O que os sapos comem?

Os sapos são anfíbios anuros muito amigáveis e inofensivos. De qualquer modo, são predadores que baseiam sua dieta em seres vivos. Você quer saber o que os sapos comem?
O que os sapos comem?

Última atualização: 05 setembro, 2021

Os sapos são anfíbios que despertam ternura graças ao seu tamanho reduzido, aos seus olhos esbugalhados e à sua aparente fragilidade. Eles têm a pele muito fina e a boca grande quando comparada ao resto do corpo, o que lhes confere um formato cômico, digno de um desenho animado. No entanto, não há nada de adorável em seus hábitos alimentares: você quer saber o que os sapos comem?

Esses animais são eminentemente predadores, embora seus hábitos alimentares mudem ao longo da vida, com diferenças notáveis sendo observadas antes e depois da metamorfose. A seguir, vamos contar tudo o que você precisa saber sobre a dieta desses amigáveis animais. Não perca!

O que são os sapos?

Antes de mergulhar no cardápio dos sapos, achamos interessante situá-los na taxonomia, já que geralmente há muito desconhecimento sobre eles. Os sapos pertencem à classe dos Amphibia, que também inclui salamandras, tritões e cobras-cegas. São especificamente anfíbios anuros, pois não têm cauda e têm o corpo achatado, ao contrário dos urodelos.

Estima-se que 88% dos anfíbios sejam classificados como anuros, grupo que reúne mais de 7100 espécies divididas em 55 famílias. Nesse ponto, deve-se notar que o termo sapo faz referência a qualquer espécie dentro da ordem Anura, independentemente de suas características vitais ou da aspereza de sua pele. Na verdade, as diferenças entre “sapo” e “rã” com base em suas características corporais é incorreta do ponto de vista científico.

Costuma-se dizer que as rãs são mais magras, com membros posteriores mais evidentes, a pele mais lisa e hábitos eminentemente aquáticos. Por outro lado, os sapos teriam pele mais áspera, seriam mais achatados e se movimentariam em ecossistemas mais secos. Isso não é totalmente verdade, já que alguns “sapos” (como os do gênero Atelopus) têm uma conformação lisa e delgada, quase igual à de uma típica “rã”.

Assim, podemos dizer que os únicos “sapos verdadeiros” são aqueles pertencentes à família Bufonidae, enquanto todos os outros anuros poderiam ser considerados rãs, embora isso também não seja verdade em termos taxonômicos. Os grupos que compreendem a maioria das “rãs” típicas são os seguintes: Craugastoridae (850 espécies), Hylidae (724 espécies) e Microhylidae (688 espécies).

 

O que os sapos comem?

Agora que você já sabe como esses tipos de anfíbios são classificados na taxonomia, estamos prontos para responder à pergunta sobre o que os sapos comem. Vamos fazer uma distinção entre suas escolhas alimentares de acordo com o estágio de vida, uma vez que a dieta de um girino nada tem a ver com a de um animal adulto. Vamos lá!

O que os girinos comem?

O termo “girino” designa o estágio larval dos anfíbios anuros. Essas larvas são totalmente aquáticas, possuem guelras recobertas por pele (formando uma câmara opercular) e possuem uma cauda muito evidente, que usam para nadar fazendo movimentos de ondas laterais. O tamanho dos girinos varia muito entre as espécies.

A maioria dos girinos são herbívoros e se alimentam de algas que se acumulam nas rochas e nos sedimentos de rios, lagos ou fontes de água perecíveis. Eles também podem se alimentar de matéria orgânica animal em decomposição, como pedaços de vertebrados ou insetos afogados. Os girinos têm um intestino em espiral muito alongado, o que lhes permite um maior grau de absorção nutricional.

Algumas larvas da família Microhylidae se alimentam por filtração, nadando pela coluna d’água e obtendo o plâncton microscópico em suspensão. Por outro lado, algumas das poucas rãs que possuem girinos predadores são as da família Ceratophryidae. Graças às suas bocas enormes, são capazes de comer insetos, pequenos peixes e artrópodes.

O que os sapos adultos comem?

A resposta dessa vez é muito mais simples: todos os sapos são predadores. Isso significa que eles se alimentam de animais vivos, caçando-os geralmente através de estratégias do tipo sit and wait. Por serem seres muito desajeitados, os anfíbios tendem a ficar parados e esperar que uma presa passe na sua frente, prendendo-a com sua língua pegajosa ou usando outros mecanismos.

Seja como for, a dieta de um sapo varia drasticamente dependendo do ambiente em que habita. A seguir, trazemos mais detalhes sobre as escolhas alimentares desses anuros dependendo do habitat em que são encontrados, usando algumas espécies principais como exemplos.

Alimentação dos sapos aquáticos

O sapo aquático por excelência é o Xenopus laevis. Esse anuro nunca sai da água, embora possa resistir a longos períodos de dessecação, enterrando-se na lama. É uma espécie predadora e necrófaga, pois leva à boca todo o tipo de carne que encontra, viva ou morta.

Xenopus laevis se guia por sua linha lateral sensorial, seus dedos extremamente sensíveis e seu olfato para detectar sua presa. Graças à bomba hiobranquial que apresenta em sua boca, esse anfíbio suga suas vítimas “engolindo” água sem muita dificuldade. Ele se alimenta principalmente de peixes, larvas de insetos, artrópodes caídos e pedaços de carne morta.

 

Descubra o que os sapos comem?

Alimentação dos sapos terrestres

O que os sapos que ocupam ambientes aquáticos e terrestres comem em comum? Se tomarmos como exemplo a espécie Rana temporaria, descobriremos que esse anuro amigável se alimenta de larvas de insetos, isópodes, aranhas, caramujos e vermes. Além de invertebrados aquáticos, também recorre a invertebrados terrestres que se escondem sob as rochas e no substrato.

A dieta dessa espécie depende muito da época do ano.

Alimentação dos sapos arborícolas

Ao contrário dos exemplos já citados, alguns anuros passam muito tempo entre galhos de árvores e arbustos próximos a fontes de água, sendo Hyla cinerea um dos exemplos mais citados. Esses sapos, devido ao seu nicho biológico, se alimentam principalmente de moscas, mosquitos e outros insetos alados.

O que comem as rãs das árvores?

Como você pode ver, as respostas sobre o que os sapos comem são um pouco mais complexas do que você poderia imaginar. Em resumo, os girinos geralmente são herbívoros, enquanto todos os anuros são predadores de artrópodes e pequenos vertebrados, embora seus hábitos alimentares variem de acordo com sua localização geográfica e sua função no ecossistema.

This might interest you...
Os sapos são venenosos?
Meus Animais
Leia em Meus Animais
Os sapos são venenosos?

Os sapos são venenosos, pois produzem bufotoxinas neurotóxicas de natureza defensiva cujo objetivo é afastar predadores. Saiba mais aqui!



  • Hirai, T. (2002). Ontogenetic change in the diet of the pond frog, Rana nigromaculata. Ecological Research, 17(6), 639-644.
  • Beard, K. H. (2007). Diet of the invasive frog, Eleutherodactylus coqui, in Hawaii. Copeia, 2007(2), 281-291.
  • Olson, C. A., & Beard, K. H. (2012). Diet of the introduced greenhouse frog in Hawaii. Copeia, 2012(1), 121-129.
  • Parker, M. L., & Goldstein, M. I. (2004). Diet of the Rio Grande leopard frog (Rana berlandieri) in Texas. Journal of Herpetology, 38(1), 127-130.