Tritão ventre de fogo: cuidados e características

O tritão ventre de fogo é um bom animal de estimação exótico para iniciantes, pois os seus requisitos são um pouco menos exigentes em comparação com outros anfíbios domésticos.
Tritão ventre de fogo: cuidados e características

Última atualização: 13 Dezembro, 2020

O termo “tritão ventre de fogo” se refere a várias espécies de salamandras de natureza aquática, que se tornaram populares como animais domésticos nos últimos anos. Isso se deve, em parte, ao fato de que requerem cuidados mais simples em comparação com outros anfíbios exóticos.

Apesar disso, podemos afirmar que qualquer réptil ou anfíbio requer parâmetros de cuidados mais específicos do que os típicos pequenos mamíferos domésticos – hamsters ou camundongos, por exemplo. Por isso, hoje vamos apresentar um guia que reúne as dicas básicas para o cuidado desses fascinantes urodelos.

Um conglomerado taxonômico

Em primeiro lugar, uma das coisas que mais chama a atenção ao buscar informações sobre esse tritão é, sem dúvida, o caos taxonômico em que ele está imerso. A espécie mais criada em cativeiro e mais comercializada era a Cynops orientalis, mas, aparentemente, agora esse anfíbio faz parte do gênero Hypselotriton.

Por outro lado, de acordo com o American Museum of Natural Historyatualmente existem apenas duas espécies do gênero CynopsCynops pyrrhogaster Cynops ensicauda. O gênero Hypselotriton tem mais representantes, com oito espécies documentadas.

Seja como for, estamos diante de uma série de tritões endêmicos da China ou do Japão e, por isso, os cuidados em cativeiro são relativamente semelhantes. A coloração de todos eles é preto-amarronzada com o ventre alaranjado, e o tamanho fica entre 6 a 12 centímetros – com variações de acordo com a espécie.

Em resumo, podemos listar três espécies dentro desse conglomerado taxonômico que foram criadas em cativeiro e distribuídas pelo mercado de animais exóticos. São as seguintes:

  • Cynops pyrrhogaster é preciso ter um cuidado especial com essa espécie, pois ela possui uma toxina letal para humanos.
  • Cynops cyanurus.
  • Hypselotriton orientalis: o mais comum de todos em termos de vendas. Possui um potencial ligeiramente tóxico e, portanto, alguns cuidados devem ser tomados ao manuseá-lo.
Tritão ventre de fogo: cuidados e características

Cuidados

Uma vez definidas as diferentes espécies à venda, é hora de mergulhar no mundo dos seus cuidados gerais. Em primeiro lugar, é necessário enfatizar que o tritão ventre de fogo é principalmente aquático e, por isso, a sua casa será mais parecida com um aquário do que com um terrário – outra boa opção é um paludário.

É possível colocar de dois a três adultos para cada 40 litros de água, aproximadamente. É importante que o aquário tenha um sistema de filtração, pois esses anfíbios requerem água límpida e livre de agentes tóxicos. Ainda assim, não é recomendável que o filtro produza correntes muito fortes, pois o animal pode ficar estressado.

No que diz respeito à temperatura, esses animais vivem em ambientes frios na natureza. Portanto, a faixa ideal é de cerca de 20 a 23 graus. Embora possam suportar temperaturas extremas de até 27 graus sem problemas, a longo prazo isso pode prejudicar o seu sistema imunológico e promover o aparecimento de doenças.

Esses anfíbios são estritamente carnívoros, pois se alimentam de invertebrados e pequenos peixes. Por causa do pequeno tamanho da boca, a comida pode ser oferecida em pedaços. Um alimento ideal para eles são os vermes aquáticos que são vendidos congelados em “cubos”, também conhecidos como tubifex.

Um pequeno resumo

Como em muitos casos o tempo urge e as informações são mais bem compreendidas quando apresentadas em pequenas partes, vamos fazer um resumo de tudo o que foi dito nas linhas anteriores:

  • O tritão ventre de fogo é um anfíbio relativamente pequeno e pouco territorial. Por isso, um aquário de 40 litros pode facilmente acomodar um casal.
  • Apesar de serem principalmente aquáticos, esses animais requerem uma porção de terra.
  • O aquário deve ter vegetação abundante e contar com um sistema de filtragem eficiente.
  • A faixa de temperatura ideal para eles é de 20 a 23 graus Celsius.
  • Alimentam-se de larvas de mosquitos, minhocas e quase todos os tipos de pequenos invertebrados.
Tritão ventre de fogo: cuidados e características

Questão de parâmetros

Conforme pudemos ver, o tritão ventre de fogo depende da temperatura da água e de suas características químicas para se desenvolver corretamente. Além disso, ele deve estar rodeado por plantas, pedras e esconderijos para não sofrer estresse contínuo.

Apesar de suas exigências, esse anfíbio é fascinante e o aquário que habita pode parecer um verdadeiro ecossistema de lagoa se montado corretamente. Sem dúvida, o valor estético desse animal é incalculável.

Pode interessar a você...
Os mecanismos de defesa da salamandra pintada
Meus AnimaisLeia em Meus Animais
Os mecanismos de defesa da salamandra pintada

A salamandra pintada, assim como outros espécimes de seu gênero, possui curiosos mecanismos de defesa. Conheça alguns deles neste artigo!