Remédio contra o medo de fogos de artifício

Quando se aproximam as festas de Natal e de fim de ano, aproveitamos para avistar o céu cheio de cores. Alguns espetáculos de fogos de artifício são realmente muito bonitos. 

No entanto, alguns membros da família não aproveitam tanto: são os bichos de estimação da casa, principalmente, os cães, que costumam passar muito mal. Além disso, grande percentual deles fica aflito, uma situação de angústia realmente desagradável.

Muitos cães sentem tanto pânico que apresentam taquicardia, nervosismo fora do comum, além de não conseguirem ficar quietos. Nesses momentos, é possível que eles salivem mais do que o normal, comecem a latir, gemer e reclamar, como uma forma de expressar o estresse a que se veem submetidos. Eles chegam, até mesmo, a cavar o chão ou tratam de fugir do lugar, embora não saibam de que estão fugindo.

Assim, o barulho do estouro dos fogos de artifício gera esse estado de estresse e ansiedade nos cães. Geralmente, o barulho não se dá de uma vez só, mas é um estrondo contínuo. Mesmo assim, vale mencionar que, embora também seja um som contínuo, muitos cães gostam de música.

Uma invenção que vai aliviar o desconforto que os cães sentem nas festas de final de ano

O medo dos fogos de artifício diminui a qualidade de vida do cachorro. As consequências podem repercutir tanto na sua saúde física quanto mental. Por causa disso, um grupo de pesquisadores da Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos, criou um remédio para combater o estresse causado pelos fogos de artifício.

dono oferecendo flores ao cão

Trata-se de um gel ministrado via oral, elaborado à base de dexmedetomidina. Seu efeito é sedativo e analgésico, e foi formulado para ser ministrado pelos donos seguindo as orientações prévias do veterinário.

  • O estudo original foi publicado na revista científica Veterinary Record.

Os testes do fármaco contra o medo de fogos de artifício demonstraram sua eficácia. O estudo foi realizado em dezembro do ano de 2012, tendo como amostra 182 cães, cujos históricos registravam sintomas de medo do som dos fogos de artifício.

O resultado trazido à tona pelos testes revelou que 72% dos cães que tomaram o remédio responderam de maneira favorável. As reações próprias dos cães assustados foram minimizadas: tremores, respiração ofegante, nervosismo, uivos, incontinência urinária, etc.

Efeitos colaterais

Uma das principais preocupações dos donos ao ministrar um remédio novo como esse são os efeitos colaterais que ele pode apresentar.

Felizmente, o gel de dexmedetomidina não causou nos cães efeitos sedativos clínicos importantes. Isso é a chave, já que ninguém quer que seu bicho de estimação fique desorientado ou sem conseguir coordenar os próprios movimentos.

Conselhos para lidar com o medo dos fogos de artifício

Por hora, o gel de dexmedetomidina está disponível para compra apenas no Reino Unido. Até que seu uso se espalhe pelo resto do mundo, existem algumas recomendações que podem ser levadas em consideração. Elas podem ajudar tanto os donos quanto os bichos de estimação a superar o medo dos fogos de artifício, elas são as seguintes:

Passeios terapêuticos. Os passeios ajudam a controlar o estresse e mantêm o cão mais calmo. Recomenda-se levá-lo para passear de correia presa à coleira com identificação, pois se o animal sair correndo quando escutar o som dos fogos de artifício, vai ser mais fácil controlá-lo.

Manter a calma. Às vezes, os donos, sem querer, deixam o animal alterado, dando-lhes mimos fora do comum. Consolam-no ou antecipam o momento dos fogos de artifício como se estivesse a ponto de acontecer uma catástrofe.

dona fazendo carinho no cão

Ficar por perto. O cão não deve ficar sozinho nem isolado durante a queima dos fogos de artifício. De preferência, ele deve ficar no local da casa mais afastado do barulho dos fogos de artifício.

Reduzir o barulho. Embora não possamos controlar as circunstâncias externas, é possível fechar nossas portas e janelas na hora da queima dos fogos de artifício.

Música. A música relaxante é capaz de diminuir os níveis de tensão em alguns cães. É questão de tentar, mas não na hora da queima dos fogos, mas sim antes. Na Internet é possível encontrar links com música específica para cães.

Brinquedos. Outro método anti-estresse são os brinquedos para morder. Assim como as pessoas relaxam ao apertar outros objetos para esse fim, os cães relaxam mordendo objetos.

Procurar o veterinário. Às vezes, os cães sentem um medo tão incontrolável dos fogos de artifício que podem se machucar. O especialista pode prescrever medicamentos ou medidas especiais para que o cão fique seguro.

Recomendados para você