Por que a obsessão dos cachorros por comida?

Existem cães que são obcecados por comida e, às vezes, isso pode se tornar um problema real.

Última atualização: 03 Fevereiro, 2021

Alguns cães parecem ter uma verdadeira obsessão por comida. Nunca parecem estar saciados e comem a ração com verdadeira ansiedade. Além disso, não param de nos pedir alguma coisa quando estamos sentados à mesa.

Você ficaria surpreso em saber que, em algumas raças, isso é geneticamente explicado ou que existem truques para reduzir a ansiedade do animal em relação à comida e a velocidade com que eles comem.

Ansiedade alimentar

O cão é um animal que, devido às suas origens, tende a devorar rapidamente a comida, o que faz sentido no habitat selvagem, no qual o animal tem que esperar ‘a sua vez’ dentro a hierarquia do bando ou não consegue prever com certeza quando voltará a comer.

Porém, o cachorro não é mais um lobo. Ele é um animal doméstico que provavelmente está acostumado a comer sempre no mesmo horário todos os dias. É preciso notar que comer muito rápido pode levar a certos problemas de saúde.

O gene POMC

Muitos tutores de labradores concordam que o cão nunca parece ter comida suficiente. Eles parecem não se sentir saciados com a comida que recebem e estão sempre esperando por mais. Esses cães também têm uma grande tendência à obesidade.

Analisando o genoma de cães dessa raça, foi descoberta uma mutação no gene POMC. Esse gene codifica proteínas relacionadas à manutenção do peso, ao controle da fome e à obesidade.

Uma modificação na produção dessas substâncias que indicam ao cérebro o estado de saciedade faz com que o animal nunca perca o apetite. Situação semelhante também foi detectada em estudos com pessoas obesas.

O mais curioso de tudo é que essa mutação é muito comum em cães de raças destinadas a atividades de busca e resgate de pessoas, nas quais o alimento com que são recompensados ​​é uma grande motivação para o seu trabalho.

Problemas de obsessão por comida em cães

A obsessão por comida pode ser um problema. Se houver mais de um cão na casa, pode ser difícil tentar alimentar todos ao mesmo tempo se um dos cães estiver obcecado pela comida, pois ele tentará pegá-la do outro.

Por outro lado, é preciso ter muito cuidado com cães que ingerem tudo o que encontram no chão, pois engolir um corpo estranho pode causar obstruções no intestino.

Comer muito rápido, o que muitas vezes está ligado à obsessão por comida, também é um problema, pois quando os animais se alimentam com voracidade, eles engolem o ar, que se acumula na forma de gases e causa uma digestão pesada. Além disso, esse comportamento pode ser perigoso em raças com predisposição para a torção do estômago (raças de cães grandes e gigantes).

Dicas para evitar a obsessão do cão por comida

  • Exclua quaisquer problemas de saúde. Certas doenças hormonais ou a presença de parasitas, como as tênias, podem causar falta de saciedade.
  • Dê várias refeições por dia. Distribuir o alimento em duas refeições por dia é uma forma de evitar a ansiedade e, se o cão também se alimentar rapidamente, a quantidade deve ser menor.
  • Utilizar alimentadores antiansiedade ou preparar jogos de olfato com comida. Tornar as coisas um pouco mais difíceis para um cão encontrar a comida ou encorajá-lo a usar o nariz para encontrá-la é uma boa maneira de descarregar energia e impedi-lo de comer tudo de uma vez.
  • Treine o autocontrole. Uma forma de reduzir o nervosismo antes das refeições é praticar a calma e o autocontrole. Para isso, devemos fazer com que o nosso cão espere em estado de tranquilidade antes de dar a ordem de comer. Isso não é fácil: é conseguido com paciência e prática. A princípio, o tempo que ele ficará quieto será muito curto, mas aos poucos vamos nos certificando de que ele se mantenha mais calmo e na mesma posição antes de comer.
Pode interessar a você...
Meus AnimaisLeia em Meus Animais
Não o deixe com fome!

Se você der ao seu peludo uma ração de qualidade, de acordo com as suas características e na quantidade adequada, é certo que ele não ficará com fome.



  • Eleanor Raffan, Rowena J. Dennis, Conor J. O’Donovan, …, Kerstin Lindblad-Toh, Giles S.H. Yeo, Stephen O’Rahilly. Cell Metabolism 23, 893–900. A Deletion in the Canine POMC Gene Is Associated with Weight and Appetite in Obesity-Prone Labrador Retriever Dogs, 2016.