Spirulina para cães: tudo que você precisa saber

fevereiro 8, 2020
A eficácia desses superalimentos depende da sua integração a um estilo de vida saudável.

O aumento da popularidade dos suplementos alimentares é um fato evidente. Sua variedade, fácil aquisição e diversidade de públicos levaram ao seu sucesso global. Um dos mais estabelecidos já expandiu o seu espectro de consumidores: a spirulina também está sendo usada para os cães.

A spirulina é o suplemento alimentar obtido a partir de algas microscópicas pertencentes ao gênero Arthrospira. Mais especificamente, as espécies mais utilizadas são Arthrospira maxima Arthrospira platensis.    

Há várias décadas, embora o seu uso como fonte de alimento remonte às civilizações astecas, ela se tornou um dos multivitamínicos mais consumidos. Seu alto valor nutricional tem a aprovação da Organização Mundial da Saúde como parte de uma dieta equilibrada.

Assim, entre os muitos adeptos, há quem se pergunte se os benefícios podem ser extrapolados para os animais. De fato, atualmente existem formulações específicas de spirulina para cães.

Mulher pesquisando spirulina

Benefícios da spirulina para cães

Este suplemento alimentar contém uma série de fitonutrientes exclusivos, tais como ficocianina, polissacarídeos e sulfolipídeos. É rico em antioxidantes carotenoides e sua característica cor verde se deve à presença de clorofila, essencial para a desintoxicação do organismo.

Além disso, esta é uma das melhores fontes de proteína vegetal absorvível, já que pode atingir até 60% de assimilação.

Tudo isto, juntamente com estudos in vitro, estudos com animais e depoimentos de consumidores, permitiu identificar os seguintes benefícios:

  • Fortalece o sistema imunológico. Cães que, devido ao estresse ou a outro tipo de patologia, apresentam baixa imunidade, têm o seu sistema metabólico afetado. A sensação de fraqueza e fadiga crônica pode ser amenizada com pequenas doses de spirulina para restaurar a sua energia. Seu efeito se deve ao fato de que ela melhora a comunicação celular e até mesmo aumenta o número de macrófagos, importantes para o combate a patógenos.
  • Melhora a saúde gastrointestinal. Facilita a digestão e a atividade intestinal, uma vez que estimula a flora bacteriana benéfica, tais como lactobacilos e bifidobactérias.
  • Reduz alergias. O sucesso de vários testes de laboratório, comprovados em animais e seres humanos, sugeriu até mesmo futuras aplicações para enfrentar alergias alimentares.
  • Outros possíveis benefícios da spirulina para cães. Alguns pesquisadores apontam para um possível uso na luta contra o câncer. Isso ocorre porque esse complemento parece estimular as células capazes de destruir tumores malignos. Além disso, os polissacarídeos presentes em sua composição também poderiam reparar o material genético danificado.

Como administrá-la?

Assim como qualquer suplemento alimentar, a spirulina para cães deve ser administrada na dose apropriada. Além disso, os seus efeitos serão visíveis apenas se ela for consumida juntamente com uma dieta equilibrada e um nível de atividade física correspondente. 

Cachorro esperando petisco

Existem muitos fabricantes e formatos de spirulina no mercado. Ao escolher um deles, é importante verificar se ele possui o credenciamento necessário e se a origem do produto foi especificada. Ao mesmo tempo, é preferível optar por formulações destinadas a cães, pois a dose já estará ajustada.

No entanto, sempre após consultar o veterinário, também é possível optar pela spirulina em pó. Nesse formato, os efeitos deste suplemento podem ser avaliados progressivamente e possíveis reações alérgicas podem ser identificadas.

Nesses casos, o melhor a fazer é misturar a quantidade recomendada com a alimentação usual, para camuflar o sabor amargo característico.

Em geral, os suplementos alimentares são uma alternativa saudável para fortalecer o organismo. No entanto, é preferível limitar o seu uso a determinados períodos ou situações, uma vez que uma alimentação equilibrada já deveria fornecer os nutrientes necessários para o bem-estar do animal.

  • Barf Cyprus. Spirulina for dogs. (2017). Recuperado de https://www.barfcyprus.com/spirulina-for-dogs/
  • Gómez, F. (2015). Madrimasd Blog. Introducción a la espirulina: Historia, aplicaciones y sistemas de cultivo. Recuperado de http://www.madrimasd.org/blogs/espirulina/2015/11/17/40/
  • Hogan, R. (S.f). Dogs Naturally. Is it safe to give dogs Spirulina? Recuperado de https://www.dogsnaturallymagazine.com/is-it-safe-to-give-dogs-spirulina/