A fauna na Antártida

· julho 11, 2018
Incrivelmente, todas essas formas de vida se adaptaram para sobreviver em condições climáticas adversas. Há moluscos, insetos, crustáceos, mamíferos e pássaros.

Pode haver vida animal em um lugar onde tudo é gelo, neve e vento? Acredite ou não, a fauna na Antártida conseguiu se adaptar a essas condições extremas e aproveitar os recursos à sua disposição. Aprenda sobre as espécies que habitam o ‘continente branco’ no nosso artigo de hoje.

Como é a fauna na Antártida

Localizada no hemisfério sul e com um território que corresponde ao dobro do tamanho da Austrália, a Antártida é o continente mais frio, mais seco e com maior frequência de vento do planeta. A temperatura média chega a -60° C! Mas, apesar dessas condições adversas, vários animais – e algumas plantas, como a tundra – conseguiram se adaptar e sobreviver:

  1. Pinguim-imperador

É uma das espécies de pinguins que fazem parte da fauna na Antártida – os outros são tufo amarelo, Adelaide, jugular, gentoo e rei. É o maior da família SpheniscidaeÉ caracterizada por ter um peito branco e o resto do corpo preto (dizem que está sempre de terno), embora os filhotes sejam de cores acinzentadas.

Pinguim imperador

O pinguim não pode voar, mas tem asas rígidas adaptadas ao habitat marinho… é um nadador experiente! Pode se reproduzir no desolado inverno antártico: a fêmea põe apenas um ovo por estação e o macho o transporta caminhando até 100 quilômetros junto com os outros ‘pais’.

  1. Lobo-marinho Antártico

Vive não apenas na Antártida, mas também no sul da Argentina e do Chile, e de acordo com o sexo eles têm uma cor de pelagem diferente: marrom nos machos adultos e cinza nas fêmeas. Além disso, o primeiro pode pesar 230 quilos e medir dois metros, enquanto as fêmeas não excedem 50 quilos e 140 centímetros.

Lobo marinho

  1. Krill antártico

Várias espécies marinhas da Antártida alimentam-se deste minúsculo crustáceo – com não mais do que seis centímetros de comprimento – que vive em cardumes que chegam a 30 mil exemplares, em áreas onde a água tem uma temperatura entre -1.3 e 3° C.

Krill antártico

  1. Mosquito Antártico

É o único inseto dessa família que pode sobreviver em ambientes tão frios e extremos. O Belgica antártica – seu nome científico – é uma espécie endêmica da região e, também, tem a honra de ser o único animal completamente terrestre do continente branco.

Ele tem a capacidade de permanecer vivo mesmo após dois anos de congelamento de seus fluidos corporais ou de não respirar oxigênio por um mês. É de cor escura, para absorver todo o calor disponível.

  1. Petrel das neves

Esta ave de cor branca em sua totalidade, com exceção de seu pequeno bico preto, mede cerca de 40 centímetros, embora quase dobre seu tamanho com as asas estendidas em pleno voo. É uma das espécies características dentro da fauna na Antártida e do Polo Sul.

Petrel nevado

Põe um único ovo por ninhada, que é incubado por 49 dias. Alimenta-se de peixes, moluscos e até de carniça e, além disso, pode viver por até 20 anos.

  1. Lula Colossal

É um dos maiores invertebrados, ao lado da lula gigante, pode chegar a 14 metros de comprimento e pesar 750 quilos. Muito de seu corpo é composto de dois tentáculos longos e oito braços mais curtos.

dimorfismo sexual na lula colossal é tal que a fêmea é três vezes o tamanho do macho, assim como possui um corpo mais robusto. Muito pouco se sabe sobre esse animal, que habita toda a região antártica. Alimenta-se de plâncton e de pequenas lulas.

  1. Foca de Weddell

Vive em grandes grupos no hemisfério Sul, principalmente na Antártida. Não migra e só se “move” na região em busca de alimentos e abrigo. Elas podem suportar o frio devido às grandes camadas de gordura que revestem seus corpos. Os machos são menores que as fêmeas.

Foca de Weddell

Elas têm a capacidade de submergir até 600 metros nas águas congeladas e, também, de prender a respiração por quase uma hora, devido à grande quantidade de mioglobina que se acumula nos músculos e no sangue desses animais. Alimenta-se de lulas, bacalhaus e outras espécies marinhas.