Animais de estimação perigosos para ter em casa

· maio 5, 2019
Alguns animais selvagens podem reagir violentamente fora de seu habitat diante de estímulos, ambientes ou situações em que seu instinto indique que eles estão em perigo.

Embora a criação de animais exóticos não seja algo novo devido ao fato de diversas personalidades terem adotado animais de estimação perigosos e peculiares, não deixa de ser uma moda muito controversa. Alguns animais podem apresentar sérios riscos de saúde e comportamentais em cativeiro, por isso é muito importante ter informações sobre essas espécies.

Naturalmente, é essencial entender que nenhum animal é cruel ou mau por natureza. Eles podem simplesmente reagir a contextos desfavoráveis quando sentem que seu território é invadido ou seu bem-estar é ameaçado. Embora os animais não sejam cruéis ou violentos, na prática podem apresentar risco para as pessoas, seja pela força ou pelos mecanismos de defesa de algumas espécies.

Além disso, devemos enfatizar que nem todas as espécies se adaptarão à convivência com os seres humanos. De fato, a domesticação do cão demorou vários séculos.

É preciso lembrar que os gatos nunca foram totalmente domesticados, mas aprenderam a coabitar pacificamente com as pessoas. A seguir, veremos alguns animais perigosos que é melhor que você não tenha em sua casa.

5 animais de estimação perigosos que você não deve adotar

Cobras

No primeiro lugar da nossa lista de animais de estimação perigosos estão as cobras. Embora algumas espécies sejam inofensivas e até tímidas, existem várias cobras venenosas ou constritoras que podem causar acidentes sérios.

As cobras são animais de estimação perigosos

Em alguns países, a criação em cativeiro de várias espécies de cobras é proibida e gera sanções. Portanto, antes de aderir à moda de ter este réptil exótico como animal de estimação, lembre-se de consultar a legislação vigente no seu país.

Animais de estimação perigosos: felinos selvagens

Talvez hoje em dia pareça insensato ter um tigre ou um leopardo como animal de estimação, mas para muitas pessoas esta parece ser uma experiência atraente. Vale lembrar que os felinos selvagens dificilmente se adaptam ao estilo de vida das pessoas, mesmo que sejam bem treinados.

Felinos selvagens

Hiena

Algumas pessoas também acharam que era uma ideia inovadora adotar uma hiena. Por mais curioso que pareça, a hiena pode provocar inúmeros acidentes domésticos. Trata-se de uma espécie muito indisciplinada com uma mordida poderosa.

Animais perigosos: hienas

Camelos

No mundo ocidental, não é muito comum encontrar camelos. No entanto, em muitos países os camelos são animais usados ​​para várias atividades e até mesmo adotados como animais de estimação.

Camelos

Apesar de sua aparência calma, o camelo tem uma personalidade notável. Além disso, sua constituição física permite que ele tenha muita força. Quando expostos a ambientes desfavoráveis ​​ou a estímulos estranhos, podem ser agressivos e causar ferimentos graves ou traumas. Portanto, é melhor deixá-los quietos em seu habitat natural.

Animais de estimação perigosos: os ursos

Provavelmente muitos de nós já vimos vídeos incríveis de pessoas que conseguiram domar os ursos e viver com eles. Essas imagens são lindas, mas lembre-se de que este é um animal selvagem, gigante, territorial, com muita força e dentes poderosos.

Ursos em floresta

Há gostos muito curiosos quando se trata de ter um animal de estimação exótico e diferente em casa. Não se esqueça de que, apesar de sua inteligência e inegável beleza, os ursos também podem ser animais de estimação perigosos.

Por que você não deveria ter um animal selvagem como animal de estimação?

Existem muitas diferenças entre animais selvagens e animais de companhia, em relação ao seu organismo e comportamento. Ao adotar um animal de estimação, é essencial entender suas necessidades e conhecer sua capacidade de se adaptar ao nosso estilo de vida.

Muitos animais podem se tornar animais de estimação perigosos, não por sua própria natureza, mas porque vivem em um ambiente que gera insegurança, medo ou estresse. Mesmo espécies amigas, como os macacos, podem exibir comportamentos agressivos quando forçadas a deixar seu habitat natural.

Além disso, devemos mencionar que muitos animais exóticos foram removidos à força de seu habitat natural. Eles são afastados de seus semelhantes para serem comercializados como animais de estimação. Portanto, ao adquirir um animal de estimação exótico, podemos contribuir direta ou indiretamente para a caça furtiva e o desequilíbrio dos ecossistemas do nosso planeta.

Lembre-se de que o tráfico ilegal de espécies exóticas ainda existe e continua submetendo esses animais a condições de vida cruéis. Por todas estas razões, o melhor conselho é não criar animais selvagens como animais de estimação. É melhor dar preferência a espécies que gostem da nossa companhia.