Animais ameaçados de extinção no Parque Nacional de Yellowstone

· maio 8, 2019
Graças a este grande parque, muitas espécies se recuperam no que diz respeito à quantidade de exemplares de sua população. Além disso, eles desfrutam de um habitat protegido, com comida e abrigo disponíveis.

Os parques nacionais são espaços protegidos muito importantes para os animais, e é dentro de seus limites que eles podem se estabelecer e se reproduzir sem as ameaças do ser humano. Nós convidamos você a descobrir as espécies de animais ameaçados de extinção em Yellowstone, um dos parques nacionais mais famosos dos Estados Unidos.

Espécies de animais ameaçados de extinção no Parque Nacional de Yellowstone

Considera-se que o Parque Nacional de Yellowstone foi o primeiro a desfrutar desta distinção, desde que foi fundado em 1872. Ocupa mais de 8.000 quilômetros quadrados e está localizado na América do Norte. Especificamente, a maior parte de seu território pertence aos estados de Wyoming, Idaho e Montana.

Este parque natural não foi criado apenas para proteger animais e plantas, uma vez que também contém importantes fenômenos geológicos. Por ser tão extenso, inclui muitos ecossistemas dentro de suas fronteiras: quase tudo é floresta, mas também tem pradarias, pântanos, lagos, etc.

O Parque Nacional de Yellowstone recebe milhares de turistas todos os anos: a proteção deste parque regula quais partes podem ser visitadas, e há até mesmo áreas que não podem ser acessadas por veículos. A prova de que esse plano de proteção funciona é que a vida natural no parque continua normalmente e não é afetada pela atividade humana.

Claro, a caça também é proibida dentro dos limites do parque. Os animais que vivem dentro de suas fronteiras não enfrentam ameaças humanas e, na verdade, eles podem se estabelecer e se reproduzir com tranquilidade.

Lobo cinzento

Um dos casos mais conhecidos de animais ameaçados de extinção em Yellowstone é o lobo cinzento –  foto que abre este artigo – que estava há décadas desaparecido naquela área do continente devido à caça. Na década de 1990, várias matilhas foram introduzidas no parque: eles se reproduziram, migraram e formaram novos grupos…

Hoje, a população de lobos cinzentos no Parque de Yellowstone é saudável. Além disso, tem sido possível estudar em detalhes como as matilhas crescem, como eles se relacionam entre si e os efeitos que uma espécie tem na cadeia trófica de um ecossistema.

Doninha de patas pretas

Um caso semelhante é o da doninha de patas pretas: em 1980, acreditava-se que ela estava completamente extinta, mas um exemplar apareceu inesperadamente em uma área próxima ao parque. Um programa de reprodução em cativeiro e posterior soltura tornou possível que mais de 1.000 doninhas de patas pretas vivam em Yellowstone.

Urso pardo

O rei de Yellowstone é o urso pardo. Esta é outra das espécies de animais ameaçados de extinção em Yellowstone que, graças ao parque, está se recuperando. Alguns séculos atrás, estima-se que havia quase 50.000 exemplares: embora hoje existam cerca de 2.500 na América do Norte, seus números continuam aumentando sob a proteção do parque.

O urso pardo, um dos animais ameaçados de extinção em Yellowstone

Águia-careca

A ave nacional dos Estados Unidos sobrevive graças a este parque natural. Os pesticidas, que mataram suas presas, enfraqueceram sua população nas últimas décadas. No entanto, dentro das fronteiras de Yellowstone, elas podem se alimentar e se reproduzir normalmente, com comida e abrigo suficientes.

Águia-careca em Yellowstone

Embora não seja mais considerada uma das espécies em perigo de extinção e agora esteja listada apenas como ameaçada, sua atividade está sendo monitorada de perto, já que sua população não está se recuperando tão rapidamente quanto o esperado.

Bisonte

Os bisontes viviam por toda a extensão da América do Norte (estima-se que podiam existir mais de 10 milhões de espécimes vivos), mas com a chegada dos ingleses, nos últimos séculos a sua população diminuiu a ponto de ser possível acreditar que isso tornaria impossível que a espécie se recuperasse.

Bisonte em Yellowstone

Atualmente, o maior rebanho de bisontes do planeta vive em Yellowstone. Eles foram reintroduzidos após um projeto para reproduzi-los em cativeiro, e estima-se que existam cerca de 300.000 exemplares vivendo dentro do parque.

Além dessas espécies ameaçadas, há outras que vivem em Yellowstone: o cisne-trompetista, os castores, o lince-canadense e os alces são seres protegidos dentro desse parque, por exemplo.

Os espaços naturais protegidos são uma parte essencial para a sobrevivência de animais em perigo de extinção. Além disso, eles dão a oportunidade de monitorar e estudar essas espécies sem perturbá-las ou mantê-las em cativeiro.

O Parque Nacional de Yellowstone é um ótimo exemplo do propósito e da conservação desse tipo de espaço. Sua variedade de ecossistemas, a proteção da fauna, flora e geografia fazem desse espaço um lugar único no planeta e um exemplo a seguir.