Por que o pelo dos gatos muda de cor?

março 17, 2020
A que atribuir as mudanças da cor do pelo dos gatos? Conheça os principais fatores que afetam a produção de melanina, o pigmento responsável pela cor do pelo, a seguir.

As características do pelo dos gatos são determinadas pela sua genética. Seus genes são responsáveis ​​pela coloração, padrão, comprimento e textura dos pelos felinos.

Às vezes, podemos notar uma mudança na sua cor, o que nos leva à pergunta: como essa mudança acontece? Saiba mais sobre o assunto a seguir.

O envelhecimento afeta o pelo dos gatos, assim como nos humanos

Essa é uma mudança comum à medida que envelhecemos: o surgimento dos cabelos grisalhos. Essa marca do envelhecimento pode ser um lembrete oportuno de nunca ignorar o amor incondicional que recebemos dos nossos animais de estimação, pois nosso tempo com eles é limitado.

A temperatura da pele pode causar uma mudança de cor no pelo dos gatos

É o caso de raças orientais, como o Himalaia e os siameses. Gatos do Himalaia nascem com o pelo quase cor de creme, enquanto os gatos siameses nascem brancosQuando eles começam a crescer, áreas de pelos escuros começam a aparecer de acordo com a temperatura da pele em diferentes pontos da sua anatomia.

Assim, em áreas mais quentes, como o pescoço e o corpo, seu pelo permanece mais claro. Em outras áreas onde a pele é mais fria – rabo, ​​patas, rosto e orelhas – o pelo fica mais escuro.

Além disso, a temperatura ambiente também pode desempenhar um papel na cor do pelo. Eles podem escurecer ou ficar mais claros, dependendo da estação.

Gato com olhar penetrante

É importante notar que uma mudança na cor da pelagem nessas raças também pode indicar que o gato está doente e com uma temperatura mais alta do que o normal.

O pelo preto pode ficar marrom avermelhado se o gato não comer carne

É importante saber que, para manter uma pelagem preta escura e em condições ideais, os gatos precisarão de um bom suprimento do aminoácido tirosina.

A razão para este requisito é que a tirosina é necessária para a formação de eumelanina, o pigmento responsável pela cor preta na pelagem.

Assim, se houver uma deficiência de tirosina, o pelo sofrerá uma descoloração e mudará de preto para uma cor avermelhada ou laranja oxidada. Lembre-se de que a deficiência de tirosina é causada pela falta de proteínas animais (carne ou peixe).

A deficiência de cobre na dieta também pode provocar alterações

Embora não seja comum, uma deficiência de cobre pode causar despigmentação das camadas coloridas, o que faz com que o pelo de um gato preto fique marrom.

Este mineral é necessário para converter o aminoácido tirosina no pigmento melanina. Além disso, o cobre tem muitas outras funções. Ele é um componente de várias enzimas e participa da absorção e transporte do ferro, por exemplo.

As fontes alimentares do cobre incluem o fígado e alguns grãos, mas os alimentos para os animais geralmente são suplementados com cobre para garantir que eles obtenham tudo o que precisam.

Alterações na cor dos gatos

O pelo dos gatos pode mudar de cor devido a condições médicas

É importante descartar a presença de falhas no metabolismo ou absorção de tirosina em gatos pretos – que recebem uma dieta equilibrada – cuja pelagem mudou de cor.

É necessário observar que certas condições de saúde podem interferir no metabolismo da tirosina. Nesses casos, o pelo preto pode ficar marrom.

Um exemplo a ser mencionado é a doença hepática, pois é nesse órgão que a fenilalanina é convertida em tirosina. Além disso, problemas na tireoide e nos rins também foram implicados como causas de uma alteração na cor da pelagem.

Sem dúvida, diante de alterações na cor da pelagem dos gatos, o mais adequado é consultar o veterinário. Não podemos interromper o processo de envelhecimento, mas podemos descobrir por que o pelo do gato está mudando de cor.

  • Watson, A., Servet, E., Hervera, M., & Biourge, V. C. (2015). Tyrosine supplementation and hair coat pigmentation in puppies with black coats–a pilot study. Journal of Applied Animal Nutrition, 3.
  • Yu, S., Rogers, Q. R., & Morris, J. G. (2001). Effect of low levels of dietary tyrosine on the hair colour of cats. Journal of Small Animal Practice42(4), 176-180.