3 alimentos humanos permitidos para gatos

outubro 14, 2019
Os gatos são animais curiosos, especialmente com os aromas que a comida libera. Às vezes, é difícil resistir ao olhar choroso e eles acabam recebendo uma porção. No entanto, é preciso saber quais alimentos podem ser oferecidos e quais não.

Alguns alimentos tipicamente humanos são permitidos para gatos e cães. No entanto, os gatos são mais requintados do que os cães quando se trata da alimentação. Afinal, os cães aceitam praticamente qualquer tipo de alimento.

Os gatos são muito curiosos com os aromas que a comida desprende. Não é fácil resistir ao olhar choroso que eles lançam para conseguir um petisco. Portanto, é conveniente saber quais tipos de alimentos humanos podem ser oferecidos para gatos.

A alimentação dos gatos

Os gatos são carnívoros por natureza, o que significa que eles têm necessidades nutricionais específicas. As necessidades nutricionais dos gatos são atendidas com grandes quantidades de proteína em comparação com os carboidratos.

A alimentação dos gatos domésticos costuma ser baseada em três tipos de alimentos: seco (ração), úmido (patê) ou uma mistura de ambos. Apesar disso, eles são muito curiosos e serão os primeiros a entrar na cozinha na hora das refeições, principalmente se sentirem cheiro de peixe ou carne.

Os gatos comem com mais frequência do que os cães, mas consomem porções menores de comida. No entanto, às vezes eles podem escapar da dieta e convencer seus donos a lhes oferecer alimentos humanos.

O comportamento de solicitação de comida de um gato com fome é muito impressionante. O principal recurso é o miado, seguido de fricção contra pessoas ou objetos. Dessa forma, eles chamam a atenção do dono, que irá alimentá-los.

Alimentos humanos permitidos para gatos

Os seres humanos podem comer uma ampla variedade de alimentos ricos em nutrientes. Portanto, pode-se dizer que é benéfico para os animais participarem dessas refeições.

No entanto, deve-se ter em mente que cada animal pode reagir de uma maneira diferente aos alimentos humanos. Além disso, cada espécie pode ser capaz de comer tipos diferentes de alimentos.

Carne

Entre os tipos de carne que um gato pode comer estão carne de frango ou de peru. Antes de mais nada, é importante que a carne seja cozida, pois a carne crua nunca pode ser consumida pelos gatos.

Gato comendo carne crua

É aconselhável fornecer carne com baixo percentual de gordura, que não exceda 25%, especificamente. Caso contrário, a ingestão causará um efeito prejudicial para a saúde do animal.

Peixe

Os gatos amam peixe. No entanto, acontece algo semelhante ao que observamos no caso da carne. O peixe deve ser cozido e as espinhas devem ser removidas.

Se o animal ingerir peixe cru, ele pode acabar contaminado por parasitas. Um dos parasitas mais comuns pertence ao gênero Anisakis e é responsável pela doença da anisaquíase.

Vegetais e frutas

A variedade de frutas e vegetais que pode ser oferecida é maior. Além disso, o vegetal pode ser servido fresco e sem a necessidade de ser cozido.

Entre os tipos de vegetais permitidos estão a cenoura e a batata-doce. No que diz respeito às frutas, maçã, banana e melancia estão entre as mais recomendadas.

Exemplo de dieta: alimentação vegana

A base desse tipo de alimentação inclui várias leguminosas, como feijão ou lentilha, arroz integral, aveia e batata-doce. Especificamente, o feijão faz parte do grupo de alimentos hipoalergênicos, que também inclui diferentes tipos de frutas e legumes.

Gato e cachorro cozinhando

Há casos de cães e gatos que seguem uma dieta vegana, bem como seus donos. Diferentes estudos apontaram os benefícios desse tipo de dieta saudável:

  • Aumento da vitalidade.
  • Menor incidência de câncer.
  • Menor incidência de várias doenças: hipotireoidismo, infecções, etc.
  • Desaparecimento de alergias.
  • Remissão de doenças como artrite ou diabetes.
  • Melhor aparência geral do animal.

Em suma, esta opção parece viável para animais onívoros, como é o caso dos cães, mas é preciso ter um cuidado um pouco maior com os gatos, que são naturalmente carnívoros.

Ao optar por esse tipo de dieta, os animais de estimação veganos não ingerem proteínas encontradas na carne, bem como diferentes vitaminas e minerais. Portanto, esses nutrientes ser incluídos na dieta com diferentes suplementos alimentares.

Por fim, entre os componentes indispensáveis, não pode faltar L-carnitina, taurina e vitamina B12. Esses elementos garantem a boa saúde do animal de estimação. Esses suplementos podem ser encontrados em lojas específicas.

Conclusão sobre os alimentos humanos permitidos para gatos

Como vimos, são muitos os alimentos humanos permitidos para gatos. Entretanto, vários fatores específicos para cada animal devem ser levados em consideração.

Se o gato mantém algum tipo de alimentação especial porque sofre de problemas renais ou intestinais, é aconselhável não oferecer outro tipo de alimento.

Em caso de dúvida, sempre pergunte ao seu veterinário de confiança no momento da consulta. Assim, seu gato poderá desfrutar do melhor tipo de comida para as necessidades específicas dele.

  • Sánchez ÁM. ALIMENTACIÓN VEGANA PARA PERROS Y GATOS. :11. [Internet]. Disponible en: http://files.ruth-sanz-sierra.webnode.es/200003665-66e6d7156f/ALIMENTACI%C3%93N%20VEGANA%20PARA%20PERROS%20Y%20GATOS.pdf
  • Horwitz D, Soulard Y, Junien-Castagna A. Comportamiento alimentario del gato. 1:40. [Internet]. Disponible en: https://www.royalcanin.es/wp-content/uploads/2016/05/Cap-13-Comportamiento-alimentario-del-gato.pdf
  • Goy-Thollot I, Elliott DA. Nutrición y cuidados intensivos en el gato. 1:33. [Internet]. Disponible en: https://www.royalcanin.es/wp-content/uploads/2016/05/Cap-12-Nutricion-y-cuidados-intensivos-en-el-gato.pdf