5 animais de estimação que hibernam

Alguns animais de estimação apresentam brumação ou diapausa em seus genes durante os meses mais frios do ano. Aqui vamos dar alguns exemplos desse traço biológico.
5 animais de estimação que hibernam

Última atualização: 08 dezembro, 2021

A hibernação é um processo fascinante, principalmente associado a mamíferos selvagens, como ursos, esquilos e ouriços. Essa estratégia biológica permite a sobrevivência nos meses mais frios do ano com mínimo gasto de energia, já que os animais que a praticam se escondem e reduzem seu metabolismo ao básico. O que você provavelmente não sabia é que alguns animais de estimação também hibernam.

Embora o termo hibernação não seja totalmente aplicável a muitos dos animais que apresentamos na lista a seguir, você verá que todos eles reduzem sua taxa metabólica em maior ou menor grau quando chega a estação fria. Não perca!

5 animais de estimação que hibernam

Em primeiro lugar, é necessário enfatizar que o termo geral que engloba todas as estratégias de “parada” durante o inverno é dormência. Esse conceito abrange as seguintes estratégias biológicas:

  • Hibernação: a hibernação é um estado de depressão metabólica em que o corpo reduz ao mínimo suas atividades vitais. A temperatura corporal, a frequência respiratória e o número de batimentos por minuto caem drasticamente. O animal só sobrevive graças às reservas de energia acumuladas durante a primavera e o verão.
  • Brumação: é análoga à hibernação, mas ocorre em répteis e anfíbios. Os répteis em brumação não sofrem mudanças tão drásticas quanto os mamíferos durante a hibernação, embora fiquem menos ativos e possam rejeitar alimentos por períodos bastante longos (1 mês ou mais).
  • Diapausa: é o termo aplicado a insetos e outros invertebrados que “param” de crescer nos meses mais difíceis do ano. Vários hormônios (especialmente o hormônio da diapausa ou DH) ajudam a realizar esse processo.

A seguir mostraremos 5 animais domésticos que hibernam em cativeiro, ou melhor, que praticam a dormência em qualquer uma de suas variantes. Não deixe de ler.

1. Hamster (subfamília Cricetinae)

Algumas espécies de hamsters (como o sírio) hibernam na natureza, pois vivem em ambientes temperados com baixas temperaturas durante o inverno. Em qualquer caso, eles se adaptaram perfeitamente ao ambiente doméstico e não precisam fazer essa pausa se as condições assim permitirem. Em outras palavras, eles são hibernadores facultativos e só entram em dormência quando necessário.

Os hamsters domésticos tendem a adotar comportamentos típicos de hibernação quando a temperatura ambiente cai abaixo de 20° C. É melhor evitar esse estado e colocar a gaiola em um local aquecido, pois a saúde do animal pode ser comprometida (principalmente se a queda de temperatura for muito extrema).

Mantenha seus peludos aquecidos durante o inverno, e eles não precisarão passar por esse processo.

Um hamster dormindo.

2. Ouriço Atelerix albiventris

Esse ouriço é um animal de estimação exótico que se tornou popular recentemente. Portanto, pouco se sabe sobre muitas de suas necessidades. É um animal bastante ativo à noite, naturalmente distribuído por grande parte da África Subsaariana.

Como indicam os estudos, os ouriços africanos adotam um estado de dormência prolongado quando as condições ambientais são adversas (muito frio ou muito calor). Apesar disso, não atingem uma hibernação absoluta como o seu parente europeu ouriço-terrestre (Erinaceus europaeus), uma vez que o clima africano é um pouco mais estável e quente do que o da Europa Central.

Não deixe seu ouriço africano entrar em dormência. Mantenha a temperatura ambiente de sua gaiola entre 22 e 27° C.

As diferenças entre ouriço e porco-espinho são múltiplas.

3. Dragão-barbudo (Pogona vitticeps)

O dragão-barbudo é um réptil nativo de várias áreas desérticas e semidesérticas da Austrália. Essa região apresenta grandes flutuações térmicas, por isso não é surpreendente que a espécie faça brumação durante os meses mais frios do ano na natureza.

Mesmo se tiver uma manta de aquecimento e luz disponíveis, o dragão-barbudo provavelmente buscará refúgio na parte mais fria do terrário durante o inverno. Durante esse tempo, o animal vai parar de comer e ficará menos ativo em geral. Muitos dragões-barbudos fazem a brumação pela primeira vez no segundo ano de vida, enquanto outros nunca a fazem.

Esses animais de estimação não hibernam, fazem brumação. Portanto, sua taxa de atividade é ligeiramente superior à de um mamífero em um estado semelhante.

O dragão-barbudo é um dos animais domésticos que hibernam.

4. Tartaruga-de-orelha-vermelha (Trachemys scripta)

Como dissemos em linhas anteriores, os répteis domésticos não são considerados animais de estimação que hibernam, e sim que fazem brumação. No entanto, todas as tartarugas-de-orelha-vermelha que vivem em um corpo de água ao ar livre entrarão em uma dormência acentuada durante o inverno se a temperatura cair.

Alguns cuidadores ainda argumentam que é positivo deixar as tartarugas dessa espécie expostas a temperaturas de cerca de 5° C por cerca de 2 ou 3 meses para que possam fazer a brumação. Muitos outros quelônios (terrestres e semiaquáticos) precisam dessa pausa metabólica para se desenvolver e se reproduzir durante o resto do ano.

A brumação é muito comum em tartarugas, especialmente nas aquáticas que vivem em áreas de clima mediterrâneo.

Uma tartaruga-de-orelha-vermelha.

5. Formigas (família Formicidae)

Pode parecer estranho incluir um inseto nessa lista, mas a realidade é que muitas espécies de formigas europeias entram em diapausa durante os meses mais frios do ano. Por outro lado, formigas exóticas da Ásia e da América do Sul (muitas da subfamília Ponerinae) não costumam descansar em nenhum momento, pois habitam áreas tropicais.

Durante a diapausa, a rainha do formigueiro para de botar ovos e as operárias entram em um estado de torpor quase ininterrupto. Elas se reúnem em núcleos para conservar o calor e não se alimentam de quase nada durante o dia (bebem e comem muito pouco). Os tutores que mantêm formigas de clima mediterrâneo como animais de estimação devem encorajá-las a fazer a diapausa.

Ao contrário dos casos anteriores, a diapausa é necessária em muitas espécies de formigas. Mantenha o formigueiro em um local fresco (15-20° C) e elas entrarão em dormência por conta própria.

Algumas formigas fazendo a diapausa.

Informe-se antes de que seu animal de estimação entre em hibernação

Como você pode ver, aqui mostramos alguns animais de estimação que hibernam e outros que fazem brumação ou diapausa. De qualquer forma, a premissa é semelhante em todas essas estratégias biológicas: o metabolismo animal é reduzido quando está frio, em maior ou menor grau, para suportar os elementos ambientais.

É muito importante diferenciar entre hibernadores obrigatórios e facultativos. As colônias de formigas exigem um período de dormência e as tartarugas-de-orelha-vermelha se beneficiam da brumação, mas esse processo em um hamster doméstico ou ouriço é muito mais perigoso do que positivo. Não deixe seu animal hibernar, a menos que seja uma indicação de um profissional.

Pode interessar a você...
5 curiosidades que você não sabia sobre ouriços
Meus Animais
Leia em Meus Animais
5 curiosidades que você não sabia sobre ouriços

Os ouriços são muito atípicos, devido aos espinhos queratinizados que possuem nas costas. Quando estão em perigo, eles se enrolam. Saiba mais!