5 diferentes raças de galgos

· agosto 1, 2018
Com pelagens e características bem diferenciadas, estes cães têm em comum um físico leve e pernas compridas, com o qual são capazes de atingir cerca de 50 km/h.

Nós todos sabemos que tipo de cão é um galgo. Mas você sabia que existem variedades distintas e que elas são muito diferentes umas das outras? Hoje, falaremos sobre as raças de galgos mais conhecidas e quais são suas características.

As diferentes raças de galgos

Galgo afegão

Este é um dos galgos mais marcantes (foto que abre este artigo). Seus pelos, muito longos, se destacam de outras característica de seu corpo. 

Seus pelos são lisos e sedosos, com uma cor dourada brilhante; embora pareça que isso possa ser um impedimento para ele realizar seu trabalho, não é de todo.

Este animal é capaz de atingir 60 km/h e de trotar a 20 km/h indefinidamente.

Ele vem do Afeganistão, como o próprio nome sugere, e até recentemente era quase impossível ter um exemplar desta raça, já que as civilizações antigas a consideravam um dos tesouros nacionais.

De fato, todos os cães afegãos que estavam no país eram de propriedade do monarca; até que os britânicos chegaram e importaram para seu país, de onde se espalhou para o resto do mundo.

Galgo russo

Se há um galgo elegante, alto e magro e com um manto que atrai os olhos de todos, este é o galgo russo.

No entanto, também é conhecido pelo nome de Borzoi e foi durante anos o cão dos czares e nobres russos, que o usavam para caçar lobos.

Galgo russo

Além dos lobos, eles também caçavam lebres, para termos uma ideia da velocidade que esse cão consegue alcançar.

No entanto, apesar de suas habilidades, sua beleza era o que a maioria dos monarcas admirava e, portanto, fazia parte de seus palácios.

Especula-se que esta raça surgiu de um cruzamento com os galgos árabes, especialmente ao observarmos seus pelos, que os aquece nos climas mais frios.

Galgo Azawakh

Este galgo vem da África, de uma das áreas próximas ao deserto. Acredita-se que ele foi criado pela tribo dos tuaregues.

Além disso, ele é usado para a caça de coelhos e lebres, graças ao fato de que ele pode atingir velocidades de até 40 km/h.

Galgo Azawakh

Ao contrário de outras raças de galgos, esta é mais alta que longa. Da mesma forma que como ocorreu com o galgo afegão; durante anos este galgo foi símbolo de uma tribo africana, portanto sua venda nunca foi considerada e nem sua exportação. 

Isso até a década de 70, quando a raça pôde ser introduzida na Europa. Isso ocorreu graças a um caçador que salvou a tribo de um ataque de elefantes e; como presente, deram a ele um casal desse galgo.

Galgo escocês

Aparentemente, não se parece com um galgo, e só pode ser notado por suas pernas longas e por seu corpo esguio.

Sua aparência é, no mínimo, peculiar. Durante anos, foi usado na Escócia para caçar veados e javalis; graças não apenas à sua velocidade, mas também à sua força.

Galgo escocês

Não se sabe bem de onde vieram os primeiros exemplares desse galgo, pois alguns acreditam que os fenícios os levaram para a Escócia, enquanto outros acham que foram os celtas.

Seus pelos compridos parecem ter sido magistralmente criados para os proteger dos frios invernos escoceses. 

Curiosamente, os pelos longos de seu corpo não estão presentes na parte inferior das pernas, que possuem pelos ralos, como acontece com as ovelhas, por exemplo.

Galgo banjara

Esta pode ser uma das mais desconhecidas raças de galgos, já que é de Banjara, na Índia, o único lugar onde parece ser conhecido.

Muitos até acreditam que ainda não pode ser considerada uma raça.

Galgo banjara
Fonte: https://commons.wikimedia.org/

Sua aparência longa, alta e esbelta não deixa dúvidas de que é um galgo; mas na sua face há algumas características que alertam para um cruzamento com outra raça, e é por isso que muitos duvidam de sua origem. Seja como for, sua velocidade e habilidades lhe renderam um lugar entre as mais famosas raças de galgos.