15 animais polinizadores

Frutas, vegetais, sementes e outros alimentos são deliciosos e necessários para o nosso organismo. É graças aos animais polinizadores que essas coisas podem existir. Portanto, devemos cuidar deles e protegê-los dos perigos que estão enfrentando atualmente.
15 animais polinizadores

Última atualização: 10 Agosto, 2021

Nem todos os cultivos precisam de animais polinizadores ou outros tipos de polinização: o arroz, o trigo e a batata são exemplos disso. No entanto, muitos dos alimentos nutritivos e ricos em micronutrientes desapareceriam sem esses animais, como as frutas, alguns vegetais, as sementes, as oleaginosas e os óleos.

Você consegue imaginar uma vida sem esses alimentos? Sem o trabalho ecossistêmico de alguns seres vivos, morangos, maçãs, mirtilos, cerejas, cacau e café deixariam de existir, já que mais de 75% das safras mundiais dependem de animais polinizadores. Surpreenda-se e conheça 15 deles aqui.

O que é a polinização?

A Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO) afirma que a polinização é a transferência de pólen (célula masculina) dos estames (parte masculina da flor) para o estigma (parte feminina da flor). Esse processo possibilita a fertilização e, portanto, a produção de frutos e sementes.

Esse trabalho pode ser realizado por animais (vetores bióticos) ou pela água e pelo vento (vetores abióticos). Porém, a grande maioria das plantas com flores depende de animais, principalmente dos insetos.

Tipos de polinização

Existem vários tipos de polinização. Entre eles estão a direta, a cruzada e a artificial. Confira as suas peculiaridades nas linhas a seguir.

Polinização direta

Muitos vegetais são hermafroditas. Eles têm os sistemas reprodutivos masculino e feminino na mesma flor, mas quase nunca se reproduzem juntos. Quando isso acontece, esse tipo de polinização direta,ou autopolinização, é chamada de autogamia, segundo especialistas da Casa do mel.

Outro tipo de polinização direta é a geitogamia. Segundo os profissionais, nesse caso o pólen não vem da mesma flor, mas de outra flor da mesma planta.

Polinização cruzada

Nesse tipo de polinização, a fertilização ocorre graças ao fato de o pólen ser transportado para a flor de outra planta. Essa troca pode se dever a fatores bióticos e abióticos. Dentro dos bióticos estão todas as tarefas realizadas por animais, sejam insetos, aves ou outros. Em contrapartida, a polinização abiótica acontece graças ao vento ou à água.

Polinização artificial

A polinização artificial ocorre quando há uma intervenção humana por falta de agentes fertilizantes naturais em um cultivo agrícola ou quando se quer evitar alterações em uma planta. Para isso, o pólen do estame é coletado e transferido para o estigma para que ocorra a fertilização.

Animais polinizadores: os insetos

A polinização feita por insetos é chamada de entomófila e é sem dúvida uma das mais importantes, já que Insecta é o maior grupo do reino animal e seu tamanho é perfeito para essa tarefa. Dentro desse grupo estão os himenópteros (abelhas, zangões, formigas e vespas), os coleópteros (besouros), os dípteros (moscas) e os lepidópteros (borboletas e mariposas).

Os himenópteros preferem plantas com grande quantidade de pólen ou néctar. Os coleópteros, as flores cantarófilas. Os dípteros, flores pequenas e sem odor. E os lepidópteros, flores grandes e alongadas em forma de tubo, perfeitas para o formato do seu aparelho bucal. Conheça aqui vários deles.

1. Borboletas

As borboletas desempenham um papel crítico para as plantas e a produção de nossos cultivos alimentares. O pólen se adere às suas escamas e pelos enquanto elas consomem o néctar e depois o dispersa.

Relatórios profissionais afirmam que são organismos habitantes de todos os ecossistemas terrestres, especialmente os tropicais. São utilizados como bioindicadores porque permitem interpretar o estado de conservação e alteração de um ambiente.

No entanto, as populações de algumas espécies, e de muitos outros polinizadores como as abelhas, têm diminuído de forma preocupante devido às práticas agrícolas intensivas, pesticidas, espécies invasoras e mudanças climáticas, entre outros fatores.

Uma borboleta é um dos animais polinizadores.

2. Abelhas

Quando se trata de polinizadores, as abelhas são certamente um dos primeiros animais que vêm à mente. São insetos de grande importância ecológica nos agroecossistemas, pois grande parte dos alimentos que ingerimos depende direta ou indiretamente deles.

Graças à busca constante por néctar, as abelhas e as plantas com flores têm uma forte relação, pois permitem sua reprodução e, além disso, também atuam como bioindicadores. Se você gosta de mel, uma dica a considerar devido ao declínio das abelhas é comprar mel puro de agricultores locais que usam práticas apícolas sustentáveis.

Outra recomendação: se você também quiser ajudar as abelhas, semeie plantas com flores ricas em pólen e néctar em seu quintal, sempre com a ajuda de um profissional. Isso fornecerá um local de nidificação e recursos alimentares para esses importantes insetos.

Um dos animais mais afetados pelas mudanças climáticas.

3. Formigas

A relação entre plantas e formigas era considerada negativa por opiniões que não possuem uma base empírica sólida. No entanto, os benefícios das formigas na polinização das plantas são múltiplos. Quase nenhuma espécie de formiga prejudica os vegetais, mas muitas entram em contato com as plantas e as protegem de pragas.

As formigas são animais que vivem em tocas.

4. Coleópteros

Estudos profissionais comentam que os besouros, ao contrário dos outros insetos que se alimentam do néctar das flores, consomem as partes das flores e, dessa forma, o pólen se adere ao seu corpo. Na polinização cruzada em espécies de florestas tropicais, eles cumprem uma tarefa fundamental. Eles são atraídos pelos cheiros das flores e usam seus espaços para copular e colocar seus ovos.

Um dos animais polinizadores.

5. Mosquitos

Os mosquitos podem ser criaturas bastante irritantes. Eles espalham doenças, contaminam lagos e pântanos, e sua companhia não é agradável. No entanto, segundo o jornal El País, esses invertebrados prestam diversos serviços ambientais, incluindo a polinização de plantas. As orquídeas são um exemplo claro de plantas que se beneficiam de suas ações.

Os mosquitos são animais polinizadores.

6. Mamangava

Fala-se muito das abelhas e são criadas campanhas para salvar a vida delas e, consequentemente, muitos alimentos. Contudo, sua parente direta, a mamangava, que desempenha um papel igualmente crucial na polinização das culturas, quase não é levada em consideração.

Esses himenópteros também sofreram uma grande perda em suas espécies. De acordo com a BBC, eles possuem características que os tornam mais eficientes na polinização de culturas como o tomate e uma grande variedade de flores silvestres.

As mamangavas usam um método conhecido como polinização por zumbido, mais eficiente do que o das abelhas na planta do tomate (por exemplo), liberando o pólen apenas por vibração. Essa tarefa é mais fácil para as mamangavas, graças ao seu tamanho e à sua capacidade vibratória.

As abelhas são animais polinizadores.

7. Vespas

As vespas são outros insetos responsáveis por essa importante tarefa. São específicas para algumas espécies da família Moraceae, plantas que envolvem as flores e os frutos dentro de um sicônio. Nele, as vespas realizam seu processo de desenvolvimento, reprodução e ao mesmo tempo polinizam ao passar de um sicônio para outro.

Uma vespa asiática empoleirando-se em uma flor.

8. Moscas das flores

A má fama das moscas das flores pode ter ocultado o fato de que são insetos polinizadores essenciais para vários ecossistemas, graças à sua habilidade de voo e adaptabilidade biológica, segundo a National Geographic.

Essas moscas também são importantes para a saúde da colheita e sua presença pode ser manipulada por organismos em decomposição para melhorar a vida de certas plantas, vegetais e frutas. Atraídas por esses organismos, elas deixam seus ovos lá e se alimentam do néctar das flores mais próximas. É assim que elas se impregnam de pólen e o carregam de planta em planta.

Uma flor voa, polinizando animais.

Animais polinizadores que não são insetos

Animais como aves, roedores e mamíferos, entre outros, também cumprem uma função de fecundação indispensável ao nosso ecossistema. Aqui estão alguns desses animais polinizadores que não pertencem ao grupo dos insetos.

9. Beija-flores

A Fundação Audubon descreve os beija-flores como aves que se comportam como insetos, alguns cientistas até os chamam de “abelhas com penas”. Eles também voam de flor em flor para se alimentar de néctar e, assim, espalhar o pólen entre as flores.

Na América do Norte e do Sul, cerca de 8000 espécies de plantas dependem dessas pequenas aves, que são mais atraídas por flores vermelhas, rosa, amarelas e laranja. Além disso, os bicos do beija-flor são especializados para certas flores: bicos longos para flores longas, bicos curvos para flores curvas e assim por diante.

Por que os pássaros voam?

10. Gecko de dia

Esse lagarto insetívoro lambe o néctar das flores das árvores. Ao visitar várias flores, o pólen impregnado em seu rosto e patas vai se espalhando. São raros répteis polinizadores e sua função pode ser substituída por outros animais.

Uma lagartixa em um galho.

11. Lesmas

Embora sejam polinizadores pouco comuns, elas podem realizar essa função distribuindo pólen enquanto rastejam nas plantas, assim como os caracóis. Esses invertebrados não são insetos, pois fazem parte do grupo dos moluscos gastrópodes.

Um dos animais polinizadores.

12. O camundongo Microryzomys altissimus

Esse pequeno mamífero é encontrado nos Andes da Colômbia, Equador e Peru. Normalmente vive na Serra e em ambos os lados dos Andes nas charnecas e florestas temperadas e altas, segundo o site Mamíferos do Equador.

Esse camundongo serve de exemplo para demonstrar a existência de roedores polinizadores. Pelo fato de visitar as flores da planta Oreocallis grandiflora, pode ser um potencial transportador de seu pólen, já que sua presença já foi detectada em sua pelagem.

13. Aves da família Nectariniidae

Esses pequeninos pássaros se alimentam mais de néctar e insetos, principalmente quando têm filhotes. Habitam a África e a Oceania. Esses animais polinizadores são semelhantes em seu estilo de vida nectarívoro aos beija-flores. Seus bicos são longos e curvos, adaptados a diferentes tipos de flores.

Outro dos animais polinizadores.

14. O morcego Leptonycteris yerbabuenae

Esse morcego é nativo do norte da América Central e do sul da América do Norte. Não mede mais de 9 centímetros e é um grande polinizador, como muitos outros morcegos, por isso adaptou sua face longa e estreita para acessar mais facilmente as flores.

Segundo o site EcuRed, esse mamífero se alimenta principalmente do néctar e do pólen das árvores-da-seda e de alguns cactos. Também é considerado um dos principais polinizadores das espécies de Agave.

15. Lêmure

Esse é um grande exemplo de mamífero dentro dos animais polinizadores, que, embora não possa voar, também contribui para essa importante tarefa. Os lêmures de Madagascar, com suas pequenas mãos, arrancam os caules das flores, e o pólen se fixa em seu pelo denso. A mesma dinâmica acontece com gambás e outros macacos da floresta tropical.

Um lêmure.

Animais polinizadores hoje em dia

Atualmente, o número de polinizadores diminuiu consideravelmente. Aproximadamente 35 % dos polinizadores invertebrados e 17% dos vertebrados estão em perigo de extinção em todo o mundo, segundo dados da FAO.

Os agricultores são responsáveis por proteger nossos polinizadores, mas você também pode ajudar semeando plantas nativas, apoiando os agricultores locais, evitando pesticidas, fungicidas ou herbicidas e expandindo seu conhecimento sobre esses seres maravilhosos. A conservação é uma tarefa de todos e cada um dos habitantes do planeta.

Pode interessar a você...
Animais polinizadores e plantas: uma simbiose ancestral
Meus AnimaisLeia em Meus Animais
Animais polinizadores e plantas: uma simbiose ancestral

Todos sabemos que existem insetos polinizadores, mas será que você sabe como começou essa relação simbiótica entre plantas e artrópodes?