Açor: características, comportamento e habitat

maio 17, 2019
O aspecto de maior destaque do açor é sua capacidade de caçar suas presas em pleno voo em paisagens de florestas densas.

O açor (Accipiter gentilis) é uma das aves de rapina mais interessantes da fauna do hemisfério norte. Este animal pode ser encontrado em boa parte da Eurásia e dos Estados Unidos, e é conhecido por sua grande habilidade voando entre as florestas.

Características do açor

De tamanho médio, esta ave é ligeiramente menor do que a águia-de-asa-redonda. Sua envergadura ultrapassa um metro de longitude nas fêmeas, já que os machos são um pouco menores.

O açor adulto tem uma coloração parda, embora se caracterize por um peito branco com faixas pretas, de forma similar ao gavião e ao cuco, com o qual muitas de suas presas o confundem, o que é uma vantagem para ele. É importante destacar que o açor tem duas manchas brancas sobre seus olhos, que são amarelos, ainda que com a idade se tornem vermelhos.

Habitat do açor

O açor é conhecido porque, diferentemente de outras aves de rapina cuja especialidade é planar em grandes vales, ele é capaz de caçar em meio à vegetação. Possui asas curtas de extremos arredondados, e um rabo longo que age como um leme para poder virar.

Açor voando

É por isso que ele pode ser encontrado em florestas densas, e são poucas as ocasiões em que sai para campo aberto. Vive em todo o hemisfério norte, principalmente em florestas de altura média com uma abundância de roedores e pequenas aves, suas principais presas.

Este hábito alimentar lhe deu um grande protagonismo na falcoaria ao longo da história. Nesta prática, ele também é considerado uma ave de manejo complicado, e não é recomendado a principiantes, que costumam optar pela águia de Harris.

Comportamento

O açor constrói seus ninhos nas árvores, onde põe de um a cinco ovos, incubados pela fêmea durante mais de um mês. Após o seu nascimento, os filhotes voam pela primeira vez com um mês e meio de idade. No entanto, raras vezes o açor consegue manter mais de dois filhotes em cada ninhada, devido à enorme demanda de carne durante a criação.

Açor voando em floresta gelada

O açor costuma caçar muitos tipos de aves, como perdizes, pombas e corvos. Também é capaz de caçar lebres, esquilos ou ratos, além de répteis. Este pássaro caça escondido e é raro avistá-lo, tanto por seu padrão de camuflagem quanto por sua predileção pelos lugares mais reservados.

Ele fica em um local alto vigiando e localizando suas presas, sobre as quais voa com extrema rapidez enquanto calcula a sua trajetória. Este predador ataca outras aves em pleno voo, e tem uma força significativa nas garras, o que lhe permite matar suas presas de forma instantânea com a pressão. Normalmente, consomem toda a sua presa no mesmo local em que a capturaram.

Assim como outras aves de rapina, o açor é essencial para as cadeias alimentares de nossas florestas. Ele controla as populações de roedores, por isso é muito sensível aos controles de pragas realizados pelo homem, que, por outro lado, são desnecessários diante da sua presença.

Squires, J. R., & Reynolds, R. T. (1997). Northern goshawk (Accipiter gentilis). In: Poole, A.; Gill, F., eds. The Birds of North America, No. 298. Washington, DC: The Academy of Natural Sciences Philadelphia, PA; The American Ornithologists’ Union. p. 1-31., 1-31.