constante atrito do casco com a coluna vertebral também pode causar deformações na mesma, levando o animal à paralisia.

Piramidismo em tartarugas

No caso das fêmeas, o piramidismo em tartarugas que se encontram em idade reprodutiva, poderá causar outros problemas, principalmente na desova.

Qual é a causa do piramidismo em tartarugas

Existem diversas causas dessa doença que afeta as tartarugas da terra em cativeiro. O piramidismo em tartarugas ocorre quando as necessidades do animal não são cumpridas ou, o contrário, são atendidas em excesso.

Provavelmente, a causa mais importante é uma dieta inadequada, sendo um erro comum oferecer proteína animal em excesso a esses répteis. É importante ressaltar que a maioria das espécies de tartarugas terrestres devem consumir carne apenas ocasionalmente, pois são animais principalmente vegetarianos.

O melhor é consultar um veterinário especializado em bichos exóticos ou o lugar onde adquirimos o nosso animal de estimação. De maneira geral, as tartarugas devem consumir uma dieta baseada em frutas e verduras, com especial cuidado para as fontes de cálcio e fósforo, nutrientes que evitam a doença óssea metabólica.

Os problemas na absorção de cálcio também são outra causa do piramidismo, além da deficiência de vitamina D. Por isso, é necessário que o animal tome sol e diagnosticar possíveis problemas hormonais ou na tireoide.

Por último, o excesso de alimentos na dieta ou a falta de umidade, além da existência de espécies mais propensas a desenvolver a doença, são outros possíveis gatilhos do piramidismo em tartarugas.

Piramidismo em tartarugas

Provavelmente, a causa mais importante sejam os erros na dieta, já que é comum oferecer proteína animal em excesso.O ideal é que a maioria das espécies de tartarugas terrestres consumam carne apenas ocasionalmente, já que são principalmente vegetarianas.

Tratamento e prevenção do piramidismo em tartarugas

Essa doença ainda não possui um tratamento e uma vez que o casco está deformado, é impossível que volte ao seu estado original.

A melhor prevenção é aquela que ataca diretamente as causas da doença. Podemos resumi-la em ter que oferecer uma dieta adequada e muito balanceada para nossa espécie de tartaruga. De maneira geral, as tartarugas necessitam ingerir verduras ricas em cálcio, como o dente de leão.

Também é importante estar atento às condições de temperatura e umidade do terrário, que deve contar com uma parte descoberta. Se isso não for possível, você pode passear com o animal no jardim ou no quintal, diariamente.

É aconselhável visitar o veterinário para que ele recomende a melhor dieta. Além disso, o profissional poderá avaliar a necessidade de suplementação de cálcio e de outras vitaminas.

A melhor prevenção é aquela que ataca diretamente as causas da doença. No caso do piramidismo em tartarugas, podemos resumi-la em uma dieta adequada e balanceada. Em geral, esses animais precisam ingerir verduras ricas em cálcio, como o dente de leão.