6 mitos sobre os gatos

· abril 18, 2018

Eles são misteriosos, silenciosos e independentes. Para muitos são considerados os animais de estimação ideais e companheiros com todas as letras. Neste artigo, vamos falar sobre  alguns dos mitos sobre os gatos que todos que amam os animais deveriam saber.

Mitos sobre gatos

Existem muitos tabus e preconceitos em relação aos felinos, ainda mais do que o que já acontece com os cães. Talvez seja porque eles podem ver no escuro, porque não precisam de seus donos tanto quanto os cães ou porque têm uma “aura” especial. Estes são alguns dos mitos sobre os gatos que vale a pena conhecer:

1. Eles amam leite

É comum relacionar gatos com leite, porque eles costumam gostar dele e porque acreditamos que é bom para sua saúde. No entanto, devemos ter em mente que qualquer mamífero, incluindo humanos, não possui o sistema digestivo preparado para processar a lactose após o desmame.

De onde vem o mito vem de que os gatos têm que tomar leite? Acontece que, antigamente as garrafas de leite costumavam ter uma camada grossa de nata no topo, e isso chamou a atenção dos felinos devido ao seu sabor e aroma. Portanto, mesmo se o seu gato adorar leite, você deve lembrar que é difícil para ele digerir… e, claro, isso ele não vai te dizer.

2. Eles sempre caem de pé

Outro dos mitos sobre os gatos que até mesmo usamos como um paralelo para as pessoas que têm sorte ou estão bem. A verdade é que tudo depende da altura a partir da qual eles caem, porque se for alto demais, não terão tempo para girar seu corpo de modo que as pernas toquem o chão primeiro.

Embora, às vezes, seja preferível que o animal suba até o ramo mais alto da árvore, porque se cair pode virar-se e não se machucar. Você sabe a partir de que momento eles desenvolvem a capacidade de “cair de pé”? A partir dos 40 dias de vida!

3. Eles não gostam de água

Se você tem um gato, com certeza notará que ele passa uma boa parte do dia se lambendo com a língua e a saliva, e é por isso que esta limpeza foi confundida com o “pânico da água”. É verdade que eles não gostam de se molhar, como acontece com a maioria dos gatos, mas isso não significa que eles não sejam excelentes nadadores se tiverem que se salvar.

4. São traiçoeiros

Este é um dos mitos sobre os gatos mais difundidos no mundo e tem sua base, como muitas vezes acontece com o preconceito, na falta de conhecimento sobre o animal. Dizem que os felinos são traiçoeiros porque suas unhas estão escondidas e podem ser colocadas pra fora a qualquer momento e lugar.

Mas preste atenção, porque isso não significa que ele irá atacar sem motivos ou por ‘traição’: ele simplesmente ultrapassa outros nas ações e tem várias técnicas de defesa. Também mostra seu descontentamento e outras emoções através de seus miados, posição das orelhas ou da cauda, ​​por isso é apenas uma questão de prestar mais atenção.

5. Eles não se dão bem com os cachorros

Essa rivalidade entre cães e gatos é mais uma invenção das pessoas do que a realidade, embora, é claro, tudo dependa da personalidade de cada animal. Não é uma condição sine qua non para um gato brigar com um cachorro, pois podemos socializá-los desde o primeiro momento e deixá-los tornarem-se os melhores amigos.

Existem milhares de casos em que os dois animais de estimação dormem juntos, brincam no jardim ou cuidam uns dos outros se estão doentes ou são idosos. O que é certo é que, se um gato corre na frente do cachorro, é provável que ele ative algum comportamento no cão e que este deseje persegui-lo, porém daí a serem rivais há uma grande diferença.

6. Não podem conviver com uma mulher grávida

Finalmente, este é um dos mitos sobre os gatos que é apropriado banir, porque é verdade apenas em certos casos: quando o animal não é vacinado ou está doente. A toxoplasmose é uma doença causada por um parasita que é transmitido através das fezes de um gato infectado, embora também esteja presente na carne crua ou em frutas e vegetais mal lavados.