5 espécies de martim-pescador: conheça essa linda ave

· fevereiro 28, 2019

Estas espécies de martim-pescador se destacam pelas suas cores variadas e marcantes, bem como pelos seus bicos poderosos. Além disso, embora façam parte de culturas e tradições, são bastante desconfiados com humanos.

A família dos alcinos é composta por pequenas aves de penas muito coloridas. Espécies de martim-pescador são distribuídas em quase todo o mundo, com exceção das regiões ártica e antártica, da África central e da Ásia. Conheça-as abaixo.

Quantas espécies de martim-pescador existem?

Com dúzias de espécies e subespécies, estas aves um pouco ariscas com pessoas estão presentes nas tradições e culturas, devido às suas cores marcantes e aos seus bicos poderosos.

Mesmo na mitologia grega, havia uma divindade chamada Alcione, responsável por controlar o mar e as ondas, e que teria sido transformada nesse pássaro; um mito semelhante existia na Polinésia.

Entre as espécies de martim-pescador podemos encontrar:

1. Martim-pescador comum

É a mais ampla de toda a família, pois vive perto dos lagos e rios da Europa, Ásia e África. Além disso, escolhe áreas diferentes para passar o inverno, onde cria seus filhotes ou vive o resto do ano.

O martim-pescador comum – foto que abre este artigo – tem penas de duas cores. Ou seja, azul marcante nas costas e laranja na barriga.

Ele também tem alguns ‘pontos’ brancos e flashes esverdeados. Seu bico é longo comparado ao corpo e apresenta os mesmos dois tons da plumagem.

Alimenta-se de pequenos peixes, que avista dos galhos das árvores e os captura mergulhando rapidamente. Como podemos perceber pelo seu nome, este pássaro é um excelente pescador.

2. Martim-pescador azul

É muito semelhante em termos de cor das penas ao martim-pescador comum, mas nesse caso os tons são mais “apagados” e bem diferenciados.

Suas costas são azuis com manchas pretas e brancas e sua barriga é laranja. As pernas são avermelhadas e o bico é cinza escuro.

espécies de martim-pescador

O martim-pescador azul mede cerca de 19 centímetros, alimenta-se de pequenos peixes e lagostins, capturando-os saltando na água.

Além disso, a cada ano, nidifica em túneis próximos a córregos e deposita até sete ovos brancos. Vive na Nova Guiné, na Austrália e na Tasmânia, preferindo mangues, estuários, lagos e pântanos.

3. Martim-pescador oriental

A terceira das espécies do martim pescador nessa lista tem muitas cores em seu corpo: asas azuis, barriga amarela, cabeça, bico e pernas vermelhas, olhos pretos e pescoço branco.

Além disso, pode medir cerca de 13 centímetros e quase não há diferença entre os sexos.

5 espécies de martim-pescador

O martim-pescador oriental vive no sudeste da Ásia (Bangladesh, Butão, Malásia, Laos, Camboja, Sri Lanka, Tailândia, Vietnã e Cingapura) e no subcontinente indiano.

Prefere florestas densas perto de riachos, onde se alimentam de caranguejos, caracóis, libélulas, grilos e sapos.

A temporada de acasalamento começa em junho, o par de pássaros escava um túnel horizontal, onde a fêmea põe os cinco ovos. Posteriormente, com o macho, cuida da incubação por mais de duas semanas.

Os filhotes precisam de quase um mês para se desenvolver e se tornar independentes dos pais.

4. Martim-pescador da Amazônia

É uma das espécies de martim-pescador que vive na América do Sul, especificamente nos desfiladeiros de rios e córregos do México à Argentina.

Eles são reconhecidos porque se empoleiram nos galhos das árvores, muito próximos da água, esperando para pegar um peixe.

martim-pescador da Amazônia

O amazônico mede cerca de 30 centímetros – comprimento bastante grande para essa família de pássaros – e sua plumagem é escura nas costas e branca na barriga. A única diferença entre os sexos é que os machos têm penas marrons no peito.

5. Martim-pescador de Esmirna

A última espécie do martim-pescador nessa lista é encontrada no sul da Ásia, do Oriente Médio às Filipinas. Embora sejam sedentários, alguns podem voar para a Europa, principalmente para a Bulgária.

martim-pescador de Esmirna

O martim-pescador de Esmirna varia o matiz de sua plumagem de acordo com a localização geográfica, embora todos tenham asas azuladas e pretas, corpo marrom, peito branco e bico e pernas laranjas. Alimenta-se de crustáceos, insetos, cobras, sapos, roedores, peixes e vermes.