Tosa inu: a união entre a Europa e a Ásia

· agosto 30, 2018
Fruto do cruzamento de várias raças, este cão tem grandes qualidades como guardião. Ele é muito fiel, amoroso e protetor com sua família.

O Tosa inu é um cão de aparência imponente, criado a partir de uma seleção de raças europeias e asiáticas para atender a um trabalho muito específico. A seguir, saiba mais sobre esse belo cão molosso.

História do Tosa inu

Tosa inu é uma raça relativamente recente. Para se chegar a este cão impressionante, o Buldogue, o Mastim, o Braco alemão, o Dogue alemão e o Shikoku foram usados. Algumas fontes apontam que os genes do Bull terrier e do São Bernardo também foram incluídos.

Esta raça surgiu na província de Tosa, no Japão, no século 19.

Ele foi projetado para ser um grande cão de briga, teria o físico imponente do Dogue alemão e do São Bernardo, a resistência do Bull terrier e do Buldogue, e a personalidade altruísta e corajosa do Shikoku.

Na verdade, foi um cão usado para brigas por algumas décadas. Apesar de hoje em dia as rinhas de cães no Japão continuarem às escondidas, o Tosa Inu se tornou um cão de guarda que tem uma ótima vida fora do ringue.

Características do Tosa inu

O Tosa inu é um cão de grande tamanho e de aparência imponente e robusta. Não há peso de referência para a raça, mas sim uma altura.

Em cruz, os machos devem medir 60 centímetros, e as fêmeas, 55. Ainda que são sejam dados oficiais, os espécimes adultos, em função da sua constituição, devem pesar entre 50 e 70 kg.

Tosa inu

Em relação à sua morfologia, a cabeça deste cão é larga, com um nariz de proporções quadradas. Tem um pescoço largo e poderoso. Bochechas e lábios são flácidos, com muito excesso de pele.

Suas orelhas pendem das laterais da cabeça; suas orelhas são triangulares, ligeiramente arredondadas e altas na cabeça. Por sua vez, a cauda é longa e fina: é mais larga na sua base e afina em direção à ponta; é reta e, em repouso, fica abaixo da linha das costas.

Quanto às proporções de seu corpo, ele tem um peito largo. A barriga, em comparação, é estreita, mas não é tão exagerada quanto a dos galgos: devido a isso, as costas são retas e não dobradas.

A pelagem de todo o corpo do Tosa inu é macia, muito curta e densa. Aparece apenas em cores sólidas: vermelho, damasco e preto; a única exceção é o padrão tabby (tigrado). Pode ocorrer que, em espécimes de cor clara, o nariz tenha um tom mais escuro do que o resto do corpo.

O comportamento do Tosa inu

O Tosa inu ganhou seu lugar nos lares como cão de guarda, graças ao caráter herdado das raças com as quais foi criado. É, portanto, um cão ligado à sua família e protetor dos seres que ele ama, mas também protege a terra ou sua casa.

Tosa inu

No entanto, os genes do Shikoku dão a ele um caráter mais semelhante ao de outras raças japonesas, como Shiba ou Akita, do que do Mastim. Isto é: é um cão valente e tenaz, ao mesmo tempo que independente; já que é um cão de ideias fixas e um pouco teimoso.

Portanto, não é um cachorro para qualquer um. O Tosa inu não aprende através da punição, da força ou da teoria do domínio: em vez disso, tem um caráter que responde muito bem ao reforço positivo e sua educação deve ser baseada na busca de colaboração, não na submissão.

Como cão de companhia, eles são cães muito carinhosos com as pessoas que amam, e podem ser um pouco reservados com estranhos. Paradoxalmente, graças ao seu passado como cão de rinhas, apenas foram selecionados os exemplares que tinham um caráter estável, previsível e muito sociável com os humanos.

Cuidados com o Tosa inu

A pelagem curta e densa do Tosa inu facilita muito o seu cuidado: dificilmente necessitará de escovação nos tempos de muda; uma vez que não há risco de formação de nós e os pelos mortos cairão sozinhos.

Tosa inu

Do mesmo modo, esta raça em geral goza de boa saúde e não é possui doenças hereditárias. No entanto, devido ao seu tamanho, pode vir a sofrer de displasia de quadril e torção gástrica. É necessário que um veterinário estabeleça um cronograma de revisões e tratamento preventivo, se necessário.

Também devido ao seu tamanho, o Tosa inu deve desfrutar de pelo menos três caminhadas de qualidade diariamente, para poder esticar os músculos de seu enorme corpo e fazer o exercício necessário. Em geral, eles não são cães energéticos que precisam ser induzidos a se exercitar: com brincadeiras com outros cães e com os passeios apropriados, suas necessidades são atendidas.

O Tosa inu é um cão de criação relativamente recente que foi criado para brigar; mas graças ao seu físico imponente e ao seu valor como cão de guarda, conseguiu sobreviver à proibição das rinhas de cães.

Não é um cão de caráter fácil e deve ser adotado apenas por pessoas que lidam adequadamente com o reforço positivo, e que não tentam sujeitá-lo à punição.