7 dicas para refrescar seu cachorro

Os caninos são muito mais sensíveis ao calor do que os humanos e seu excesso pode trazer riscos vitais para eles. Felizmente, esses perigos podem ser evitados se você souber como refrescar seu cachorro no verão.
7 dicas para refrescar seu cachorro

Última atualização: 20 Maio, 2021

O calor afeta os cães muito mais do que os humanos. Por esse motivo, na primavera e no verão é normal que os cães percam o apetite ou seu ritmo fique mais lento. Saber refrescar o cachorro cão nas épocas mais quentes do ano é algo que, como tutor, você deve saber fazer.

Em casos extremos, as altas temperaturas podem se transformar em insolações e, portanto, em uma emergência veterinária. Para evitar essa situação extrema, confira a seguir 7 dicas para refrescar seu cachorro. Não perca!

O calor nos cães

Os cães são muito mais sensíveis ao calor do que ao frio, pois são animais capazes de regular a temperatura corporal para cima quando o ambiente está mais frio do que o normal (homeotermia). Contudo, como os mecanismos de dissipação de calor em canídeos são mais escassos, nos dias quentes é importante ajudá-los a se refrescar.

Segundo a revista Muy Interesante, os caninos não transpiram da mesma forma que nós, humanos. Eles transpiram por meio das almofadas das patas e, de forma acessória, regulam sua temperatura por meio da respiração ofegante.

A Revista Frisona nos conta que quando um organismo detecta um aumento na temperatura, a frequência respiratória aumenta, a fim de resfriar o corpo com o ar inspirado. Os vasos sanguíneos se dilatam para dissipar o calor, e a frequência e a intensidade dos batimentos cardíacos são aumentadas para manter a pressão arterial.

Uma insolação começa exatamente com um aumento repentino da temperatura corporal, cujos sintomas aparecem na forma de respiração rápida e de boca aberta. De acordo com a  Fundación Affinity, a língua do cão em risco pode ficar com uma cor vermelha intensa, o animal terá tendência a vomitar, apresentará tremores e pode até chegar a perder a consciência.

Para evitar que seu animal de estimação sofra de insolação, você deve compreender sua fisiologia e suas necessidades. Siga as dicas a seguir para manter seu cão refrescado durante as épocas mais quentes do ano.

 

Um cachorro no verão com mosquitos

1. Não corte seu pelo, escove-o

Cortar o pelo do cachorro ou raspá-lo não vai trazer mais frescor. Na verdade, acontece o contrário: o animal ficará mais exposto, pois o pelo serve para proteger o cão do sol ou de insetos.

Quando chegam as altas temperaturas, o cão se desfaz por conta própria do subpelo ou do pelo – que o aquece no inverno. A escovação é uma boa opção para ajudar a eliminar esse tipo de pelagem e assim poder refrescar o cão de forma adequada.

2. Água, o elemento essencial para refrescar seu cão

Mantenha o bebedor na sombra com água limpa e fria. Esse conselho se aplica não apenas para o verão, mas para todo o ano. Todo animal de estimação deve ter uma fonte de água purificada todos os dias, pois esse líquido é essencial para a manutenção da vida.

De vez em quando, confira se o bebedouro está cheio de água. Além disso, você pode colocar mais de um bebedouro na casa, especialmente perto do local onde o cão costuma descansar. Se notar que está muito quente, também pode esfriar com uma esponja embebida em água na cabeça e no tronco do animal.

3. Brinquedos para refrescar seu cachorro

Esses tipos de brinquedos não só servem para refrescar o seu cão, mas também para diverti-lo. Dentro desse grupo, existem pequenas piscinas, bolas que expelem água ou ossos mastigáveis que ficam na geladeira para esfriar. Além disso, no mercado você encontra outros acessórios, como bebedouros, mantas, coletes e camas refrescantes.

4. Não passeie com o cachorro nas horas mais quentes

Evite fazer exercícios, brincar ou caminhar com seu canino entre, aproximadamente, às 12h e às 16h. Por outro lado, tome cuidado para não escolher uma coleira que impeça o animal de ofegar. Como já dissemos, esse é o principal mecanismo de dissipação de calor em canídeos.

Se você sair de casa com seu animal nos horários mais aconselháveis e menos quentes, leve um bebedouro portátil consigo e evite exercícios intensos. Se o seu cão gosta de nadar, não perca a oportunidade, pois esse é um dos poucos exercícios físicos que não tem relatado nenhum risco de insolação.

Além disso, nunca deixe o cachorro trancado no carro. Durante as viagens, faça paradas para hidratar e verificar se o animal está bem.

5. Prepare sorvete caseiro para refrescar seu cachorro

Você também pode colocar cubos de gelo no bebedouro. O gelo é adequado para os cães, mas a água muito fria não. Você também pode usar um molde de sorvete ou um recipiente de plástico e congelar a água com alguns grãos de concentrado. Mergulhe o sorvete na água antes de dar ao cão, para que a língua dele não fique colada.

6. Proteja-o do sol direto

Além de não sair para passear nos horários mais quentes, também é importante que seu cão tenha um local fresco e com sombra onde ele possa descansar. Um ventilador ou ar-condicionado também pode ajudá-lo a lidar com o calor dentro de casa.

Se o seu cão estiver exposto ao sol a qualquer hora, aplique protetor solar no nariz, nas orelhas,no rabo e em outras áreas do corpo que não tenham pelos. Isso evitará que queimaduras e ferimentos de longo prazo apareçam no corpo do cão.

7. Alimente-o em horários adequados

No calor, o apetite dos cães diminui, por isso alimente-os nas horas mais frescas do dia, como pela manhã ou à noite. Você também pode aproveitar essa estação para adicionar frutas e vegetais ricos em água ao cardápio.

 

Um cachorro comendo melancia.

Cuidar do seu cão e saber o que é melhor para ele é muito importante para o seu bem-estar. Seguir essas dicas ajudará você e seu cão a enfrentar um verão agradável e fresco, a salvo da insolação.

Pode interessar a você...
É benéfico cortar o pelo dos cães por causa do calor?
Meus AnimaisLeia em Meus Animais
É benéfico cortar o pelo dos cães por causa do calor?

No verão, pode surgir a dúvida se é benéfico cortar o pelo dos cães por causa do calor. Esse problema é mais comum do que o esperado.