Seu hamster morde? Saiba como evitar isso!

· dezembro 1, 2018

Esses roedores podem apresentar esse comportamento por diferentes razões, relacionadas a uma mudança de ambiente, doença, falta de higiene ou má alimentação. Saiba o que fazer se seu hamster morde.

Hamsters tornaram-se um dos animais de estimação favoritos das crianças. Seu pequeno tamanho permite que eles se adaptem facilmente a apartamentos pequenos.

Além disso, geralmente requerem cuidados relativamente mais simples do que um cão ou gato. Embora existam muitos momentos gratificantes e divertidos, a interação com esses pequenos companheiros pode ser prejudicada quando o hamster morde.

Embora as mordidas não sejam geralmente dolorosas, esse comportamento não é desejável e nem deve ser ignorado.

Para os proprietários atuais ou futuros de um hamster, aqui estão algumas dicas para evitar que o roedor morda.

Por que o seu hamster morde?

Na verdade, hamsters podem morder por diferentes razões. Geralmente, esse comportamento agressivo aparece como uma forma de defesa, quando o animal se sente vulnerável ou ameaçado.

Mas também pode ser o resultado de uma socialização deficiente.

Hamster mordendo livre

Especialistas dizem que há três causas principais para explicar por que um hamster morde: genética, educação e socialização e estado de saúde.

Primeiro, devemos considerar que existem várias raças de hamsters e algumas são naturalmente mais sociáveis, enquanto outras são mais reservadas e reativas.

Além da genética, o comportamento de um hamster também depende da educação e socialização oferecidas por cada dono.

Infelizmente, muitas pessoas ainda acreditam que os roedores não precisam ser educados. Isto, na prática, é um mito e pode gerar sérios problemas de comportamento em hamsters.

Por isso, é essencial notar que hamsters exigem atenção em sua educação e socialização, bem como cães e gatos.

Durante as primeiras semanas de vida, os roedores devem aprender a se relacionar positivamente com as pessoas e outros animais em seu ambiente.

Além disso, podem morder quando se sentem fracos devido a alguma patologia que lhes causa dor ou afeta seus sentidos.

O estado de vulnerabilidade pode fazer com que o animal se isole e evite contato com humanos e outros animais.

Quando percebemos que nosso hamster morde e se tornou mais agressivo em sua gaiola,  é importante ir rapidamente ao veterinário para o animal aprenda diretrizes de comportamento a tempo.

Dicas para evitar que o seu hamster morda

O hábito de morder deve ser evitado, assim como qualquer outro comportamento agressivo. Para isso, é essencial que o dono tenha paciência e o conhecimento necessários para ensinar seu roedor.

Aqui estão algumas diretrizes básicas para evitar que o seu hamster morda:

Incentive a adaptação à nova casa

A princípio, os primeiros dias do animal na nova casa serão especialmente delicados. A mudança de ambiente gera desconfiança e o hamster ficará mais reservado.

Hamster em gaiola

Durante a primeira semana, a interação com as pessoas deve ser lenta e gradual, sempre incentivando os roedores a se aproximarem de nós à vontade.

Para atraí-los, podemos usar um doce natural, como pedaços de fruta ou sementes de sua preferência. E nunca devemos forçá-los a se aproximarem ou brincarem quando se sentirem amedrontados.

Ofereça uma comida de excelente qualidade

Hamsters precisam de uma nutrição completa e equilibrada para preservar sua boa saúde e evitar qualquer comportamento agressivo.

Hamsters são animais onívoros, cuja dieta é baseada principalmente em boas proteínas e gorduras de origem animal e vegetal.

Em lojas de animais, há misturas já preparadas para hamsters, mas também é interessante incorporar alimentos frescos à sua dieta.

Sementes, nozes, frutas, legumes, pedaços de presunto e queijo magro, etc. Sempre busque a orientação de um veterinário antes de fazer qualquer mudança na dieta do seu roedor.

Respeite os momentos do seu hamster

Mesmo que tenhamos vontade de brincar, é importante saber respeitar os momentos dos nossos roedores.

Hamsters precisam descansar, se exercitar, se alimentar e se divertir em um ambiente positivo e seguro. Portanto, não devemos despertá-los ou interromper seus momentos de lazer e diversão.

Prepare o ambiente ideal para o seu roedor

Além de escolher uma gaiola ideal para o seu roedor e condicioná-la, é preciso pensar no local ideal para ela.

Neste ambiente, o nosso hamster passará a maior parte da sua vida, por isso é essencial que ele se sinta seguro e confortável.

A gaiola não deve ser exposta demais, pois os hamsters são muito sensíveis ao frio e ao calor excessivo.

Também é importante manter hábitos de higiene sustentáveis, tanto na gaiola do seu pet como em casa.

Hamsters são animais naturalmente limpos e podem facilmente ficar doentes em ambientes sujos ou excessivamente úmidos.

Fornecer boa medicina preventiva

Embora os roedores não sejam vacinados como cães e gatos, eles também precisam de uma medicina preventiva adequada.

Juntamente com a comida de melhor qualidade, é essencial visitar um veterinário especializado a cada seis meses.