5 soluções caseiras para a coceira excessiva em cães

Alergias, infecções e mordidas são algumas das causas mais comuns de coceira em cães. Para oferecer alívio ao seu amigo peludo, você pode usar aveia coloidal e xampus emolientes.
5 soluções caseiras para a coceira excessiva em cães

Última atualização: 14 maio, 2024

Quando os cães apresentam coceira na pele, eles tentam obter alívio esfregando, lambendo ou mastigando a área afetada. A ação pode ser compulsiva, por isso é natural que os tutores desenvolvam ansiedade ao ver seu amigo peludo se coçar. Em alguns casos, é possível controlar a vontade com soluções caseiras para a coceira em cães, como camomila, compressas frias e óleo de coco.

Em primeiro lugar, você deve saber que existem muitas causas por trás desse fenômeno, que pode se manifestar de forma leve, moderada ou grave. Nesses últimos casos, é acompanhado de queda de cabelo e feridas abertas. Portanto, aconselhamos que você consulte previamente o seu veterinário, para priorizar o bem-estar do seu cão acima de tudo.

Causas de arranhões excessivos em seu cão

Os cães coçam excessivamente devido a diversos fatores que podem ser internos e externos. Saber o motivo da coceira, assim como aliviá-la, é fundamental para garantir o bem-estar e a saúde do seu pet. Afinal, o atrito constante pode causar lesões na pele que comprometem a saúde.

Embora as causas da coceira em cães sejam muito variáveis, deixamos uma seleção das mais comuns:

  • Alergias: os cães podem apresentar reações adversas a vários elementos encontrados em seu ambiente. As alergias mais comuns em cães são alimentos, picadas de pulgas, pólen, poeira, certos itens de limpeza da casa e ácaros.
  • Infecções: bactérias, fungos e outros microrganismos que, ao se reproduzirem de forma descontrolada, geram inflamação, vermelhidão e coceira intensa.
  • Ressecamento: pode ocorrer por fatores ambientais, como excesso de calor ou umidade, má qualidade da alimentação, banhos frequentes ou uso de produtos não indicados para uso animal, como sabonetes ou xampus.
  • Picadas: podem ser de pulgas, carrapatos, ácaros, mosquitos e outros parasitas que se alimentam de sangue. Todos mordem seu cachorro para conseguir comida, e esse simples ato causa grande coceira no animal. Como consequência, a dermatite acral pode se desenvolver em cães.
  • Outras causas: genética, estresse, ansiedade, falta de brincadeiras e outras doenças internas podem explicar o comportamento. Tudo isso faz com que o cão libere a tensão por meio de arranhões e lambidas frequentes.
Dado o espectro de condições que podem estar por trás dos arranhões excessivos em seu amigo peludo, é melhor consultar o seu veterinário assim que detectar a situação.

Assim, esse profissional poderá identificar a causa subjacente e, a partir dela, administrar o tratamento para coceira no cão. Como opção paliativa, principalmente quando se trata de casos leves, pode-se considerar algumas soluções caseiras.

As melhores soluções caseiras para coceira em cães

Agora que você sabe por que os cães coçam, é hora de conhecer algumas soluções naturais que podem proporcionar alívio. Lembre-se de que são paliativas. Portanto, não substituem a consulta com o veterinário e, muito menos, a terapia indicada por ele após o diagnóstico.

1. Aveia coloidal

A aveia coloidal é um dos remédios caseiros para coceira em cães.
Recomenda-se a aplicação de máscaras e banhos de aveia coloidal em cães com coceira. Créditos: iStockphoto.

Muito conhecida pelos seus benefícios para a nossa pele, também oferece benefícios para a pele do seu amigo peludo. Graças às suas propriedades hidratantes, calmantes, anti-inflamatórias e de limpeza, surge como um ingrediente caseiro para combater a coceira canina. Você pode usá-la de duas maneiras:

  • Máscara de aveia: basta misturar um pouco de farinha de aveia com água até obter uma pasta de consistência espessa. É aplicada na pele irritada, inflamada ou vermelha e deixada por alguns minutos antes de enxaguar.
  • Banho de aveia: antes de dar banho em seu cão, misture um pouco de aveia ou aveia em flocos com água morna e depois deixe seu cão de molho na banheira por 10 a 20 minutos.

2. Camomila

Toalha humana seca um cachorro após o banho com saquinhos de chá de camomila para aliviar a coceira.
Banhos com infusão de camomila aliviam a coceira em cães. Recomenda-se aplicar com pano ou mergulhar o cão na banheira. Créditos: BONDART/iStockphoto.

Essa planta possui propriedades calmantes e curativas muito interessantes. Na pele, tem efeito hidratante, calmante e anti-inflamatório. Como usá-la? É simples! Basta preparar uma infusão e deixar esfriar. Em seguida, aplique na pele do seu cão com a ajuda de um pano ou algodão.

Outra alternativa é tomar banhos para aliviar a coceira na pele dos cães. Para fazer isso, encha a banheira com água morna e deixe alguns saquinhos de chá nela por alguns minutos. Depois, basta retirá-los e mergulhar o seu cão na água para obter algum benefício calmante. Como outras soluções caseiras para coceira em cães, essa é uma terapia paliativa.

3. Óleo de coco

Humano aplica óleo de coco na área com coceira do cachorro.
A aplicação de óleo de coco sólido acalma a área afetada da pele do seu cão. Créditos: The Spruce / Charlotte Engelsen.

O American Kennel Club Pet Insurance endossa essa solução para ajudar a acalmar a pele irritada ou seca. É um ingrediente que vem a calhar para massagens e para ter um momento de relaxamento e tranquilidade com o seu amigo peludo.

As únicas recomendações são que seja isento de aditivos ou fragrâncias e que você tome cuidado com a quantidade que utiliza.

Da mesma forma, você deve ter cuidado para que o animal não o ingira lambendo ou mordendo a área afetada. Uma das formas de conseguir isso é através de alternativas ao colarinho elisabetano, como camisas ou mangas de recuperação cirúrgica. Tudo isso para evitar reação gastrointestinal após a ingestão.

Para utilizá-lo, coloque o óleo de coco na geladeira para que fique completamente sólido. Uma vez alcançado esse aspecto, aplique-o na pele do seu cão através de massagens suaves.

4. Compressas frias

Cachorro com compressa fria no início.
As compressas frias são eficazes no combate às manifestações dermatológicas do cão, como a irritação. Créditos: damedeeso/iStockphoto.

Está emergindo como uma das soluções caseiras mais simples para coceira em cães. É muito útil para aliviar reações cutâneas causadas por picadas de insetos, como as seguintes:

  • Inflamação
  • Irritação local
  • Vermelhidão

Para isso, basta embrulhar alguns cubos de gelo em um pano grosso ou toalha. Em seguida, aplique essa compressa na área afetada. É importante que você faça isso por 10 a 15 minutos para evitar maiores lesões na pele e desconforto em seu animal de estimação devido ao frio.

5. Xampus especiais

Tutora aplica shampoo especial em seu cachorro Jack Russell Terrier com coceira.
Os xampus emolientes são mais adequados para cães com coceira. Créditos: Natalia Duryagina/iStockphoto.

Nos casos de dermatite atópica canina, seu companheiro pode obter alívio através de um xampu suave e não irritante e água morna. Conforme relatado na BMC Veterinary Research, o banho com xampu emoliente contendo lipídios, açúcares complexos e antissépticos tem um efeito antipruriginoso modesto em cães com essa condição.

Pergunte ao seu veterinário qual xampu você pode comprar e, a menos que ele lhe dê outras instruções, dê banho em seu cão com ele uma vez por semana. Dependendo da pele do seu cão, você pode considerar xampus antisseborreicos e antissépticos.

Dicas para aliviar coceira e coceira em cães

As soluções caseiras ajudam a aliviar a coceira do seu cão. Como complemento, é fundamental que mantenha diariamente bons hábitos de higiene e cuidados, como os seguintes:

  • Higiene: do quarto, das mantas e de todos os elementos com os quais o seu cão entra em contacto. Inspecione se há pulgas, ácaros e outros parasitas que possam estar fazendo seu cão se coçar excessivamente.
  • Alimentação: alimentar seu animal de estimação de maneira equilibrada e adequada ajuda a melhorar o estado e a qualidade da pele e da pelagem.
  • Suplementos nutricionais: como ômega-3 e ômega-6, que ajudam a reduzir a inflamação, melhoram o sistema imunológico para evitar certas alergias e, em última análise, mantêm a saúde da pele.

Priorize o bem-estar do seu animal de estimação

Essas soluções caseiras para coceira em cães são úteis, simples e fáceis de colocar em prática em casa. Porém, são um alívio temporário e não substituem a consulta com um profissional veterinário. Se você notar que a coceira persiste, piora, não melhora ou há outras lesões, é hora de marcar uma consulta para diagnóstico e tratamento oportunos.


Todas as fontes citadas foram minuciosamente revisadas por nossa equipe para garantir sua qualidade, confiabilidade, atualidade e validade. A bibliografia deste artigo foi considerada confiável e precisa academicamente ou cientificamente.



Este texto é fornecido apenas para fins informativos e não substitui a consulta com um profissional. Em caso de dúvida, consulte o seu especialista.