Seu cão é um bom caçador? Saiba aqui!

· abril 15, 2018
De acordo com a raça, este instinto pode estar mais ou menos presente no DNA, sendo algo transmitido de geração em geração. Também pode ser observado seu comportamento, já que o traço genético será maior se ele tende a rastrear e cheirar o chão sem levantar a cabeça enquanto passeia. Saiba a seguir se seu cão é um bom caçador.

Tem observado seu cão muito concentrado nos movimentos das aves ou insetos nos parques e ruas? Nossos amigos herdaram certos comportamentos instintivos, como a caça e o pastoreio, de seus antepassados selvagens. Para saber se seu cão é um bom caçador, te convidamos a conhecer como o instinto de caça se expressa nestes animais.

O que é o instinto

O instinto aparece como um motor natural que impulsiona todos os seres vivos, permitindo sua sobrevivência. Graças a ele, um ser vivo pode atuar frente aos diversos estímulos em volta de si, como sons e imagens.

Como é inerente à natureza de todos os animais, o instinto é definido como uma “força pura”. Esta força atua de forma cíclica, sendo ao mesmo tempo a causa e a consequência de todas as ações de um animal. Cada comportamento instintivo é uma expressão completa do instinto, desde o princípio até sua conclusão.

Certos comportamentos gerados a partir do instinto, que aparecem como capacidades adaptativas, são transmitidos geneticamente entre os animais. Estes hábitos e comportamentos passam de geração em geração como uma habilidade de adaptação a seu entorno, que garante sua sobrevivência. O instinto de caça, por exemplo, foi crucial para permitir a nutrição de lobos e cães selvagens.

Caçador com seus cães

Alguns filhotes de determinadas raças podem demonstrar um impulso natural para desempenhar certas funções sem ter recebido qualquer treinamento. Os Border collie, por exemplo, podem começar a pastorear naturalmente a partir de seus dois ou três meses de vida.

O instinto de caça em cães

Historicamente, cães e homens caçam juntos através do uso de suas capacidades para obter uma melhor jornada de caça. Sozinhos, homens e cães eram fortes, mas vulneráveis. Juntos, somavam racionalidade, instinto e lealdade para cuidar de suas famílias. Uma relação destinada ao êxito desde o princípio.

Quase todos os cães preservam seu instinto de caça em seu DNA, apesar de não precisarem perseguir ou abater uma presa para se alimentar. No entanto, algumas raças demonstram uma maior predisposição e facilidade para a caça. Os cães mais antigos, como o Chow ou o Husky siberiano, geralmente mostram estes instintos bem marcados na atualidade, apesar de terem evoluído em determinadas atitudes.

Como saber se o seu cão é um bom caçador

É possível saber se seu cão é um bom caçador observando sua herança genética e seu comportamento. A seguir, damos algumas dicas para reconhecer facilmente o instinto de caça em seu melhor amigo.

Leve em consideração sua predisposição genética

Como já mencionamos, o comportamento instintivo da caça está fortemente impresso nos genes de algumas raças. Portanto, a herança genética pode ser um excelente indicador para descobrir se seu cão é um bom caçador.

Cachorro de pelo ruivo

Se seu animal de estimação é um Terrier, Braco, Perdigueiro, Pointer, Setter, Retriever ou Spaniel, é provável que exiba um forte instinto caçador. Além disso, os Beagles, os Dachshunds e os Dálmatas também demonstram grande interesse pela caça.

Por outro lado, se você adotar um belo mestiço, poderá averiguar se seu peludo possui algum parentesco com as ditas famílias caninas. Porém, será mais simples e eficaz observar seu comportamento para identificar certas atitudes de caça.

Observe o comportamento de seu cachorro

Independentemente de sua raça, idade ou sexo, qualquer cão pode demonstrar predisposição para a atividade da caça. Portanto, para saber da melhor forma se seu animal caça bem, observe cuidadosamente seu comportamento.

Os cães caçadores possuem um olfato mais desenvolvido que os demais cães. Os peludos geralmente cheiram os elementos em volta de si de forma quase obsessiva na busca de algum rastro de possíveis presas. Se seu cão fareja constantemente a terra, a vegetação, o ar ou todos os cantos do lar, este é um dos sinais mais evidentes de seu instinto de caçador.

Cão farejando

Além disso, cães com o instinto de caça bem desenvolvido quase nunca levantam suas cabeças para passear. Como resultado, seus sentidos estão concentrados na terra, onde geralmente escondem suas presas naturais.

Por outro lado, se seu cão for um bom caçador, provavelmente ele ficará atento aos movimentos de qualquer animal no mesmo ambiente. Nos casos mais extremos, pode até tentar fugir, se descontrolar e desobedecer seu dono para perseguir pássaros, insetos ou pequenos roedores.

Estas atitudes de descontrole não devem ser estimuladas em nenhum cão, independente de seu tamanho ou raça. Um cão obstinado em capturar uma presa pode representar um risco para os animais e pessoas com os quais compartilha o mesmo ambiente.