O reencontro de um chimpanzé resgatado com os seus cuidadores não é o que parece

julho 15, 2019
Um chimpanzé resgatado reencontra os seus cuidadores. No entanto, será que as notícias realmente são o que parecem?

Recentemente, um vídeo de um chimpanzé resgatado reencontrando os seus cuidadores ficou famoso. Na era da Internet, devemos ter cuidado com o que compartilhamos e divulgamos, porque nem todas as histórias tocantes que encontramos online são o que parecem.

Limbani, o chimpanzé resgatado

Limbani aparentemente é um chimpanzé resgatado, mas ele também é uma verdadeira estrela. Seus vídeos abraçando tigres ou brincando com as pessoas viralizam nas redes sociais instantaneamente.

A verdade é que as coisas nem sempre são o que parecem ser e, embora a história oficial seja a de que Limbani foi resgatado pela Zoological Wildlife Foundation, a verdade é que não há clareza sobre a função altruísta desta fundação localizada nos Estados Unidos.

De acordo com o centro, a mãe rejeitou Limbani, que tinha uma doença respiratória, por isso ele teve que ser criado longe dela.

Limbani, o chimpanzé resgatado

Resgate ou altruísmo?

Este centro americano não só abriga Limbani, mas também outras espécies de primatas e grandes felinos.

O denominador comum desses animais é que eles são filhotes humanizados, cujo tempo é muito precioso: a empresa cobra centenas de dólares aos visitantes para passarem um tempo brincando com um jovem leão ou com o próprio Limbani.

Isso transforma as imagens virais de Limbani e de outros animais hospedados pela fundação em uma imensa publicidade para que as pessoas fiquem ansiosas para tirar uma foto com eles para as suas redes sociais. Esse trabalho continua parecendo altruísta?

Outro aspecto estranho da vida de Limbani é que seus cuidadores o mantém sempre vestido. No entanto, uma organização verdadeiramente comprometida com o resgate de animais deveria ter a preocupação de criá-lo em ambientes menos humanizados, sem a presença de roupas.

Afinal, vestir o animal não apenas promove que o fato de ver um chimpanzé com roupas seja normalizado, mas também não o beneficia no futuro.

As consequências da fama

Será que Limbani vai conviver com outros chimpanzés quando for adulto? Será difícil, para não dizer impossível: ele está sendo criado entre humanos e aprendendo a se comunicar. Então, ele vai passar a vida toda entre os humanos?

É muito provável que este não seja o caso, já que os chimpanzés se tornam perigosos e ficam muito fortes durante a adolescência. Este é outro exemplo de por que não é possível ter um macaco como animal de estimação.

Normalizar a situação

O que acontece quando compartilhamos vídeos de um chimpanzé resgatado como este? Fazemos uma divulgação e publicidade gratuitas para o centro em questão, além de normalizar imagens nas quais um animal selvagem é visto em uma casa, com roupas e brincando com as pessoas.

Dessa forma, estamos normalizando o fato de ele estar vivendo em um lugar muito distante de onde tigres, leões ou chimpanzés deveriam viver, de seu habitat natural.

Chimpanzés na selva

Embora seja um chimpanzé resgatado, a verdade é que isso não parece justificar o seu uso como um macaco de circo. Cabe dizer que, em muitos países, animais como estes são apreendidos e qualquer zoológico pode recebê-los afirmando tê-los resgatado.

No entanto, que condições são oferecidas a esses animais? Quais atividades os centros realizam com eles? Infelizmente, nem tudo que parece um resgate de animais é um resgate de fato.

Então, se você teme compartilhar esse tipo de conteúdo nas redes sociais, o que você deve fazer é muito simples. Não compartilhe imagens que incluam animais silvestres em ambientes humanizados, usando roupas ou em um sofá abraçando um cachorro, por exemplo.

Compartilhe vídeos e imagens em que eles apareçam no seu habitat natural, para não incentivar a sua posse. Além disso, lembre-se de que qualquer centro de resgate sério vai criar esses animais com membros da sua espécie.