Os 12 animais mais bonitos do Equador

O Equador é um país muito diversificado. Ocupa o terceiro lugar no mundo em diversidade de anfíbios, quarto em aves, oitavo em répteis e nono em mamíferos.
Os 12 animais mais bonitos do Equador
Georgelin Espinoza Medina

Escrito e verificado por a bióloga Georgelin Espinoza Medina.

Última atualização: 18 janeiro, 2023

O Equador é um país sul-americano com uma área de 283.561 quilômetros quadrados em que se distribuem diferentes ecossistemas (desertos, charnecas, florestas, manguezais e oceanos). Essa variedade de ambientes se estende também aos seres vivos, já que o país possui uma biodiversidade impressionante. Conheça os 12 animais mais bonitos do Equador.

Este país é um dos 17 com maior diversidade biológica graças à sua privilegiada localização tropical. Também possui um grande número de endemismos, ou seja, organismos que estão presentes apenas em seu território. Continue lendo e conheça parte dessa pluralidade com uma lista dos animais mais bonitos da região.

Quais são os animais mais bonitos do Equador?

Os seres vivos do Equador se destacam por suas cores marcantes, comportamentos interessantes e sua distribuição exclusiva nessas terras tropicais. Embora gostaríamos de nomeá-los todos, preparamos uma lista dos animais mais destacados do Equador para você levar em conta se quiser visitar este lugar. Não perca!

1. Gato-do-mato (Leopardus tigrinus)

Começamos a lista com um lindo felino: o gato-do-mato-pequeno, gato-macambira ou gato-lagartixeiro. É o menor representante do seu grupo, com um corpo entre 45 e 65 centímetros de comprimento e uma cauda de 25 a 35 centímetros de comprimento.

Este animal tem uma aparência fofa com sua pelagem listrada e rosetas irregulares de cor escura em um tom amarelo ou marrom claro, mas não se deixe enganar por sua aparência: é um caçador e escalador muito ágil. Sua pele é cobiçada, o que fez com que sua caça ilegal e sua população diminuíssem ao longo dos anos.

Um dos animais mais bonitos do Equador.

2. A cobra Philodryas amaru

No Equador existem 432 répteis diferentes e entre eles temos este espécime endêmico, a cobra P. amaru. Está presente apenas na província de Azuay, no rio Yanuncay, entre 2.600 e 4.000 metros acima do nível do mar. Essa cobra se destaca com seu tom brilhante de marrom claro, verde e amarelo. É ovípara, carnívora, não venenosa e pode atingir 91 centímetros de comprimento.

A cobra do rio Yanuncay foi descoberta na última década. Aspectos relacionados à sua biologia e estado de conservação ainda são desconhecidos.

3. O sapo Nymphargus laurae

O Equador é o terceiro país do mundo em diversidade de anfíbios e possui muitos endemismos, por isso teremos alguns deles em nossa lista. O primeiro a ser mencionado é este peculiar sapo, um pequeno espécime verde, mas com pontos pretos com o centro amarelo. É um verdadeiro espetáculo visual exclusivo da região.

Este sapo é classificado como “criticamente ameaçado” de acordo com a União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN) devido ao desmatamento, práticas agrícolas e fragmentação de seu habitat. Como fato curioso temos que o nome laurae que dá nome à espécie se refere à avó de um dos cientistas que a descreveu pela primeira vez.

Um dos sapos de vidro.

4. Asa-safira (Pterophanes cyanopterus)

No Equador existem mais de 130 espécies de beija-flores (equivalente a 38% da quantidade mundial), então não poderíamos deixar de citar uma delas nesta lista. Apesar de todas serem lindas, neste caso escolhemos a asa-safira.

Este beija-flor é verde, mas deslumbra com suas asas azul-safira metálicas quando voa. Mede até 17 centímetros e seu bico tem cerca de 3 centímetros de comprimento. Tem uma cauda verde longa e bifurcada. Além disso, faz um voo lento e característico.

Um dos animais mais bonitos do Equador.

5. Tubarão-baleia (Rhincodon typus)

O tubarão-baleia é o maior peixe do mundo, atingindo tamanhos de até 12 metros de comprimento e pesando cerca de 34 toneladas. Mas não se deixe enganar pelo seu tamanho: é uma espécie não agressiva que se alimenta por filtragem, algo que difere do comportamento de outros tubarões.

O que os peixes comem?

6. Tartaruga-gigante-de-Fernandina (Chelonoidis phantasticus)

Existem várias espécies de tartarugas gigantes endêmicas do Equador com aparências surpreendentes, como é o caso de Chelonoidis phantasticus. Esta espécie tem uma carapaça preto-acinzentada escura e cabeça e pescoço cinza, mas a garganta é amarela.

Este réptil está criticamente ameaçado de acordo com a IUCN e foi até considerado extinto, mas uma fêmea foi encontrada em 2019 e atualmente está localizada em um centro de criação de tartarugas. A principal ameaça de extinção que esta espécie apresenta é um vulcão ativo em seu habitat natural, a ilha de Fernandina.

7. Sagui-pigmeu (Cebuella pygmaea)

O sagui-pigmeu ou sagui-leãozinho é o menor do mundo dentro de seu grupo. No Equador, vive nas florestas tropicais da Amazônia entre 200 e 940 metros acima do nível do mar. É peludo e com olhos grandes, que inspiram uma sensação de ternura. É onívoro, com hábitos diurnos e arborícolas.

Um macaco-leão.

8. O lagarto Enyalioides rubrigularis

Outro réptil interessante do Equador que merece estar nesta lista é o lagarto Enyalioides rubrigularis, que tem o corpo verde com a garganta vermelha. É uma espécie endêmica que atinge 13 centímetros de comprimento da face à cloaca.

Como fato curioso, temos que a espécie pode mudar a cor do corpo, pois varia do verde ao marrom ou amarelo. Tem um estado de conservação vulnerável de acordo com a IUCN. Sua principal ameaça é o desmatamento.

9. O sapo Epipedobates anthonyi

O sapo Epipedobates anthonyi é um anfíbio nativo da América do Sul, particularmente do Equador e do Peru. Destaca-se por suas cores marcantes que o tornam um dos sapos mais bonitos, o que indica que possui toxinas venenosas em sua pele.

Este sapo é vermelho com linhas brancas ou creme nas costas. A área ventral tem tons marrons ou avermelhados com linhas de água-marinha. Essa fascinante combinação de cores é um sinal que serve de alerta aos predadores.

10. Raposa-andina (Lycalopex culpaeus)

A raposa-andina ou raposa-colorada é um grande canídeo sul-americano. É um animal com um tom de corpo acinzentado, no qual se destacam a cabeça e as patas avermelhadas. Tem uma cauda bastante peluda, como o resto do corpo. É um caçador, mas tem uma dieta variada que inclui carniça se necessário.

11. Pinguim-das-galápagos (Spheniscus mendiculus)

Outra ave interessante do Equador que vale a pena listar é o pinguim-das-galápagos. Ele é pequeno (mal chega a 49 centímetros de comprimento) mas muito ousado, pois aproveita as correntes frias para sobreviver neste ambiente tropical. Além disso, passa grande parte do dia na água.

Um dos animais mais bonitos do Equador.

12. Peixe-boi-da-amazônia (Trichechus inunguis)

O peixe-boi T. inunguis habita o rio Amazonas e suas nascentes. É grande e pesado (mede 2,8 metros e tem até 500 quilos de massa). A coloração de sua pele é escura com manchas brancas. Na realidade, é um animal tímido e de hábitos solitários, apesar de seu grande porte.

Aqui terminamos a lista dos 12 animais mais bonitos do Equador, mas sem dúvida ficamos aquém do número de espécies que existem neste pequeno território. A alta taxa de endemismo torna esta região uma das mais fascinantes da Terra. O que você está esperando para visitar esse país?


Todas as fontes citadas foram minuciosamente revisadas por nossa equipe para garantir sua qualidade, confiabilidade, atualidade e validade. A bibliografia deste artigo foi considerada confiável e precisa academicamente ou cientificamente.



Este texto é fornecido apenas para fins informativos e não substitui a consulta com um profissional. Em caso de dúvida, consulte o seu especialista.