Usar ferramentas, uma habilidade também dos animais

· julho 13, 2018

Usar ferramentas já foi algo habitualmente ligado ao ser humano, sendo a única espécie que as utilizou. No entanto, atualmente, sabemos de mais e mais casos do uso de ferramentas por animais.

Cada vez mais, descobrimos que há menos diferenças entre o ser humano e o resto dos animais. Usar ferramentas para fazer as tarefas diárias mais simples é algo que nos une a eles. Esse comportamento foi descoberto pela primeira vez em chimpanzés.

Primatas, pioneiros em usar ferramentas

Quando a jovem Jane Goodall investigou esta espécie, no Parque Nacional Gombe (África), ela encontrou um chimpanzé usando galhos para “pegar” os cupins de um ninho. 

Isso foi um marco e, depois, foram descobertos outros usos de ferramentas pelos animais e até mesmo sua fabricação. Por exemplo, esta mesma espécie remove folhas de galhos para capturar insetos.

Sem dúvida, os primatas são os animais que mais foram observados usando ferramentas e, especialmente, os grandes macacos. A maioria tem medo de água e usam galhos para verificar a profundidade de rios e lagos.

O uso de moinhos improvisados ​​e socadores com pedras, ou mesmo a fabricação de lanças afiadas para a caça, são outras descobertas dignas de um filme de ficção científica. Todas essas técnicas são transmitidas às gerações futuras, de modo que se tornam fenômenos culturais autênticos.

Outros primatas, como os macacos cynomolgus, usam fibras vegetais, penas e até cabelos humanos para manter seus dentes limpos, usando esses filamentos como fio dental.

Quando a jovem Jane Goodall investigou essa espécie em Gombe (África), ela encontrou um chimpanzé usando galhos para “pegar” térmitas de um dos seus ninhos.

Cetáceos, muitas incógnitas

Quanto aos cetáceos, especialmente se nos referirmos aos golfinhos, há muitas incógnitas sobre seu verdadeiro potencial no uso de ferramentas, porque elas são descartadas pela falta de mãos. No entanto, isso não impediu que eles usassem alguns utensílios para seu benefício.

Golfinhos

Por exemplo, os golfinhos em Shark Bay, Austrália, usam esponjas para proteger seus focinhos. Estes cetáceos usam a esponja como um para-choques, para não serem machucados por pedras e corais na busca de alimentos no fundo do mar.

Na verdade, os golfinhos ensinam uns aos outros este comportamento. Essa habilidade serviu ao Exército dos Estados Unidos, para que esses animais desativassem as minas, e isso nos dá uma ideia do que eles poderiam fazer se tivessem os nossos membros.

Outros mamíferos que usam ferramentas

Os elefantes são alguns dos animais mais inteligentes, e eles também são conhecidos por usarem ferramentas. Um exemplo é o uso de galhos para assustar insetos ou se coçarem, é que eles são capazes de modificar esses galhos de uma maneira específica para cada tarefa.

Verificou-se que os elefantes são capazes de fabricar uma espécie de tampa, mastigando cascas de árvores, que são utilizadas para fazer com que as águas subterrâneas aguentem mais tempo sem evaporação, e também para lançar objetos para destruir barreiras eletrificadas.

Um exemplo curioso do uso de ferramentas pelos animais é o das lontras marinhas usando rochas para quebrar moluscos. Elas as colocam em suas barrigas para bater neles enquanto eles flutuam no mar. Também foi observado o uso de ferramentas em um nível mais simples em ursos, texugos e mangustos.

Sabe-se até que os elefantes são capazes de fabricar uma espécie de tampa, mastigando cascas de árvores, utilizadas para que as águas subterrâneas aguentem mais tempo sem evaporação.

Os pássaros sabem usar ferramentas?

Até mesmo algumas aves são capazes de usar ferramentas, dentre elas, as mais especializadas são os corvos e outras aves similares, como o gaio-comum e a gralha de bico vermelho. Estas, por exemplo, são capazes de deixar as nozes na estrada para que os carros as quebrem.

urubus

Fonte: Sigurður Atlason.

Esse comportamento se assemelha ao de outro pássaro, um raptor necrófago conhecido como abutre barbudo: ele deixa cair os ossos da carniça que consome para que eles se quebrem e, assim, possam consumir a medula. 

Há até alguns autores que consideram que a realização de ninhos é um excelente exemplo da criação de ferramentas pelos animais, podemos dizer que quase todas as aves realizam esse tipo de prática, mas nos manteremos em casos mais claros.

Outro exemplo excelente é do Camarhynchus pallidus, um pássaro das ilhas Galápagos que usa pequenos galhos ou espinhos de cactos como uma extensão de seu bico, para remover sua presa e degustá-la. Algumas espécies de papagaios já foram observadas quebrando conchas com pedras para obter cálcio. Outra prova de que não somos tão diferentes de outros animais.