O urso pardo, características e curiosidades

O urso pardo, uma das maiores espécies de ursos, se encontra espalhado por todo o mundo. Embora exista apenas um tipo de urso pardo, há muitas subespécies.
O urso pardo, características e curiosidades

Última atualização: 25 Agosto, 2020

O urso pardo (Ursus arctos) é o urso mais amplamente distribuído no mundo, já que tem uma distribuição geográfica extremamente grande. Vive nas florestas e montanhas da América do Norte, Europa e Ásia. Sua população mundial é estimada em mais de 200.000 indivíduos.

Uma das maneiras de identificar um urso pardo é pela corcunda na parte superior do ombro: nenhuma outra espécie de urso existente tem essa corcunda, que é feita de músculo. Acredita-se que ela facilite a atividade de escavação.

Por outro lado, os ursos pardos adultos têm caudas curtas e dentes afiados com caninos inferiores curvos. Seus crânios são pesados ​​e côncavos. Além disso, as garras desses animais são grandes, curvas e sem corte. Suas garras são mais retas e mais longas que as dos ursos pretos.

Ao contrário de outros ursos, como o próprio urso preto, que sobe facilmente nas árvores, o urso pardo sobe com menos frequência. Isso se deve ao seu grande peso e à estrutura de suas garras.

Uma das características mais conhecidas dos ursos pardos é que eles hibernam: permanecem em um longo sono durante os meses de inverno, escondidos em seus covis.

Para lidar com esse longo período de hibernação, os ursos pardos precisam passar por um período de hiperfagia. Ou seja, precisam comer grandes quantidades de alimentos ricos em calorias para aumentar sua camada de gordura e, assim, ter reservas suficientes para superar a hibernação.

Os ursos pardos nem sempre são marrons

Os chamados ursos pardos não são apenas de cor marrom: também podem ser vermelhos, beges, bicolores ou quase pretos. Às vezes, as pontas dos pelos têm cor diferente da tonalidade do restante do pelo.

Outra curiosidade sobre a pelagem do urso pardo é o seu comprimento, que varia de acordo com a estação. Além disso, no verão, a pelagem do urso pardo é mais curta. No inverno, o pelo de alguns desses ursos pode atingir um comprimento de 10 a 12 centímetros.

Quanto ao seu tamanho, é altamente variável, dependendo da subespécie e da disponibilidade de alimentos. Os machos são aproximadamente 30% maiores que as fêmeas. Um urso pardo de tamanho médio mede entre 150 e 250 centímetros e pesa até 300 quilos ou mais.   

Habitat do urso pardo

Existem ursos pardos nos Estados Unidos, no Canadá, na Rússia, na China, na Ásia Central, na Escandinávia, na Romênia, no Cáucaso e na Anatólia. Eles também já estiveram presentes na Europa, no norte da África, no México e na América do Norte.

urso pardo

Os ursos pardos habitam uma grande variedade de ecossistemas. Eles foram registrados vivendo em altitudes que variam do nível do mar a 5.000 metros. Vivem em florestas e preferem regiões semiabertas, mas também vivem na tundra, em prados e estuários.

Na Europa, o urso pardo é encontrado principalmente em florestas de montanha, na Sibéria vive principalmente em florestas, enquanto na América do Norte prefere a tundra, os prados alpinos e as áreas costeiras. Os principais requisitos das espécies são áreas com cobertura densa, onde podem se refugiar durante o dia.

Os ursos pardos migram para áreas onde a comida é abundante, dependendo da estação. Com o tempo, seus ambientes originais diminuíram consideravelmente à medida que as populações humanas aumentaram.

Dieta do urso pardo

Ursos são animais onívoros e naturalmente curiosos para comer quase tudo. De fato, embora os ursos pardos tenham uma reputação de carnívoros ferozes, na verdade consomem até 90% de suas calorias em vegetação. Sua dieta inclui grama, frutas, raízes, carniça, carne, peixe, insetos, nozes, flores, cogumelos, musgo e até abacaxi.

alimentação do urso pardo

Esses ursos que vivem perto das pessoas podem mostrar interesse por animais de estimação e gado, e até comida humana. De qualquer forma, os ursos pardos comem até 40 quilos de comida por dia no outono e pesam duas vezes mais do que quando emergem de suas tocas na primavera.

Os ursos pardos adultos enfrentam poucos predadores. Dependendo de onde eles vivem, podem ser atacados por tigres ou outros ursos. Os ursos pardos dominam lobos cinzentos, pumas, ursos pretos e até ursos polares. Grandes herbívoros raramente ameaçam ursos, mas podem ferir fatalmente um em legítima defesa ou para proteger seus filhotes.

Reprodução

As ursas atingem a maturidade sexual entre quatro e oito anos de idade, e acasalam a cada três a quatro anos. Os machos geralmente começam a acasalar um ano antes das fêmeas, quando são grandes o suficiente para competir com outros machos.

Tanto os machos quanto as fêmeas têm parceiros múltiplos durante a estação de acasalamento, que ocorre de meados de maio a junho. Os óvulos fertilizados permanecem no útero da fêmea por seis meses: eles se implantam no útero enquanto ela fica inativa durante o inverno.

Os filhotes nascem oito semanas após a implantação, enquanto a fêmea está dormindo. A ninhada média é de um a três filhotes, embora até seis filhotes possam nascer. Os filhotes são amamentados pela mãe até que ela deixe sua toca na primavera, e eles ficam com ela por cerca de dois anos e meio. Os machos não ajudam na criação.

Os ursos jovens nascidos são vulneráveis, cegos, sem pelos e pesam apenas de 340 a 680 gramas. Os filhotes crescem rapidamente e atingem 25 quilos aos seis meses e continuam a serem amamentados durante 18 até 30 meses enquanto comem outros alimentos. Os filhotes geralmente permanecem com a mãe até o terceiro ou quarto ano de vida.

Pode interessar a você...
Urso de kermode, o espírito da floresta
Meus Animais
Leia em Meus Animais
Urso de kermode, o espírito da floresta

O urso de kermode habita a Floresta do Grande Urso há séculos. Neste artigo, você vai descobrir por que ele foi reverenciado pelas comunidades.