Tubarão-tigre: características e alimentação

· abril 21, 2019
Graças ao seu corpo azul e listras brancas, este peixe desfruta de uma capacidade de camuflagem que o ajuda a caçar.

O tubarão-tigre tem um nome ameaçador, mas embora certamente seja carnívoro e caçador, ele não é tão terrível quanto parece: seu nome se deve às listras características que ele exibe nas costas.

Características do tubarão-tigre

O tubarão-tigre é uma das maiores espécies de tubarões: apesar de geralmente ter, em média, três metros de comprimento, já foram vistos espécimes próximos dos cinco metros. Geralmente pesam em torno de 600 quilos, embora o maior tubarão-tigre já encontrado tenha excedido uma tonelada.

Ainda que pareça um animal enorme, essa é apenas uma primeira impressão: sua cabeça certamente é grande, mas o seu corpo vai se afinando em direção à barbatana dorsal. A cauda é fina e estreita em relação à cabeça.

O tubarão-tigre recebe esse nome por causa de suas cores: na parte superior do corpo há listras mais escuras, lembrando as dos felinos. No restante do corpo, eles são azulados ou acinzentados, enquanto a barriga e a parte inferior das barbatanas são brancas.

Isso lhe proporciona uma camuflagem quase perfeita: para caçar, ele usa o fator surpresa. Um corpo azul com listras permite que ele se camufle no fundo do mar e não seja percebido pelas suas presas.

O focinho do tubarão-tigre é característico: é largo, porém plano, o que lhe confere uma aparência quase retangular. As cavidades nasais ficam bem na frente, quase na parte superior do focinho. Assim como muitos outros tubarões, tem uma boca grande com várias fileiras de dentes, localizados quase em posição frontal.

Características do tubarão-tigre

Outra curiosidade desse animal é que, caso ele perca um dos seus dentes, outro sempre nasce para substituir o anterior.

Além da barbatana dorsal, também possui duas barbatanas laterais frontais. As barbatanas da cauda têm um formato de foice e a barbatana superior é muito mais desenvolvida. Além disso, possui quatro aletas traseiras: uma dorsal pequena e três aletas abdominais de tamanhos diferentes.

Alimentação 

O tubarão-tigre é um animal carnívoro e é um caçador. Sua dieta é muito variada e ele se alimenta dos animais que puder encontrar: peixes, moluscos, lulas, tartarugas… até mesmo mamíferos marinhos, tais como focas ou golfinhos. Além disso, também pode chegar a caçar aves marinhas. É pouco exigente e, portanto, se alimenta de uma grande variedade de presas.

Apesar de seu tamanho e da força da sua boca, ele não possui uma estratégia elaborada de caça: tudo se limita ao fator surpresa. O tubarão-tigre ataca vindo de baixo, enquanto usa a sua habilidade de se camuflar no fundo do mar. Ele fica embaixo da sua presa, perseguindo-a, e só ataca quando tem a certeza de que vai pegá-la de surpresa e de que a presa não vai escapar.

Alimentação do tubarão-tigre

O tubarão-tigre é um importante regulador da vida selvagem em certos recifes de coral e prados marinhos: com a sua alimentação, mas também com a sua presença ameaçadora, ele evita que muitos dos peixes e animais maiores permaneçam por muito tempo nesses lugares e degradem o ecossistema.

Habitat 

O tubarão-tigre se distribui por quase todos os mares do planeta, desde que sejam águas temperadas. É encontrado principalmente nas costas do Oceano Pacífico, entre o Japão e a Nova Zelândia, mas também pode ser visto no Oceano Índico e até mesmo no Atlântico; cerca o litoral da América e o norte e o centro da África.

Em geral, gosta de águas quentes e próximas ao litoral. Não é um animal de grandes profundidades, já que parte de suas presas ficam na superfície ou quase na superfície.

Ameaças ao tubarão-tigre

Na graduação dos perigos de extinção, o tubarão-tigre é considerado pouco ameaçado. Existem muitas outras espécies da sua família que estão em risco muito maior de desaparecer. No entanto, vários países proibiram a sua caça e medidas foram tomadas para evitar que a sua população diminua.

Ameaças ao tubarão-tigre

O tubarão-tigre não é uma ameaça para os seres humanos. Há apenas uma dúzia de ataques por ano no planeta todo, e a maioria deles não é mortal: foi descoberto que, quando ele ataca um ser humano, faz isso por engano. Quando o animal percebe que não é a presa que ele esperava, solta a pessoa e a deixa ferida.

Além disso, foi descoberto que, em cativeiro, ele tolera muito bem a presença de mergulhadores dentro de seus tanques. Assim, algumas vezes, mergulhadores de recifes de corais se depararam com tubarões-tigre que lhes permitiram nadar perto deles e até mesmo tirar fotos.

Portanto, apesar de seu nome ameaçador, o tubarão-tigre quase sempre é inofensivo para os seres humanos. Seu nome vem das listras que marcam as suas costas, não de uma personalidade ameaçadora. As pessoas não fazem parte da sua dieta e, se houver um ataque, quase sempre o mesmo será decorrente de um engano.