Por que meu cachorro arranha a porta?

Os cães arranham a porta por vários motivos, especialmente porque querem sair. Aqui, vamos mostrar a você a que se deve esse comportamento e como evitá-lo.
Por que meu cachorro arranha a porta?

Última atualização: 28 dezembro, 2021

O cão doméstico desenvolveu uma linguagem específica com os humanos, já que ambas as espécies coexistiram por cerca de 27 mil anos (até 40 mil de acordo com algumas fontes). Portanto, apenas olhando nos olhos de nosso peludo já podemos intuir o que ele deseja.

Apesar da ligação que os humanos têm com essa espécie, existem alguns sinais emitidos pelos cães que ainda podem nos confundir. Por exemplo: por que o seu cão arranha constantemente a porta? Embora esse comportamento possa parecer adorável no início, pode se tornar um sério problema em longo prazo. Aqui, vamos mostrar por que ele age assim e como acabar com isso.

Por que seu cachorro arranha a porta da casa?

Se o seu cão estiver fora de casa, a resposta a essa pergunta é muito simples: ele se cansou de brincar no quintal e quer entrar, principalmente se você estiver dentro de casa. Um cão adulto pode ficar sozinho em ambiente doméstico por 6 horas (se for bem educado), mas depois disso começará a ficar nervoso e procurará ativamente sua atenção.

Por outro lado, seu cão pode arranhar a porta da frente por dentro com uma efusividade acentuada (e até exagerada). Algumas razões pelas quais isso pode acontecer são as seguintes:

  • O cão precisa sair para se aliviar: não é recomendado que o cão fique em casa por mais de 6 a 8 horas seguidas, pois após esse intervalo ele precisará urinar e defecar. Embora essa espécie possa ficar 10 horas sem urinar e até 48 sem fazer cocô, não é aconselhável esperar tanto para sair para passear.
  • Ouviu algo ou seu nariz detectou algum elemento de interesse: os cães são capazes de ouvir a distâncias 4 vezes maiores que os humanos e seu olfato é 50 vezes mais refinado que o nosso. O animal pode ter ouvido algo lá fora e quer sair para explorar, enquanto o tutor nem desconfia de nada.
  • Está entediado: os cães costumam associar o exterior de casa a um ambiente estimulante, tanto física quanto mentalmente. Se o seu cão está arranhando a porta e se passou pouco tempo desde o passeio anterior, ele pode precisar de um brinquedo dentro de casa ou de um pouco mais de atenção sua.
  • Quer atenção: se você chamar ou gritar com seu cachorro quando ele arranhar a porta, ele vai associar esse ato a uma ótima maneira de chamar sua atenção. Esse comportamento pode ser reforçado positivamente, mesmo que não seja a intenção.

Embora esses sejam os principais motivos pelos quais um cachorro arranha a porta, existem muitos outros. Se você suspeitar que esse traço é patológico ou indicativo de outra condição (por exemplo, uma estereotipia), recomendamos que você procure um etologista canino o mais rápido possível.

Um cachorro em uma porta.

Seu cachorro arranha a porta à noite?

Se o cachorro ficar parado na frente da porta do seu quarto e arranhá-la enquanto você dorme, é hora de se preocupar um pouco. Embora seja normal que o cão necessite de estimulação exterior durante o dia, não é normal que procure a sua atenção durante a noite (principalmente se for adulto).

Infelizmente, esse comportamento costuma ser indicativo de um distúrbio conhecido como ansiedade de separação. Essa condição faz com que o cão fique muito apegado aos seus tutores, a ponto de exibir comportamentos destrutivos, autolesivos e violentos quando o seu humano não está por perto. Um cão com essa condição sentirá verdadeira ansiedade quando estiver sozinho.

A ansiedade da separação afeta até 17,2% dos cães, especialmente aqueles que não socializaram adequadamente durante a infância.

Como proteger a porta desse comportamento

Agora você já sabe por que um cachorro pode arranhar a porta constantemente, mas ainda temos que descobrir como evitar os constantes danos a esse móvel. Aqui, mostramos alguns métodos para ajudar você nessa missão.

Instale uma porta para cachorros

Portinholas e rampas para cães são ótimos para quem tem um quintal. Esses mecanismos, normalmente em forma de escotilha na parte inferior do móvel, permitirão ao seu cão entrar e sair ao exterior à vontade, sem ter que chamar a sua atenção sempre que quiser fazer isso. Claro, certifique-se de que o animal tenha espaço suficiente para passar sem que fique preso.

Obviamente, essas portas não são adequadas para canídeos que vivem em casas sem quintal. Nenhum animal pode andar sozinho na rua.

Construa uma barreira

Talvez seu cão não possa sair simplesmente porque sua casa não tem quintal ou porque o tutor não quer. Nesse caso, e enquanto o motivo subjacente para o comportamento é resolvido, uma barreira física pode ser instalada para evitar que o cão alcance o móvel.

As cercas para bebês farão bem esse trabalho, mas também existem aquelas específicas para cães. De qualquer forma, você deve ter em mente que essa solução é temporária. Mesmo que o cão não consiga acessar a porta, ele continuará ansioso, entediado ou estimulado por algo presente do lado de fora, apenas canalizará essa energia de outra forma.

Estabeleça uma rotina

Se seu cachorro arranha a porta em horários exatos do dia, anote em um caderno e veja se variam ou não. Provavelmente, o cão realizará esse ato em momentos específicos, exatamente quando precisa esvaziar os intestinos ou a bexiga. Se possível, recomendamos que você adapte sua rotina às necessidades do animal.

Antecipar-se ao ato de arranhar impedirá que seu cão precise chamar sua atenção dessa forma.

Não preste atenção ao seu cachorro quando ele fizer isso

Pode ser muito chato para o seu cão arranhar a porta, especialmente se ela tiver garras grandes. Em qualquer caso, o melhor nesses casos é ignorar o animal quando ele realiza esse comportamento. Assim, ele deixará de associar a atividade a uma recompensa, que nesse caso é receber sua atenção imediatamente.

Se você quiser que esse comportamento pare, não recompense nem preste atenção no cão até que ele se canse de arranhar. Recompense-o apenas quando ele se acalmar, seja com um carinho, um petisco canino ou um passeio. O reforço positivo deve ser direcionado à interrupção da atividade, não à atividade em si.

Um cachorro enfiando a cabeça para fora da porta.

Como você pode ver, há muitos motivos pelos quais um cão pode sentir necessidade de arranhar uma porta. Existem também várias soluções, mas colocá-las em prática nem sempre garante o sucesso. Se nenhuma das opções acima mencionadas funcionar, recomendamos que você procure um profissional em educação canina. Seu animal de estimação pode ter um distúrbio que precisa ser tratado.

This might interest you...
A importância de acompanhar o crescimento dos cachorros filhotes
Meus Animais
Leia em Meus Animais
A importância de acompanhar o crescimento dos cachorros filhotes

Fazer um acompanhamento do crescimento dos cachorros filhotes é uma prática que deve ser desenvolvida para saber o que esperar do seu pequeno amigo...