Como ocorre a troca de pelos em coelhos e furões?

maio 6, 2020
A troca de pelos em coelhos e furões é um processo totalmente natural. Além de ser uma situação inevitável, trata-se de uma mudança positiva para que os nossos animais de estimação tenham uma aparência mais higiênica e pelos mais brilhantes.

A troca de pelos é um processo totalmente natural, essencial para preservar a boa saúde da pelagem. Embora esse processo geralmente seja associado a animais de estimação mais ‘tradicionais’, tais como cães e gatos, muitos outros animais de estimação também passam por isso durante o ano. É o caso da troca de pelos em coelhos e furões.

Por que a troca de pelos em coelhos e furões é importante?

Conforme mencionamos, a troca de pelos em coelhos e furões é essencial para que a pelagem do animal permaneça bonita e brilhante. No entanto, a importância desse processo vai além da qualidade da sua pelagem e desempenha um papel central na sobrevivência desses animais.

Por um lado, essa troca de pelos permite a remoção dos pelos mortos e também das impurezas que podem ter ficado aderidas. Devemos nos lembrar de que os animais não conseguem se escovar sozinhos na natureza. Portanto, os seus corpos precisaram desenvolver outro ‘método’ para se livrar da sujeira.

A troca de pelos também contribui para que a pelagem sempre tenha um comprimento e uma densidade adequada. Se os pelos crescessem indefinidamente, sem cair ou se renovar, isso acabaria prejudicando a mobilidade do animal.

Da mesma forma, uma pelagem excessivamente longa ou volumosa poderia favorecer infestações por parasitas, uma vez que o animal dificilmente seria capaz de eliminá-los sozinho com uma pelagem tão densa. Portanto, a troca de pelos também contribui para a prevenção contra ectoparasitas, tais como carrapatos e pulgas.

Mudança de estação

Por outro lado, é essencial que a pelagem se adapte às condições ambientais de cada estação para proteger o corpo. Durante o inverno, a pelagem precisa ser mais abundante para ajudar a reter o calor e evitar que as condições climáticas adversas afetem a saúde do animal.

Já no verão, é essencial que a pelagem se torne mais leve e suave para permitir o resfriamento natural do corpo e, assim, evitar possíveis insolações.

Em resumo, a troca de pelos em coelhos e furões é necessária para que o corpo se adapte e o animal continue saudável no seu habitat. Quando decidimos adotá-los como animais de estimação, devemos estar cientes de que essa queda de pelos vai ocorrer ao longo de toda a vida bichinho.

Além disso, precisamos estar preparados para oferecer os cuidados necessários durante esses períodos sazonais. A troca de pelos e as bolas de pelo que surgem, como podemos ver, requerem cuidados específicos.

Troca de pelos em coelhos  

Os coelhos passam por duas grandes trocas de pelos anualmente, nas quais apresentam uma enorme queda de pelos. Geralmente, essas trocas começam no final das estações de ‘transição’, isto é, outono e primavera. O corpo precisa se preparar tanto para as altas temperaturas do verão quanto para o inverno, e a renovação da pelagem é essencial para isso.

a troca de pelos em coelhos e furões

No entanto, os lagomorfos geralmente também trocam um pouco de pelos a cada três meses. Nesses períodos, a queda é muito menos intensa, mas a escovação regular também é recomendada – pelo menos quatro vezes por semana – para manter a higiene ideal em casa e para evitar bolas de pelo no intestino.

Troca de pelos em furões

Assim como os coelhos, os furões geralmente têm quatro trocas de pelos a cada ano. As duas mais intensas ocorrem no início do verão e do inverno: elas preparam o corpo para que o animal se adapte de maneira ideal às condições climáticas.

a troca de pelos em coelhos e furões

Quando a primavera está quase no fim, o furão começa a perder pelos para resistir ao calor que se aproxima. Com a chegada do verão, a queda fica mais acentuada e a escovação deve ocorrer com maior frequência.

Conforme o outono se aproxima, veremos que a pelagem começa a ‘reaparecer’, pois o corpo do animal está se preparando para o frio. No inverno, o furão exibirá uma pelagem mais bonita e volumosa, que começará a ‘desaparecer’ novamente com a chegada da primavera.

Escovação durante a troca de pelos em coelhos e furões

Durante a troca de pelos, perceberemos que os animais vão se lamber constantemente para se limpar. Lamber é um hábito perfeitamente natural e saudável, mas, quando a troca de pelos é muito intensa, eles podem acabar ingerindo uma grande quantidade de pelos mortos.

Quando isso acontece, há um maior risco de formação e de acúmulo de bolas de pelo no trato gastrointestinal. As bolas de pelo no intestino podem levar a problemas digestivos, tais como constipação e obstrução intestinal.

Por todas essas razões, é essencial escovar a pelagem dos coelhos e furões diariamente durante a troca de pelos para evitar que eles acabem ingerindo pelos mortos ao se lamberem.