Por que os cães perseguem o próprio rabo?

A presença de parasitas intestinais pode causar coceira na parte traseira do corpo do animal.

Última atualização: 14 Fevereiro, 2021

Às vezes, os animais de estimação realizam comportamentos aparentemente inexplicáveis, como quando os cães perseguem o próprio rabo. Embora a maioria dos tutores considerem que essas práticas são infundadas, pode até mesmo ser algo patológico.

Na primeira vez que os cães perseguem o próprio rabo, eles tendem a provocar risadas de seus tutores, uma reação que se transforma em preocupação quando o comportamento do animal se torna obsessivo.

São vários os motivos que levam os cães a realizar de maneira contínua desse movimento. É importante conhecê-los para evitar potenciais problemas físicos e psicológicos.

Razões pelas quais os cães perseguem o próprio rabo

A maioria dos etólogos está de acordo com as seguintes causas:

  • Tédio. Cães que passam muito tempo sozinhos ou que, apesar de terem companhia, não recebem nenhum estímulo, tendem a buscar o próprio entretenimento. A realização de um movimento cíclico, como tentar pegar o rabo, faz com que esses bichinhos, além de se divertirem, apresentem algum desgaste físico. Para evitar isso, os tutores devem apostar na atividade aeróbica dos cães, com corridas e brincadeiras que divirtam e exercitem o animal.
  • Busca por atenção. Relaciona-se ao aspecto anterior, mas nesse caso é o próprio tutor que incita involuntariamente a prática repetitiva do cão. Assim, quando o animal observa uma atitude de surpresa e divertimento nas pessoas que testemunham o seu novo comportamento, ele tende a repeti-lo para manter essa alegria.

  • Doenças ou coceira. Quando um cão sente desconforto no rabo, ​​seja uma dor ou coceira, ele tende a mordê-la. Esse comportamento deve ser monitorado, pois muitas vezes é um indício de parasitas intestinais. Além disso, o animal pode causar lesões secundárias ou irritações na tentativa de acalmar sua coceira.
  • Transtornos mentais. Nesses casos, a origem pode estar em demências relacionadas à idade ou na presença de algum transtorno obsessivo-compulsivo desencadeado por um estressor. Alguns dos cães que perseguem o próprio rabo conseguem acalmar a ansiedade, o que faz com que o comportamento se torne um hábito tranquilizador.

Estratégias para mitigar comportamentos repetitivos

Quando os tutores observam esse tipo de comportamento em seus animais de estimação, eles devem analisar a frequência e o ambiente em que se desenvolvemO primeiro passo é descartar problemas físicos, feridas locais ou outros sintomas como diarreia ou falta de apetite, que reafirmam o desconforto do cão.

Se não houver condições aparentes, os tutores devem tentar evitar reações de choque e ignorar o comportamento do animal. Se ele não desistir, a melhor opção será distraí-lo com outros tipos de estímulos, como jogar uma bola para ele ir buscar.

Quando existe uma patologia mental, é muito difícil curá-la espontaneamente no ambiente doméstico. Nesse caso, apesar de ter uma alta frequência de execução, o comportamento é realizado de forma involuntária e automática, fazendo com que o próprio cão aja sem estar consciente. Isso explica por que os cães, mesmo com o rabo irritado, continuam repetindo a mesma ação, o que pode causar alopecia ou infecções locais.

Os comportamentos compulsivos devem ser tratados pelos veterinários, se houver uma patologia mental clínica, ou por treinadores caninos capazes de erradicar um hábito indesejado.

Quando os cães perseguem o próprio rabo, mordem o ar ou latem sem motivo aparente, há várias questões que podem ser a causa desse comportamento. A princípio, ignore e observe. Contudo, em casos de obsessão, tome medidas a fim de evitar a aquisição de comportamentos indesejados pelo animal.

Pode interessar a você...
Mis AnimalesLeerlo en Mis Animales
Por que seu cachorro lambe a boca?

Quando um cachorro lambe a boca, esse comportamento tende a estar associado com a comida. Contudo, existem outros motivos. Saiba mais aqui!