4 dicas para evitar que seu gato morda você

Evitar que seu gato morda você é apenas uma questão de entender alguns conceitos. É mais fácil do que parece: aqui você encontra algumas dicas para ter sucesso.
4 dicas para evitar que seu gato morda você

Última atualização: 04 Junho, 2021

Morder e arranhar faz parte da brincadeira dos felinos. No entanto, isso não significa que não se possa evitar que seu gato morda você: esses animais conseguem adaptar suas brincadeiras através do aprendizado, como qualquer espécie de mamífero.

Muitas vezes, esse comportamento (agressivo ou não) dá aos gatos a reputação de serem ariscos ou desagradáveis. Neste artigo, vamos destrinchar o comportamento de morder dos felinos, a fim de melhor entendê-lo e fornecer dicas para evitá-lo.

Por que seu gato pode morder você?

Para os gatos, o ato de morder tem vários usos: caçar, transportar objetos, se defender, comer, brincar e um longo etc. No entanto, quando as mordidas são repetitivas e focam no ser humano com quem o animal vive, é necessário fazer uma análise para corrigir esse comportamento. Por que o gato morde seu humano? Existem vários motivos:

  • Brincar: os gatos brincam de caçar, e o movimento das mãos ou dos pés costumam ser bons candidatos de presas fictícias para o animal praticar.
  • Causas orgânicas: um aumento atípico da agressividade e das mordidas podem ser indicativos de dor ou doença no felino. As possíveis patologias devem ser descartadas antes de emitir um diagnóstico causal desse comportamento.
  • Medo ou estresse: um gato que está sente medo, ansiedade ou estresse constantemente será um gato que arranha e morde diante de gestos que deveriam ser reconhecidos como inofensivos.
  • Experiências traumáticas: gatos maltratados ou recolhidos da rua, por exemplo, são propensos a desenvolver agressividade. A má socialização dos filhotes também leva a esses tipos de comportamento.

Como você pode ver, nenhuma dessas causas reflete a personalidade do felino. Embora seja verdade que alguns gatos são mais desapegados do que outros, respeitar seu espaço nunca será um gatilho para mordidas ou agressividade.

Um gato de boca aberta.

4 dicas para evitar que seu gato morda você

Como acontece com qualquer método verdadeiramente eficaz para modificar o comportamento de um animal, a punição não é uma opção. Há muitas coisas que podem ser feitas para evitar que seu gato morda você sem que seja necessário recorrer à raiva ou à violência. Confira a seguir 4 dicas.

1. Os benefícios do jogo tranquilo

Brincadeiras tranquilas permitem que você mude o foco da atenção do gato para algo diferente de você, como um brinquedo. Por sua vez, isso é muito útil para manter os níveis de nervosismo do gato dentro de limites saudáveis.

Usando objetos como uma vara de pescar pequena, que permitem ao animal caçar algo que não seja você, incentive seu gato a brincar sem que você seja o brinquedo. O enriquecimento ambiental para o olfato ou os desafios de inteligência complementam bem a brincadeira tranquila, mantendo os felinos ocupados e evitando o estresse.

2. Evite reforçar o comportamento de morder

Se o seu gato adquiriu o hábito de morder enquanto você brinca com ele, é importante mostrar para ele que suas mãos não são um brinquedo ou uma presa. Para definir esse limite, geralmente é suficiente interromper a brincadeira quando o animal morder. Não há necessidade de repreender ou dizer qualquer coisa, basta ser consistente com essa regra.

3. Crie um ambiente tranquilo e seguro

Se o felino desenvolveu esse comportamento em decorrência de uma mudança repentina em sua rotina, é possível que o ambiente contenha algum estressor que o perturbe. Identifique o que é e elimine esse fator, com o objetivo de criar um ambiente que favoreça a tranquilidade ao brincar.

4. Evitar que seu gato morda você também é uma questão de socialização

Quando você adota um filhote de gato, é bem possível que ele passe o período de socialização com você. Se ele conviver com outros gatos, eles vão lhe ensinar o quanto é correto morder em brincadeiras, mas se for só você, um humano, e o felino, será necessário instruí-lo.

É importante não usar as mãos ou os pés para brincar com ele e seja consistente ao corrigir o mau comportamento. Durante esse período, o comportamento do seu felino será muito mais moldável, portanto você não deverá ter muita dificuldade para conhecê-lo e entendê-lo.

 

Evite que seu gato morda você: é mais fácil do que parece.

Uma última dica para evitar que seu gato morda você

Às vezes, mesmo respeitando o espaço do animal, enchendo sua vida de enriquecimento e utilizando técnicas de modificação de comportamento, o problema pode não ser resolvido. Mas não se desespere: às vezes a ajuda de um profissional é necessário e isso não é uma coisa ruim.

Tanto procurar o veterinário para descartar doenças quanto recorrer a um etólogo são opções que ajudam no início do processo ou quando você não sabe mais o que fazer. Dominar a comunicação com seu gato é essencial para uma vida feliz para vocês dois, e esses profissionais podem ajudar você a conseguir isso.

Pode interessar a você...

4 mitos sobre os bigodes dos gatos
Meus AnimaisLeia em Meus Animais
4 mitos sobre os bigodes dos gatos

Os bigodes dos gatos são um sentido adicional para eles. Graças a isso, eles são capazes de perceber o mundo de uma forma diferente da nossa.