Thai ridgeback: um cão de crista

· julho 29, 2018
Vinda da Tailândia, esta raça sempre se desenvolveu sem cruzamentos com outras. Pode atuar como caçador de pequenos animais, guardião ou simplesmente como animal de estimação.

O Thai ridgeback, ou cão de crista tailandês é uma raça pouco conhecida fora do seu país (Tailândia), exceto para os admiradores deste tipo de cão. Apresentamos a você uma das raças com uma característica física incomum, que a torna única.

História do Thai ridgeback

Esta raça é nativa do Leste da Tailândia e, atualmente, a maioria de seus espécimes ainda vive lá. Não há documentos que nos informem quando o Thai ridgeback surgiu, embora cães semelhantes possam ser rastreados até três séculos atrás.

O Thai ridgeback foi criado naturalmente: isto é, nenhum cruzamento foi feito com o propósito de gerar uma certa aparência física ou de melhorar sua personalidade. Devido ao isolamento do Leste da Tailândia com o resto do país e, também, do continente, esses cães evoluíram sem misturar seus genes com outras raças.

Esta raça de cão não tinha um trabalho específico para executar: pelo contrário, cumpre pequenas funções, mas não é especializado em nenhuma delas. Para começar, ele é um caçador de pequenos animais, como ratos e cobras, que podem ameaçar a casa. Ele também é um cão de guarda e, claro, um grande companheiro.

Características do Thai ridgeback

O Thai ridgeback é um cão de pelos curtos, de tamanho médio e um pouco mais comprido que alto. A característica que dá nome à raça, e que o torna um cão especial, é que a coluna vertebral, nos quartos traseiros se projeta para formar uma crista.

Quanto à sua cabeça, o Thai ridgeback tem um crânio plano e o focinho é alongado e em forma de cunha. Rugas aparecem na testa quando relaxadas, as orelhas eretas estão acima da cabeça. Eles geralmente têm uma língua manchada e que pode ficar completamente preta ou azul.

Thai ridgeback raça

É um cão magro, mas musculoso, com a curva do ventre bem marcada e o peito profundo. O pescoço é forte e, também, pode criar rugas quando a cabeça está levantada. A cauda é reta e fina, de alta inserção e na forma de um chicote.

Eles só podem ter uma única cor: vermelho, preto, cinza azulado ou bege. Os pelos que crescem sobre a crista devem fazê-lo na direção oposta da do resto da pelagem, para acentuar bem a área.

Comportamento do Thai ridgeback

O Thai ridgeback é um cão versátil que tem uma grande capacidade de adaptação. Ele é um cão que trabalhou como guardião, então ele é muito ligado à sua família e desconfia de estranhos, até que ele perceba que estes são bem-vindos.

No entanto, é uma raça de cão primitiva, por isso tende a ser teimosa e obstinada. Eles também são animais energéticos, que gostam de brincar com outros cães, porém três caminhadas de qualidade por dia geralmente são suficientes para cobrir suas necessidades.

Thai ridgeback

Devido ao seu caráter primitivo, o treinamento tradicional ou o uso de punições não funciona com esta raça de cães. Por outro lado, uma educação ou um treinamento positivo, que busque a colaboração do cão, e que disfarce as ordens com brincadeiras, será muito bem-sucedido.

Cuidados com o Thai ridgeback

Ao contrário de outras raças de cães de crista, como o Rhodesiano Thai Ridgeback não tem doenças hereditárias. No entanto, a forma incomum de sua coluna poderá levá-lo a desenvolver a displasia de quadril.

De qualquer forma, é necessário fazer visitas regulares a um veterinário de confiança, que estabeleça os tratamentos preventivos que ele considere necessários. Da mesma forma, você deverá manter em dia o cronograma de vacinação e de desparasitação.

Graças aos seus pelos curtos, os cuidados com a pelagem limitam-se à escovação frequente durante os tempos de troca, para ajudá-lo a se livrar dos pelos caídos. Devido à sua pele solta que forma as rugas, alguns exemplares podem desenvolver irritações e outros desconfortos, por isso é necessário fazer revisões externas frequentes, para descobrir esses problemas assim que surgirem.

O Thai ridgeback é um cão com uma característica especial, que ele compartilha com poucas raças: a crista nos quartos traseirosSeus pelos curtos, mas com cores bem definidas, ajuda este cão a ter uma aparência e um aspecto únicos.