5 espécies de baleias, os gigantes do oceano

· janeiro 15, 2019
Estes cetáceos vivem em boa parte dos oceanos, embora alguns deles estejam em perigo de extinção devido à caça; entre eles está a baleia azul, o maior animal da Terra.

A maior família de cetáceos, conhecidas como “baleias”, habitam a maior parte dos oceanos do mundo. No artigo a seguir, falaremos sobre algumas espécies de baleias, esses gigantes dos mares.

Quais são as espécies de baleias?

Toda a família de baleias é caracterizada por apresentar dobras na garganta, que se expandem dramaticamente quando se alimentam (engolem grandes quantidades de água e a filtram através de suas barbas).

Outro aspecto típico dessas espécies é que seu crânio é totalmente plano e reto. Algumas delas são:

  1. Baleia-comum

Também chamado de ‘rorqual-comum’, é o segundo maior animal do planeta (depois da baleia azul), já que pode medir cerca de 24 metros.

Seu corpo é cinza, sua barriga é esbranquiçada e, apesar de seu tamanho e peso (cerca de 70 toneladas), é bastante delgada.

A baleia-comum (imagem que abre este artigo) vive no Oceano Atlântico e está em perigo de extinção devido à caça, especialmente nas costas do Japão, Noruega e Islândia. 

Em termos de dieta, ela come principalmente krill, pequenos peixes, crustáceos e lulas.

  1. Baleia azul

É o maior animal do mundo, já que ultrapassa 27 metros de comprimento e 100 toneladas de peso. O corpo é estilizado, de cor azulada, com uma barriga clara.

Tem barbas de um metro de comprimento nos lados da boca que permitem filtrar a água e ingerir até quatro toneladas de krill por dia.

baleia azul

A baleia azul viveu em todos os oceanos até o século 20, mas atualmente é observada principalmente no Atlântico e no Pacífico Norte. Devido à caça, está em perigo de extinção.

Não se sabe muito sobre o seu comportamento, embora se saiba que as fêmeas dão à luz apenas a um filhote de cada vez, após os 12 meses de gestação, e que cantam em altas frequências.

  1. Baleia de minke

É a menor das espécies de baleias (mede no máximo 10 metros e pesa 10 toneladas), e a mais rápida.

Seu corpo é branco nas extremidades e preto no centro, muito compacto, com finas barbatanas peitorais e extremidades pontiagudas.

Baleia de minke

A baleia de minke vive no hemisfério Norte e atravessa os diferentes mares em busca de comida, para se reproduzir e dar à luz. Graças a suas mais de 300 barbas, pode filtrar a água e se alimentar de krill.

  1. Baleia de bryde

Também de pequeno tamanho, a baleia de bryde (ou do éden) é um cetáceo cujo corpo é cinza escuro, exceto pela barriga, que é branco-amarelada.

Mede cerca de 12 metros e possui três sulcos paralelos entre a cabeça e o espiráculo (o buraco por onde liberta água quando respira). Tem barbatanas muito pequenas em comparação com o corpo e a dorsal é em forma de foice.

Baleia de bryde

Esta espécie marinha se reúne com outros indivíduos quando a comida é abundante, embora seja de hábitos solitários.

Nada a grandes profundidades e pode se deslocar a até 30 km/h. Prefere as águas quentes e subtropicais dos oceanos Índico e Pacífico. Quanto à dieta, ela é composta por peixes, crustáceos, polvos e lulas.

  1. Baleia minke antártica

A minke antártica é outra espécie de baleia e uma das poucas que vive apenas no hemisfério sul. 

Durante o verão, permanece na Antártida e, quando chega o inverno, segue para o Norte, embora chegue apenas até a linha do Equador.

Baleia minke antártica

A baleia minke antártica é uma das menores, já que mede no máximo 11 metros – as fêmeas são maiores que os machos – e pesa cerca de nove toneladas. Seu corpo é preto nas costas e branco na barriga.