Por que o meu hamster dorme muito?

Os hamsters repousam durante várias horas por dia e é fácil acreditar que dormem constantemente. Porém, se o animal não acordar à noite, é hora de se preocupar.
Por que o meu hamster dorme muito?

Última atualização: 22 janeiro, 2022

Os hamsters podem ser definidos como animais de “pavio curto”. Em outras palavras, eles são extremamente ativos durante partes específicas do dia, têm um metabolismo muito rápido e, infelizmente, morrem em pouco tempo. A longevidade depende de cada espécie, embora seja estimada em 2-3 anos no máximo. Esses mamíferos nascem rápido, crescem rápido e morrem rápido.

Embora a vida de um roedor doméstico seja curta, o tutor deve estar ciente de qualquer desalinhamento em seu comportamento para detectar problemas de saúde. O fato de um animal morrer logo não significa que não devemos tentar ajudá-lo a ser o mais longevo possível. A seguir, explicaremos por que um hamster dorme muito e quais patologias esse comportamento pode indicar. Não perca!

O comportamento dos hamsters

Os hamsters são roedores mamíferos (ordem Rodentia) pertencentes à subfamília Cricetinae. Esse táxon contém 19 espécies classificadas em 7 gêneros e muitas delas são conhecidas por sua fama como animais domésticos. O hamster-russo (Phodopus sungorus), o hamster-sírio (Mesocricetus auratus) e o hamster-listrado-chinês (Cricetulus barabensis) são alguns dos mais famosos.

Os hamsters diferem dos ratos comuns em várias características. Eles são mais achatados e rechonchudos do que seus parentes do gênero Mus, seus pés são cobertos de pelos, têm uma cauda em forma de pompom (e não é nem um pouco comprida) e têm bochechas muito grandes onde guardam seus alimentos, que são conhecidos como bola jugal.

Os roedores são presas em seu ambiente natural, por isso requerem sentidos aguçados e grande destreza na hora de se esconder para evitar se tornar o jantar de uma coruja, uma raposa ou outro predador. Por isso, eles passam grande parte do dia se escondendo em suas tocas e só saem quando sentem que não há perigo.

Os hamsters são animais noturnos que descansam durante o dia e ficam ativos à noite.

Como evitar que um hamster coma seus filhotes?

Por que um hamster dorme muito ou mais do que o normal?

Conforme indicado por portais profissionais, os hamsters dormem naturalmente entre 6 e 8 horas por dia, embora outras fontes argumentem que esse período pode ser um pouco mais longo (12-14 horas). Em qualquer caso, deve-se notar que eles têm um padrão de sono polifásico e acordam várias vezes entre os cochilos.

Os humanos passam 25% do tempo de descanso na fase REM (rapid eye movement em inglês), na qual há uma perda acentuada do tônus muscular e ocorrem movimentos rápidos dos olhos. Além disso, esse é o momento em que sonhamos vividamente. Aparentemente, roedores (e hamsters em particular) passam um tempo semelhante ao nosso nesse período.

Apesar de acordarem várias vezes durante o dia e poderem ser vistos saindo da gaiola, os hamsters são noturnos em cativeiro. Isso significa que eles só mostram seu pico de atividade durante a noite. Embora seja normal que o seu roedor passe a maior parte do tempo dormindo pela manhã, ele deve acordar quando o sol se põe. Vamos mostrar por que isso não acontece, se for o caso.

1. Está tentando hibernar

Um hamster que dorme muito e não acorda à noite pode estar entrando em estado de hibernação, um estágio de redução drástica de seu metabolismo para suportar as temperaturas do inverno. Embora algumas espécies façam isso naturalmente na natureza, nunca é recomendado permitir que o hamster hiberne em cativeiro.

Esses roedores tentam hibernar quando a temperatura da casa está muito abaixo de 18° C. Idealmente, remova o hamster desse estado expondo-o a um gradiente térmico aos poucos até atingir 20-23° C. Se ele ainda não começar a se mostrar mais ativo à noite após alguns dias, consulte o veterinário imediatamente.

2. Está estressado

Como dissemos em linhas anteriores, esses roedores são presas no ambiente natural. Por instinto e genética, eles tendem a se estressar constantemente e a se esconder se algum elemento do ambiente lhes causar estresse. A ameaça pode ser o felino da casa, um barulho muito alto ou a sua própria presença.

Se você tem um gato em casa, proíba-o imediatamente de entrar no cômodo onde fica a gaiola para evitar infortúnios. Você também pode alterar o local da instalação para outro onde a luz não incida diretamente e não haja fontes de ruído por perto. Aos poucos, o animal vai saindo de sua toca ou casinha de plástico se não estiver estressado.

Não tente remover o hamster de sua toca enquanto ele repousa ou se esconde. Isso só vai causar mais estresse.

3. Está doente

Os pequenos roedores têm um metabolismo muito rápido e costumam acordar entre as 18h e 19h da noite, atingindo o pico de atividade no início da manhã. Se o seu hamster dorme muito e não se levanta à noite como antes, provavelmente está doente.

Infelizmente, muitas doenças podem afetar esse pequeno mamífero. A cauda molhada (uma condição diarreica causada pela bactéria intestinal Lawsonia intracellularis) é uma das mais comuns e letais no hamster. A recuperação é possível 24 horas após o início dos sintomas, mas se o veterinário não for procurado, a letalidade do quadro é próxima a 100%.

Existem muitas outras patologias que afetam o hamster, como obesidade, conjuntivite, câncer, linfomas, infecções respiratórias e abscessos, entre outras. Algumas dessas condições são fáceis de tratar, embora em outras a eutanásia seja a única opção. Você deve ter em mente que operar um pequeno roedor é uma tarefa quase impossível.

4. Mudança de rotina

Se você estiver fazendo obras em casa ou se entrar muita luz na gaiola, o hamster pode não conseguir descansar durante o dia e ficar dormindo até tarde da noite. É sempre recomendável transferir as instalações do roedor para uma área não perturbada para que ele mantenha o seu ritmo natural.

Um hamster dormindo em um cobertor.

Posso acordar meu hamster?

Se o seu hamster dorme muito, a primeira coisa que você pensará é que precisa acordá-lo para se ativar. Nada mais distante da realidade: isso só vai fazer ele se estressar ainda mais e, portanto, não querer sair de sua toca em hipótese alguma. Além disso, se estiver doente, a manipulação excessiva piorará seu quadro patológico.

Se nada disso funcionar, leve o roedor (na gaiola) ao veterinário e deixe o profissional cuidar dele. Pode ser apenas um susto, mas infelizmente a falta de atividade noturna é quase sempre um péssimo sinal nesses animais.

This might interest you...
A convivência entre um gato e um hamster é possível?
Meus Animais
Leia em Meus Animais
A convivência entre um gato e um hamster é possível?

A convivência entre um gato e um hamster em casa será difícil de conseguir, mas às vezes é possível. O segredo é uma boa apresentação.



  • When And How Hamsters Sleep – Your Furball’s Sleepy Time, First Hamster. Recogido a 30 de noviembre en https://firsthamster.com/when-and-how-hamsters-sleep/
  • Simasko, S. M., & Mukherjee, S. (2009). Novel analysis of sleep patterns in rats separates periods of vigilance cycling from long-duration wake events. Behavioural brain research, 196(2), 228-236.