A fauna da África do Sul

· setembro 28, 2018
Cheia de mamíferos e aves, a fauna deste país africano inclui desde canídeos com uma curiosa maneira de caçar, até galinhas coloridas.

Com um ecossistema predominantemente de pradaria, e o Parque Nacional Kruger como a principal reserva de animais e plantas, a fauna da África do Sul é verdadeiramente fascinante. Neste artigo, falaremos sobre algumas das espécies mais características do país.

Como é a fauna da África do Sul?

Além dos ‘cinco grandes‘, existem dezenas de outras espécies que habitam esta porção do continente.

A maioria delas pode ser encontrada no Parque Nacional Kruger e as mais conhecidas são, principalmente, mamíferos e aves. Entre elas, estão:

  1. Mabeco

Este mamífero carnívoro (imagem principal deste artigo) é conhecido como cão selvagem africano, cão hiena ou lobo pintado. 

É endêmico em toda a África, embora esteja mais presente na África do Sul, por causa de seu ecossistema.

Sua pelagem é de três cores, como se fosse “manchada” de marrom, preto e branco, e não há dois espécimes com o mesmo padrão de manchas.

Além disso, eles chamam a atenção por suas orelhas grandes e arredondadas, sempre em pé.

Os mabecos vivem e caçam em grupo, alimentando-se de impalas e outros ungulados de tamanho médio.

Eles têm uma técnica muito eficaz para obter presas: revezam entre si para evitar o cansaço. Seu sistema social é matriarcal, isto é, uma fêmea lidera o grupo.

  1. Galinha d’angola

Também chamada de ‘pintada’, é uma ave da família das galinhas originária da África, embora tenha sido introduzida em outras localidades, como na França.

Prefere áreas abertas e quentes, e pode se “misturar” com as galinhas domésticas.

fauna da África do Sul: galinha d'angola

É um dos mais destacados representantes da fauna da África do Sul.

Tem cerca de 50 centímetros e chama atenção por seu pescoço azulado, suas penas como “escamas” em preto e cinza e seu tipo de crista marrom na cabeça. 

Diferentemente de outras espécies do gênero, a galinha d’angola não apresenta dimorfismo sexual.

  1. Zebra

A zebra “comum” é outra das espécies dentro da fauna da África do Sul que podemos destacar.

Vive em savanas e planícies e, por causa da caça e da redução de seu habitat natural, sua população está cada vez menor. 

É comum vê-la em reservas e parques nacionais no continente.

fauna da África do Sul: zebras

Famosa por seu corpo listrado branco e preto (sem repetições), a zebra pode medir 1,5 metro e pesar 380 quilos.

É um animal muito sociável, que vive em pequenos grupos de um macho e algumas fêmeas com seus filhotes.

À noite, elas se revezam para proteger e evitar predadores. Gostam de comer grama baixa e ocasionalmente se alimentam de caules e folhas.

  1. Jabiru africano

Esta ave, semelhante à cegonha em tamanho e aparência, tem uma coloração particular em suas penas (branco e preto) e bico longo (vermelho e preto).

Vivem em rios, zonas úmidas, lagoas de água doce e pântanos, perto de prados e áreas abertas.

Jabiru africano

Durante o dia, tem que eriçar as penas e separá-las do corpo para reduzir a temperatura. Eles também preenchem seus bicos com água para se refrescar e ‘banhar’ os filhotes ou os ovos.

Passam muito tempo com as pernas na água para procurar comida: pegam o peixe com seus bicos especializados.

  1. Cudo

O grande cudo é outra espécie de fauna da África do Sul que podemos destacar.

Este mamífero da família dos bovinos é grande e os chifres dos machos são notáveis: parecem uma ‘espiral’ e atingem até 1,2 metro de comprimento.

cudo

O cudo vive em arbustos, em grupos separados entre machos e fêmeas, sendo que as mães ficam com seus filhotes.

Alimenta-se de folhas e ramos, é noturno e, embora seja lento ao caminhar, pode saltar para além de dois metros quando precisa escapar das garras ou presas dos predadores.