5 animais que vivem no rio Nilo

· outubro 1, 2018
Predadores, espécies invasoras e espécies ameaçadas de extinção vivem nas águas dessa região egípcia. O terceiro maior mamífero do mundo é um dos espécimes que faz parte deste habitat.

O rio Nilo uma das mais importantes reservas de água doce do planeta, que irriga nada menos que 10 países da África Oriental. Ao longo de seus mais de 6,8 mil quilômetros, abriga milhares de espécies. Hoje falaremos sobre alguns animais que vivem no rio Nilo.

Animais que vivem no rio Nilo: quais são eles?

Entre o mar Mediterrâneo e o lago Vitória, o segundo maior rio do mundo (depois do Amazonas) possibilita a sobrevivência de milhões de pessoas e de outros seres vivos.

Relacionado com a civilização egípcia e dividido em diferentes cursos, baixos e altos, permite a subsistência de muitas espécies. 

A seguir, falaremos sobre alguns dos animais que vivem no rio Nilo:

  1. Perca do Nilo

Perca do Nilo (imagem que abre este artigo) é um dos muitos peixes que podemos encontrar neste rio, principalmente quando passa pela Etiópia.

É caracterizado por seu grande tamanho, dois metros de comprimento e 200 quilos de peso.

É a espécie exótica mais invasiva do planeta. Desde a sua introdução ao Lago Vitória, causou o desaparecimento de 200 peixes nativos. 

Houve até um documentário sobre este problema, chamado Pesadelo de Darwin, que narra o antes e depois da chegada dessa espécie no Nilo e em seus afluentes.

  1. Crocodilo

É o habitante mais ‘famoso’ da bacia, mas não pode ser encontrado ao longo de todo o curso do rio, devido à construção de uma barragem na cidade de Assuã (Egito), que está localizado ao sul do canal.

O crocodilo do Nilo é uma das três espécies que habitam a África e pode atingir seis metros de comprimento.

crocodilo do nilo

A cor do corpo (coberto de escamas) é verde-oliva brilhante ou escuro e amarelo claro na barriga. Passa os dias nas águas do rio e nas areias da costa.

Alimenta-se dos animais que vêm beber no rio: arrasta-os e afoga-os. Como não mastiga, o crocodilo arranca pedaços de carne de sua presa através de giros do corpo.

  1. Tartaruga de carapaça mole

Esta espécie de quelônio chama atenção por, como o próprio nome diz, ter uma carapaça mole.

É um dos animais que vivem no Nilo, mas seu habitat se estende ao Oriente Médio, Turquia e a uma grande parte da África, especialmente em lagos, rios e lagoas de água doce. 

Em casos excepcionais, pode habitar costas e águas salobras. Passa a maior parte do tempo submerso e vem à superfície para tomar sol.

Tartaruga de carapaça mole

A tartaruga do Nilo está em perigo de extinção, mede quase um metro de comprimento, pesa cerca de 40 quilos – os machos são menores que as fêmeas, embora sua cauda seja mais longa e robusta – e seu corpo é marrom e ovalado.

Alimenta-se de anfíbios, peixes, crustáceos, plantas e sementesAs fêmeas põem até 100 ovos a cada temporada.

  1. Mosca tsé-tsé

Glossinidae é um gênero de insetos africanos que se alimentam de sangue (hematófagos) e que é popularmente chamado de mosca tsé-tsé.

São responsáveis ​​pela transmissão de várias doenças às pessoas, incluindo a malária.

Mosca tsé-tsé

Quanto ao seu corpo, é bastante semelhante ao da mosca doméstica, mas tem algumas variáveis fáceis de distinguir: dobra suas asas completamente quando em repouso e tem um tronco que ‘sai’ da parte inferior da cabeça.

  1. Hipopótamo

Este grande mamífero herbívoro é outro dos animais que vivem no rio Nilo, bem como em toda a África subsaariana.

Permanece a maior parte da sua vida em água doce e forma grupos de até 100 membros liderados por machos extremamente territoriais (não é o mesmo quando estão em terra).

Hipopótamo

hipopótamo do Nilo é o terceiro maior animal terrestre, só fica atrás do elefante e do rinoceronte, e pesa até três toneladas.

Embora seu corpo seja bastante robusto, ele pode correr em grande velocidade, mas apenas distâncias curtas.