As posições da cauda, a forma de o gato se expressar

Ao contrário do que muitas pessoas acreditam, os gatos são sim animais muito expressivos. Quem já conviveu com esses felinos domesticados no decorrer dos séculos sabe que, quando um bichano quer que você saiba de algo, ele o avisa de forma clara e categórica. O que quer dizer as posições de sua cauda?

Muito além dos miados, que já têm uma ampla gama de tons e por consequência significados, os gatos se valem do corpo inteiro para estabelecer uma comunicação entre eles e os seres humanos. Além disso, se utilizam do próprio corpo para se comunicar com outros animais diferentes deles.

Se existe algum elemento dos felinos que tem muito a dizer, é a cauda. Ela foi projetada como uma espécie de extensão da sua coluna vertebral, sendo vital para o seu equilíbrio.

Além disso, a cauda é importante para ajudar os gatos a darem os saltos acrobáticos com quedas aerodinâmicas.

O sentido das posições da cauda

Segundo os especialistas nesse assunto, existem até 12 posições de cauda dos gatos, cada uma com um significativo evidente.

Cauda virada para cima

Isso é sinônimo de máxima felicidade e bem-estar. Alguns gatos até mesmo saem correndo para receber os seus donos na porta depois deles passarem um dia fora de casa, demonstrando esse sentimento através de sua cauda em ângulo reto.

Já os felinos que caminham de maneira calma, mas determinada, mantendo a cauda ereta, denota tranquilidade e muita confiança. Quando exigem atenção, vão ficar andando em volta dos pés de seus donos, acompanhando o percurso feito pelo dono com os inconfundíveis roça-roças de sua cabeça, e até emitindo miados.

Se, ainda assim, não receberem a atenção desejada, os felinos vão ficar parados na posição de duas patas. Existem gatos que aprendem que devem se posicionar dessa forma, e com máximo cuidado, quando as pessoas estiverem usando calças compridas. E se continuam sem receber o que tanto buscam, vão subir em cima da cama, no teclado do computador, vão ficar prostrados em frente à televisão ou, sobretudo, em cima daquilo que eles acharem que está tirando a atenção do dono em relação ao seu show.

Cauda em posição vertical e ereta, mas com uma inclinação perto da ponta

Entre as posições da cauda, essa é a que os gatos usam para expressar grande curiosidade por alguma coisa. É comum vê-los dessa forma, nos momentos cotidianos em que se dedicam a explorar e a revistar cuidadosamente a casa e a área em que vivem.

Cauda para baixo

Outra posição da cauda. Isso pode indicar submissão, diante de outros gatos, ou diante das pessoas. Essa é uma das posições da cauda mais comum quando eles vão a uma consulta no veterinário ou se eles têm que tomar algum remédio.

A cauda para baixo também pode expressar tristeza ou depressão. Se essa postura se tornar frequente, quanto mais próxima do chão a cauda do animal ficar, mais para baixo vai estar o seu estado de espírito.

Movimentos rápidos da cauda

Se nos cães isso é sinônimo de máxima felicidade e alegria, nos gatos é totalmente o contrário. Quando a cauda dos felinos fica balançando de um lado para o outro, como se fosse um chicote, o animal está exteriorizando toda a irritação que está sentindo por dentro. Quanto maior a rapidez e a força desses movimentos, maior vai ser o incômodo que ele estará sentindo.

Movimentos suaves da cauda

Se a cauda se movimentar de maneira suave, isso quer dizer que o gato está concentrado em algo. Alguns animais que se encontram nos braços dos seus donos demonstram emoção através do balançar lento da cauda.

Esses movimentos, junto com o inconfundível ronronado, transmitem seu estado de felicidade e relaxamento. Quando estão caçando, eles mantêm os olhos fixos no seu alvo, ao mesmo tempo em que a cauda realiza movimentos quase imperceptíveis.

A cauda entre as patas

É outra posição da cauda que os gatos usam para expressar descontentamento ou medo. É muito comum vê-los dessa forma quando acabam de ser pegos fazendo travessuras, ou depois de fazerem algo que é proibido.

Existem casos de felinos que, apesar de ainda não terem sido pegos se comportando mal, não sabem fingir. Eles são incapazes de esconder dos donos que fizerem algo de errado, e acabam sendo repreendidos por terem feito besteira.

A cauda esticada

Isso acontece por duas razões: o gato está apavorado ou muito aborrecido. No primeiro caso, a cauda vai ficar em uma posição inferior a 90 graus, permanecendo muito próxima ao chão. Se ele estiver se sentindo incomodado, a cauda vai ficar totalmente ereta.

Se os níveis de estresse estiverem muito elevados, o animal vai mostrar os dentes caninos ao mesmo tempo em que vai emitir grunhidos perfeitamente nítidos. Além disso, vamos ser capazes de perceber a sua irritação através de suas garras, que eles vão começar a mostrar de maneira natural.