Quais são as vantagens e desvantagens dos perfumes para cães?

abril 29, 2019
Embora o aroma das fragrâncias possa ser agradável para os humanos, um excesso de perfumes para cães pode causar problemas de socialização ou comportamento, dada a sensibilidade do olfato canino.

Os cheiros são muito importantes para os animais, porque lhes permitem conhecer os outros ou identificar um perigo. Por esse motivo, muitos veterinários desencorajam o uso de perfumes de cães. No entanto, outros dizem que, em pequena quantidade, essas fragrâncias podem melhorar a convivência com as pessoas.

Perfumes para cães: sim ou não?

Como donos de animais de estimação, queremos que eles estejam sempre impecáveis, limpos e cheirosos. No entanto, isso não é possível, mesmo se os levarmos ao pet shop toda semana. Além disso, a higiene excessiva também não faz bem para a sua saúde.

Os sabonetes ou xampus – até mesmo aqueles que são adequados para cães – ‘arrastam’ os micro-organismos da pele e dos pelos. Além disso, atrapalham a emissão de feromônios com os quais os animais se comunicam entre si.

Ao contrário do que acontece com as pessoas, que se perfumam e usam desodorante depois do banho com sabonete, os animais gostam do seu próprio aroma pessoal.

Entretanto, eles também se perfumam! Não com uma colônia francesa ou com uma fragrância importada… Eles fazem isso com o que têm disponível, como grama, cobertor, ou até mesmo outros resíduos animais.

O problema é que a convivência com um animal de estimação que tem “cheiro de cachorro”, como costumamos ouvir, não é muito agradável. É por isso que os donos optam por usar perfumes para cães, aqueles que estão disponíveis em lojas especializadas.

Colônias para cães

Agora, é bom ou ruim para o seu cão perfumá-lo toda vez que ele retorna do parque ou quando chove? Para você será perfeito porque o animal vai ficar com um aroma de ‘rosas’, mas para ele, não será tão bom.

Há alguns animais de estimação que, quando usam perfume, não querem sair de casa ou brigam com outros cães quando estão do lado de fora. Isso porque essa mudança no cheiro pessoal os desorienta e não permite que outros de sua espécie o reconheçam.

Perfumes para cães: mudando suas percepções

Quando aplicamos perfume em nosso animal de estimação, pensamos apenas no ponto de vista humano. Consideramos o que é um aroma bom ou ruim de acordo com nossa ideia racional, mas em outros animais as coisas não são assim.

Os cães têm um sentido de olfato muito mais desenvolvido do que o nosso, e essa é a primeira diferença. Talvez para você uma pequena fragrância não seja ruim, mas para seu animal de estimação é como se você estivesse jogando litros e litros de colônia.

Além disso, o aroma do qual você gosta talvez não seja tão bom para o seu cão. Por isso, ele pode sentir a necessidade de tirá-lo ou cobri-lo o máximo possível.

Não é de estranhar que, depois de perfumado, o animal comece a correr e se esfregar contra tudo o que encontra em seu caminho, incluindo algo repugnante para os seres humanos: fezes, animais mortos, lixo etc.

Outro efeito negativo do perfume para cães tem a ver com a socialização do animal. Se você costuma levá-lo muitas vezes ao parque, certamente já notou que, assim que ele chega, começa a”farejar”  todos os animais de estimação que o cercam. Essa saudação cerimonial é a maneira que eles têm de reconhecer e identificar intenções.

Fragrâncias específicas para cães

Se o seu cão for “banhado em perfume”, os outros cães não o reconhecerão e não saberão se é digno de confiança ou não. Eles serão mais suscetíveis a atacá-lo ou evitá-lo como se fosse uma ameaça.

O que posso fazer para o meu cachorro cheirar bem?

Como primeiro passo, você deve se perguntar o que significa ‘cheirar bem’. Afinal, sua definição é provavelmente muito diferente daquela do animal. Claro que isso não significa que você não pode dar banho nele ou limpar seus pelos. Simplesmente significa que é preciso evitar excessos.

Experimente apenas algumas gotas de perfume para cães e analise se ocorrem alterações comportamentais no seu animal de estimação. Para evitar que desenvolva maus odores, dê banho nele a cada duas semanas e ventile bem os ambientes e pertences do animal.

Moreno, S. (2010). Olores repulsivos sin control. Diario Medico.