5 animais digitígrados

· outubro 6, 2018
Estas espécies caminham se apoiando sobre os dedos de suas patas, sobre as almofadinhas, e não sobre a planta dos pés, como acontece com os seres humanos.

Os animais digitígrados são aqueles que caminham se apoiando só nos dedos das patas e costumam ser bastante silenciosos e mais rápidos que outras espécies. Falaremos sobre alguns deles neste artigo.

Que animais digitígrados existem?

Diferentemente dos ungulados – que caminham apoiando os dedos, mas apresentam cascos – os animais digitígrados entram em contato com o solo através de suas unhas e almofadinhas, que têm uma única estrutura de suporte.

Alguns exemplos:

  1. Cão

Esta espécie doméstica, cujo ancestral mais próximo é o lobo – também digitígrado – caminha se apoiando nos quatro dedos ou almofadinhas, presentes tanto em suas patas traseiras como dianteiras.

Por sua vez, contam com uma almofadinha metacarpiana no centro do pé, um dedo interior que não se apoia e uma almofadinha carpiana superior.

As patas dos cães podem estar nuas ou cobertas de pelos e são as almofadinhas que suportam todo o peso do animal. São bastante sensíveis às altas temperaturas.

  1. Gato

Outro dos animais plantígrados mais famosos e discretos que existem.

O gato e toda a família de felinos (salvo exceções, como o guepardo) têm unhas retráteis, que liberam ao esticarem as patas, e usam-nas para se defender ou atacar.

animais digitígrados: patas de um gato

Os gatos caminham sobre os dedos de suas patas e são muito minuciosos e silenciosos.

Um ‘costume’, algo curioso, é que colocam as extremidades traseiras (com quatro dedos) quase no mesmo lugar onde apoiam as dianteiras (com cinco dedos).

Desta forma, podem minimizar o ruído e sentir que pisam em terreno firme, que já exploraram e que não apresenta perigos.

  1. Elefante

O maior mamífero terrestre do mundo (pesa perto de seis toneladas) precisa ter patas muito fortes para suportar todo o seu peso.

E ainda que seja algo incrível… seus dedos são muito flexíveis! Caracterizam-se por serem muito gordos e serem rodeados de tecido gorduroso, que serve como amortecedor quando correm ou caminham.

Patas de elefante

No caso dos elefantes africanos, estes têm quatro unhas nas patas dianteiras e três nas traseiras. Já os asiáticos apresentam cinco e quatro, respectivamente.

As primeiras são circulares e podem mover objetos, enquanto que as segundas são mais ovaladas e fortes.

Para caminhar ou correr, levantam as patas e flexionam os joelhos, algo peculiar nos mamíferos.

  1. Rato

Passamos agora a falar de um pequeno mamífero, também plantígrado, como toda sua família de roedores.

O rato tem patas com dedos muito longos, que pode separar ou juntar segundo a situação.

Além disso, nas extremidades apresentam unhas bastante fortes para poderem cavar um buraco ou se alimentar.

animais digitígrados rato

Nas patas traseiras, têm cinco dedos, e nas dianteiras, quatro. Para caminhar só apoiam a borda das patas e, por isso, são muito rápidos e silenciosos.

Quando param, colocam todo o pé no solo, geralmente com os dedos abertos, para obter maior suporte.

  1. Coelho

Por último, outro dos animais plantígrados que podemos destacar.

As patas dianteiras do coelho são mais curtas que as traseiras. Ainda que ambas se caracterizem por serem de um tamanho considerável em relação a seu corpo.

animais digitígrados coelho

Além de caminhar sobre os dedos, esta espécie pode dar saltos em diferentes alturas e distâncias.

Este mecanismo é usado para escapar do perigo. Conta com almofadinhas em suas quatro patas, dispostas da seguinte maneira: quatro dianteiras e ovaladas e uma quinta traseira, em forma de triângulo.