A fauna da Austrália: conheça os animais endêmicos do país

janeiro 17, 2019
Neste país, banhado pelas águas dos oceanos Índico e Pacífico, existem espécies únicas na natureza que, devido à separação da massa continental do resto do planeta, têm características muito especiais.

Quando éramos crianças, ouvíamos histórias sobre a fauna da Austrália, particularmente sobre coalas e cangurus. 

Mas este país tem muito mais para nos mostrar do que apenas os marsupiais típicos que geralmente aparecem em desenhos animados e filmes.

Conforme o caso, esses animais podem ser muito dóceis… ou parecerem verdadeiros monstrinhos. 

Mas o fato é que a fauna da Austrália é muito variada, com espécies realmente únicas, por isso, vamos falar em detalhes sobre a vida que mora nesse continente.

A fauna da Austrália: realmente perigosa?

A resposta curta para esta pergunta é: não, não é perigosa a menos que você cause isso, como tudo na natureza. Os animais australianos são caracterizados por sobreviver em áreas muito hostis.

Esses animais evoluíram de maneira diferente por causa da separação da massa continental do resto do mundo.

Grande parte da terra é separada pelo Oceano Índico, o Mar de Coral e o Mar da Tasmânia, e deu origem a animais muito particulares e emblemáticos.

De todos os mamíferos na Austrália, aproximadamente 80% são endêmicos (eles vivem apenas nesse local, em estado selvagem), percentual muito maior do que em outras regiões do mundo.

Dos bonitinhos cangurus ao estranho ornitorrinco, a Austrália tem os mamíferos mais pitorescos do planeta.

Entre os répteis, 90% deles são encontrados apenas na Austrália, e incluem o crocodilo de estuário, que mede de seis a oito metros de comprimento, a tartaruga cabeçuda e uma grande variedade de serpentes nativas.

Os peixes que vivem dentro do país e ao redor da massa continental também são endêmicos da área.

Acredita-se que 40% das espécies marinhas sejam encontradas apenas nessa área. E poderia ser mais, uma vez que grande parte dos oceanos do mundo ainda precisa ser explorada.

Mamíferos

A fauna de mamíferos da Austrália tem uma grande presença endêmica, com cerca de 55 espécies que só podem ser encontradas no país.

A maioria desses animais receberam seus nomes a partir do dialeto aborígene nativo da área. Os mamíferos da Austrália são os mais variados e extravagantes que podemos encontrar.

No país, vive desde o adorável coala até o ornitorrinco venenoso; se você não sabia, este último é um dos poucos mamíferos ovíparos que existem no planeta. Além desses mamíferos, há também porcos-espinhos, animais da ordem monotremata, como o ornitorrinco.

O país também tem três raças de dasyurus (imagem que encabeça este artigo), peramelidae e thylacomyidae, estes dois últimos, onívoros.

vombate australiano

Entre os herbívoros, temos os vombate (imagem acima), coalas, cangurus e gambás, que pertencem à ordem diprotodontia.

Naturalmente, esses animais são marsupiais: mamíferos com uma bolsa externa ou marsupial, em que o bebê termina seu crescimento.

Há uma crença de que os dingos pertencem à fauna da Austrália, mas a verdade é que eles foram introduzidos nos ecossistemas australianos durante a colonização inglesa.

Répteis e anfíbios

Acredita-se que 90% dos répteis e anfíbios da Austrália sejam endêmicos da região, portanto alguns podem ser bastante estranhos.

O crocodilo de água doce é uma das maiores espécies desta família, e entre os anfíbios estão as diferentes raças de sapos.

A fauna da Austrália tem a característica de ter mais cobras venenosas do que seus pares não-venenosos. Entre eles, destacam-se a cobra-da-escada e a cobra-tigre. As variedades marinhas delas são muito venenosas, e algumas lideram a classificação de risco.

Demônio-espinhoso-da-australia

A Austrália também possui um grande número de lagartos e geckos de diferentes raças. Estes incluem o lagarto de língua azul, tipos diferentes de lagartos-monitor e dragões como moloc e pogona.

Há uma variedade de geckos chamados de demônios-espinhosos (foto acima) que só são encontrados nos desertos deste país.

Peixes

A fauna marinha da Austrália é composta por 44% de peixes endêmicos da região, dos quais se destaca o peixe-palhaço, que é muito conhecido no mundo graças ao filme Procurando Nemo.

Muitas destas espécies marinhas são perigosas, pois podem ser muito venenosas.

peixe-palhaço em uma anêmona

Em suas águas vive o tubarão de Port Jackson, um animal que poderia assustar qualquer pessoa, mas que na verdade não é perigoso.

Ele não ataca os humanos a menos que seja provocado e, em seu último ataque registrado, seus dentes não puderam penetrar a pele da vítima, que teve muita sorte.

O dugongo é único na área e um dos poucos mamíferos aquáticos da região. Juntamente com eles, as águas australianas abrigam diferentes espécies de golfinhos, corais, tubarões e peixes ósseos.