7 brinquedos não recomendados para cães

Se você quiser ter tranquilidade quando o seu cão brinca sozinho, deve conhecer os brinquedos não recomendados para cães. É sempre melhor prevenir do que remediar.
7 brinquedos não recomendados para cães

Última atualização: 15 Maio, 2021

O lazer com o seu cão pode ser uma fonte de alegrias infinitas, mas se houver objetos envolvidos, é muito importante que você conheça os brinquedos não recomendados para cães. Muitos deles podem causar acidentes realmente graves a curto e longo prazo.

Para escolher um brinquedo para seu cão, você deve levar em consideração vários detalhes importantes que encontrará expostos ao longo dessas linhas. Se você seguir essas dicas, terá garantido o bem-estar do seu cão nas horas de lazer.

A necessidade dos brinquedos para os cães

O entretenimento e a ativação fisiológica dos cães se baseiam principalmente na brincadeira. Mesmo o enriquecimento sensorial geralmente vem na forma de brinquedos com cheiro ou desafios cognitivos.

Há momentos em que seu cão deve brincar sozinho porque você não pode dar atenção ou simplesmente porque ele deve aprender a ser independente. Portanto, todo cão deve ter pelo menos alguns brinquedos para se divertir sozinho.

Outra utilidade é que, no caso de cães que ficam entediados com facilidade ou sofrem de ansiedade, os brinquedos funcionam como um ponto de referência para liberar essa tensão emocional. Isso é muito útil para evitar a destruição de móveis domésticos que os tutores tanto temem.

Por que os cães gostam de ter a barriga coçada?

Considerações ao escolher um brinquedo para o seu cachorro

Todo cachorro tem suas preferências quando se trata de brinquedos. Depois de saber quais são seus gostos, você deve levar em consideração os seguintes pontos:

  • Os brinquedos têm que poder ser desinfetados facilmente: pense que os cães costumam brincar com a boca, por isso é importante não deixar acumular muita sujeira no que eles mastigam.
  • O brinquedo deve ser feito de materiais adequados e não tóxicos: cada cão tem um nível de atividade, hábitos e idade. Por exemplo, brinquedos de borracha podem ser muito duros para um filhote sem dentição permanente, e um bicho de pelúcia também não é adequado para cães que destroem as coisas.
  • O tamanho do brinquedo deve corresponder ao do seu cão: brinquedos muito pequenos correm o risco de serem ingeridos, o que pode levar a uma emergência veterinária.
  • Os itens de entretenimento dos cães não devem conter peças pequenas, afiadas ou que se soltem facilmente.
  • Alguns brinquedos só são adequados sob supervisão, como aqueles feitos com corda trançada.
  • Olhe nas etiquetas para ver se os brinquedos foram feitos especificamente para cães. Isso garantirá que todas as exigências acima sejam cumpridas.

7 brinquedos não recomendados para cães

Agora que você já sabe quais são os brinquedos mais seguros para o seu cão, é necessário saber também o que não deve ser usado como brinquedo. A cultura popular promove certos costumes que fazem com que as clínicas veterinárias estejam acostumadas a atender as mesmas emergências. Se você quiser saber quais são, continue lendo.

1. Brinquedos danificados

Muitos cães desenvolvem uma preferência por alguns brinquedos, fazendo com que se desgastem muito mais rapidamente. Embora possa ser um pouco difícil tirar o objeto favorito de um animal de estimação, pense que com o tempo aumenta o risco de que esse brinquedo solte peças que podem ser engolidas ou inaladas.

Não se deixe abalar pelo fato de o seu cachorro ficar um pouco triste por perder o brinquedo. Certamente você encontrará outras opções muito mais seguras que ele vai adorar: afinal, os cães são animais que se adaptam em maior ou menor grau às mudanças.

2. Não recomendados para cães: brinquedos pintados

Os cães enxergam com cores e este é um fator que é levado em consideração na hora de fabricar brinquedos, mas os que são adequados não usam tinta em sua fabricação. A tinta pode acabar sendo ingerida pelo cão e ser altamente tóxica, pois contém substâncias muito nocivas, como o chumbo.

Infelizmente, isso não é regulamentado atualmente quando se trata de fabricar brinquedos, então você deve ter muito cuidado ao escolhê-los.

3. Discos voadores

Esse brinquedo tem opiniões a favor e contra. Usar um frisbee de plástico envolve certos riscos: por exemplo, o cão pode ser atingido e se machucar ou quebrá-lo e ingerir pedaços de plástico.

No entanto, atualmente existem discos voadores feitos especificamente para cães, fabricados com materiais flexíveis e difíceis de quebrar. Em todo caso, é um brinquedo que deve ser utilizado sempre sob supervisão.

4. Bolas de tênis

Essas bolas podem parecer adequadas para cães devido à sua flexibilidade e às suas cores vivas, além de ser uma opção mais barata. No entanto, a fibra de vidro incluída em sua fabricação pode danificar gravemente o esmalte dos dentes do cão.

Por outro lado, esses objetos esféricos quebram facilmente quando mastigados por cachorro destrutivos. Você se surpreenderia com a quantidade de pedaços de bolas de tênis removidos em cirurgias nos hospitais veterinários.

5. Brinquedos não recomendados para cães: objetos domésticos

Muitos cães têm mais curiosidade por objetos como bichos de pelúcia, chinelos ou meias do que por brinquedos. Algumas pessoas se conformam com o fato de seus cães se apropriem de alguns de seus pertences, mas isso pode representar um sério perigo.

Além de ser uma má opção devido ao risco de ingestão ou intoxicação, você também estará promovendo um comportamento destrutivo e possessivo em seu cão.

6. Pedras, gravetos e outros objetos encontrados no chão

Imagens virais de cães carregando um pedaço de madeira gigante e não conseguindo passar por alguma abertura são realmente engraçadas, mas, na vida real, deixar que esse objeto seja seu brinquedo do dia a dia pode ser muito arriscado. No caso dos gravetos, os maiores perigos são a ingestão de farpas ou pedaços que ficam cravados na gengiva.

Pedras e outros objetos, por outro lado, podem ser ingeridos pelos animais, com tudo o que isso acarreta. Além disso, imagine mastigar uma pedra. Como vão ficar seus dentes?

7. Ossos

Os ossos são outro dos alimentos mais associados à figura do cão. Essa tendência está presente no instinto do animal, já que os canídeos mastigam a matéria óssea de outros animais na selva para limpar seus dentes e comer o tutano, que fica dentro do osso.

No entanto, no caso do cão doméstico, dar um osso para entretê-lo tem mais perigos do que benefícios. Os cães mais ansiosos para comer podem engasgar com as farpas ou estas podem causar ferimentos ao passar pelo trato digestivo.

Os ossos não são brinquedos recomendados para cães.

 

Escolher um brinquedo adequado para o seu cão pode parecer uma odisseia depois de ler tudo isso, mas não se preocupe. Conhecendo o seu cão e sabendo de suas preferências e defeitos, basta procurar lojas especializadas e buscar o conselho de um especialista.

Pode interessar a você...
Os cães podem comer laranjas e tangerinas?
Meus AnimaisLeia em Meus Animais
Os cães podem comer laranjas e tangerinas?

Os cães podem comer laranjas e tangerinas sem problemas. Essas frutas têm muitos nutrientes e vitaminas essenciais. Saiba mais aqui!