Por que os cães rodam em torno de si antes de se deitar?

É divertido ver os cachorros darem voltas em torno de si mesmos antes de se deitar, mas, como tudo na vida, este é um comportamento que deve ser totalmente compreendido para evitar problemas.
Por que os cães rodam em torno de si antes de se deitar?

Última atualização: 06 setembro, 2021

Se você mora com um cachorro, é bem possível que tenha observado esse comportamento e se pergunte por que os cães rodam em torno de si mesmos antes de se deitar. Se esse comportamento o preocupa, não tenha medo, é algo totalmente normal. No entanto, é uma boa ideia conhecer mais detalhes para poder detectar quando isso pode ser um sinal de um problema subjacente.

Neste artigo, você poderá explorar as razões desse comportamento, bem como suas origens evolutivas. Além disso, poderá saber quais são as necessidades do cão doméstico na hora de dormir, de forma que o fato de o seu cão rodar em volta de si mesmo antes de se deitar seja mais uma oportunidade de gravar um vídeo do que um motivo de preocupação.

Por que os cães rodam em torno de si mesmos antes de se deitar?

É normal se perguntar por que os cães rodam em torno de si mesmos antes de se deitar: embora estejam ao nosso lado há muitos anos, ainda existem alguns detalhes que escapam à intuição humana. Aqui estão as respostas para essa pergunta.

Eles rodam por segurança e instinto

No comportamento dos cães ainda há reminiscências de sua vida selvagem, em que dormir era algo tão necessário, mas muito mais perigoso. Portanto, dar voltas é uma forma de detectar quaisquer ameaças próximas que possam ter passado despercebidas, como cobras ou insetos venenosos.

Além disso, os canídeos tendem a se colocar na direção do vento na hora de dormir, de forma que os refresque e lhes traga cheiros do ambiente. Dessa forma, se algo perigoso se aproximar, o animal poderá detectá-lo à distância.

Finalmente, dar voltas permite que o cão espalhe seu cheiro no espaço que está ocupando. Esse comportamento serve para indicar aos demais integrantes da matilha que este é o seu lugar, além de ajudá-los a encontrá-lo em dias posteriores para descansar no mesmo local.

 

Descubra por que os cães rodam em torno de si antes de se deitar

Eles rodam por conveniência

Às vezes, a explicação mais simples é a mais precisa: assim como você rola na cama e ajeita o travesseiro, os cães preparam o solo achatando-o com os pés. Dessa forma,eles o deixam mais plano e macio, além de encontrarem a posição mais adequada para se deitar.

Por esse mesmo motivo, você pode ver seu cão cavando a cama antes de deitar.

Ancestrais dos cães atuais

A razão evolutiva pela qual os cães rodam em torno de si mesmos antes de se deitar vem dos ancestrais que deram origem aos lobos e cães de hoje. Portanto, se você observar qualquer canídeo se deitar, verá como ele dá voltas antes de encontrar o lugar certo. Tanto aplainar o solo quanto cavar para retirar pedras, insetos e outras coisas são comportamentos que fazem parte do ritual desses animais antes de dormir.

O que fazer se isso se tornar um costume repetitivo?

Como qualquer comportamento, se o cão roda em volta de si mesmo antes de se deitar e isso se repete de forma um tanto excessiva, você pode estar diante de um distúrbio de conduta. Os motivos mais comuns para esse ato repetitivo geralmente são quadros de estresse ou ansiedade, bem como dor física devido a uma doença orgânica.

Se você notar que o cão gira muito mais do que o normal, ou que ele faz isso e depois não se deita, é possível que esse comportamento tenha se tornado uma obsessão. Se for o caso, o animal apresentará sofrimento psíquico e você deverá levá-lo ao veterinário para buscar uma solução.

O que fazer quando um cachorro roda em torno de si mesmo?

Outra razão que leva os cães girarem em torno de si mesmo é a brincadeira de caçar o próprio rabo. É algo que normalmente se observa em filhotes e que desaparece sozinho com a idade.

Por isso, um cão adulto que roda em torno de si mesmo, sem parar e de forma frenética, pode ser um exemplo do chamado spinning canino. Esse transtorno de conduta tem as mesmas origens de rodar em torno de si obsessivamente antes de dormir (como o estresse), mas também pode se dever a um problema neurológico.

Neste caso, como no anterior, o mais indicado é consultar um profissional. Quer se trate de um problema físico ou de bem-estar psicológico, o sofrimento é igualmente importante e deve ser eliminado.

A cama perfeita para os cães

Por mais confortável que seja a cama, os cachorros sempre rodam em torno de si antes de dormir, pois é o instinto deles. No entanto, cuidar do descanso é tão importante quanto cuidar de qualquer outro aspecto da saúde.

O aspecto mais importante na hora de escolher uma cama para o seu cão se resume em dois pontos: conforto e higiene. Ela deve ser macia o suficiente para que ele possa dormir em paz, mas também lavável. Se você tiver um filhote, cobertores macios em uma caixa de papelão podem ser suficientes, pois os cães tendem a ser destrutivos no início do seu desenvolvimento.

 

Você sabe por que os cães rodam em torno de si antes de se deitar

O segredo para manter a saúde do seu cão está na boa observação e no apoio de um profissional. É natural que você se preocupe com o bem-estar do seu companheiro canino. Portanto, uma compreensão profunda do seu comportamento ajudará a detectar os primeiros problemas que possam surgir. Ao aprender a “ler” o seu cão, você também poderá desfrutar de ótimos momentos ao seu lado sabendo que tudo tudo bem.

Pode interessar a você...
Dicas para passear com um cão
Meus Animais
Leia em Meus Animais
Dicas para passear com um cão

Além de ser uma atividade necessária para o animal, sair para passear com um cão pode ser nossa oportunidade de se exercitar ou de estar ao ar livr...



  • Tami, G., & Gallagher, A. (2009). Description of the behaviour of domestic dog (Canis familiaris) by experienced and inexperienced people. Applied Animal Behaviour Science120(3-4), 159-169.
  • Tiira, K., Hakosalo, O., Kareinen, L., Thomas, A., Hielm-Björkman, A., Escriou, C., … & Lohi, H. (2012). Environmental effects on compulsive tail chasing in dogs. PloS one7(7), e41684.
  • Lorenz, K., Ibero, R., & Piatti, C. (1976). Cuando el hombre encontró al perro. Círculo de Lectores.
  • Ramírez, M. T. G., & Hernández, R. L. (2011). Diferencias en estrés percibido, salud mental y física de acuerdo al tipo de relación humano-perro. Revista colombiana de psicología20(1), 75-86.