Quando os tubarões atacam?

· setembro 20, 2018
Apesar da crença popular, esses peixes não são atraídos pela carne humana, mas atacam para se defender do que consideram uma ameaça.

Para a maioria das pessoas, os tubarões inspiram medo por causa de sua natureza supostamente feroz e sua poderosa mordida. No entanto, a verdade é que esses animais ainda são amplamente desconhecidos pelos seres humanos, tanto que muitos não sabem quando os tubarões atacam.

Atualmente, o avanço da tecnologia e da pesquisa científica nos permite repensar gradualmente nossas percepções e quebrar muitos mitos. Então, a seguir, veremos as razões e momentos em que os tubarões atacam, para ajudar você a entender como os acidentes envolvendo pessoas ocorrem. 

Quando os tubarões atacam?

A princípio, devemos entender que não há animal que seja mau ou cruel por natureza, ou seja, que ataque por prazer. A terrível lenda de que os tubarões atacam por um instinto assassino foi fomentada por ficções de televisão, filmes e até mesmo romances.

Como com qualquer outro animal, o tubarão só ataca em certas ocasiões e a agressividade não é uma característica inerente de sua espécie.

Ao sentir seu território invadido ou seu bem-estar ameaçado, qualquer espécie pode reagir para afastar possíveis predadores. Isso não significa que sempre que um tubarão ataca, é devido ao encontro com pessoas ou animais desconhecidos.

No entanto, devido à sua natureza solitária, reservada e territorial, a presença de estranhos em seu território pode causar estresse e levar a comportamentos autodefensivos. Considerando sua força, mordida poderosa e dentes afiados, este mecanismo de defesa pode resultar em um ataque letal.

Tubarão

Por outro lado, os tubarões também podem empregar uma estratégia de ataque para caçar suas presas. Como são carnívoros, precisam se alimentar de outros animais para obter os nutrientes essenciais para o organismo.

Neste caso, é a sobrevivência, por isso é um comportamento natural que todas as espécies carnívoras apresentam. Se os tubarões não “caçassem”, isso poderia contribuir para a superpopulação de outras espécies, o que prejudicaria o equilíbrio dos ecossistemas aquáticos.

Por que um tubarão ataca humanos?

Infelizmente, ainda existem muitos mitos falsos sobre ataques de tubarões contra pessoas. Um deles, por exemplo, diz que esses animais são atraídos pela carne ou pelo sangue humano. De fato, numerosos estudos já mostraram que o tubarão não apresenta predileção por carne humana. Na realidade, os seres humanos não fazem parte da cadeia biológica natural desses peixes. 

Além disso, ser um carnívoro não torna nenhum animal perigoso ou agressivo para os seres humanos. Cães e gatos, por exemplo, são seres carnívoros que podem coexistir em total harmonia com as pessoas, desde que recebam a educação adequada e um ambiente positivo.

Por outro lado, há mamíferos herbívoros, como o hipopótamo, que já atacaram várias vezes os seres humanos, quase sempre causando-lhes a morte.

Quando um tubarão ataca uma pessoa, dificilmente é devido ao seu apetite ou às suas necessidades nutricionais. Em geral, esses acidentes acontecem quando o animal se sente ameaçado ou percebe um estímulo agressivo ou estranho em seu ambiente.

Filme tubarão

Um barulho violento, um movimento repentino, gritos ou vibrações… Tudo isso pode gerar uma perturbação no habitat do tubarão ou fazer com que ele interprete essa estranha presença como uma ameaça.

Os ataques de tubarões a pessoas são frequentes?

O medo dos tubarões é algo muito presente em nossa sociedade, mas a probabilidade de alguém sofrer um ataque é muito baixa. Evidentemente, o aumento da população humana torna mais provável o encontro com esses peixes.

Quando olhamos para o número de ataques de tubarões, devemos saber que, estatisticamente, quanto mais pessoas houver no mundo, maior a probabilidade de que uma delas encontre um.

As estatísticas atuais estimam que existem cerca de 60 acidentes por ano, causadas por mordidas de tubarão. E apenas quatro desses ataques são letais para a vítima. O ideal seria que esse número fosse zero, mas é um risco muito baixo quando comparado com outros acidentes que podem colocar em risco a vida do ser humano.

Portanto, medo e até fobia de tubarões está mais relacionado com a nossa cultura, pela disseminação de falsos mitos e, também, devido a experiências negativas de algumas pessoas.

O comportamento do tubarão, assim como de qualquer outro animal, pode se tornar agressivo em resposta a diferentes estímulos negativos ou contextos que ele considere desfavoráveis ​​para o seu bem-estar. Agora você já sabe quando os tubarões atacam e como é difícil de isso vir a acontecer.