Aves de rapina diurnas e noturnas: saiba mais aqui!

· novembro 25, 2018
Estas espécies têm semelhanças importantes, especialmente quanto a seu comportamento e capacidade de caça. Embora sejam bem diferentes fisicamente, aves de rapina diurnas e noturnas diferem quanto a hábitos e estratégias.

Do ponto de vista taxonômico, as aves de rapina diurnas e noturnas também diferem umas das outras.

Enquanto as aves de rapina diurnas geralmente pertencem às famílias falconiforme e accipitriforme, as aves de rapina noturnas são quase sempre da ordem estrigiforme.

A seguir, conheceremos um pouco mais sobre as aves de rapina diurnas e noturnas. Vamos discutir as diferenças e semelhanças entre as espécies de cada um dos grupos:

Aves de rapina diurnas e noturnas: características compartilhadas

Além da aparência, existem características essenciais que demonstram as semelhanças entre as aves de rapina diurnas e noturnas.

Entre outras coisas, podemos mencionar a dieta carnívora, que conecta todas as espécies de aves de rapina.

Falcão, uma ave de rapina

As aves têm um sentido privilegiado de visão, o que favorece suas manobras de caça

Além disso, elas têm garras fortes em suas pernas para segurarem suas presas e um poderoso bico em forma de gancho.

Essas semelhanças são o resultado de um processo genético e adaptativo chamado “evolução convergente”. 

Ou seja, diferentes espécies podem desenvolver as mesmas características físicas ou certos hábitos para garantirem sua sobrevivência.

Dois animais que em princípio eram totalmente diferentes podem se assemelhar durante o processo evolutivo.

águia imperial

Portanto, se olharmos para uma imagem de uma águia ancestral, por exemplo, veremos muitas diferenças em relação à águia moderna.

Nós também poderemos verificar como algumas espécies de aves diferentes, como corujas e papagaios, são mais semelhantes hoje do que eram há 100 ou 200 anos atrás.

Diferenças entre aves de rapina diurnas e noturnas

As diferenças morfológicas entre as aves de rapina diurnas e noturnas são bastante evidentes e podem ser percebidas com uma simples observação.

Bufo real: coruja

As aves de rapina noturnas, como as corujas, têm um corpo rechonchudo com plumagem abundante. Além disso, possuem uma cabeça redonda, olhos grandes e marcantes e quase não evidenciam o pescoço.

Elas possuem traços muito particulares e é difícil confundi-las com outros tipos de pássaros.

Por outro lado, as aves de rapina diurnas têm um corpo mais magro e “alongado”. Além disso, a pelagem costuma ser menos desenvolvida que a das aves de rapina noturnas.

Ave de rapina diurna

Esses animais têm cabeça pequena, olhos pequenos e pescoço comprido. Suas longas pernas com unhas muito compridas também são mais visíveis.

Espécies de aves de rapina diurnas e noturnas

Em todo o mundo, as espécies de aves de rapina diurnas são muito mais abundantes que as aves noturnas.

No território espanhol, incluindo as Ilhas Canárias, existem cerca de 150 espécies de aves de rapina noturnas, o que é um número muito elevado. Além disso, mais de 300 espécies de aves de rapina diurnas já foram identificadas.

Catalogar as espécies de aves de rapina noturnas é um tanto simples. Por outro lado, é uma tarefa complexa identificar todas as espécies de aves de rapina diurnas.

Abaixo, resumimos brevemente os principais representantes de ambas as famílias.

Espécies de aves de rapina noturnas

As duas principais espécies de aves de rapina noturnas já foram mencionadas anteriormente: corujas e mochos.

Na Espanha, a coruja é o único representante de destaque de sua espécie. No entanto, os mochos são mais bem representadas no território espanhol.

Características da coruja comum

As seguintes variedades são famosas:

  • Bufo-real
  • Bufo-pequeno
  • Aluco
  • Mocho
  • Mocho-d’orelhas
  • Coruja de Tengmalm
  • Coruja-dos-campos
  • Estas duas últimas variedades são mochos, apesar de terem o termo “coruja” em seus nomes.

Espécies de aves de rapina diurnas

Como vimos, a Espanha tem mais de 300 espécies diferentes de aves de rapina diurnas.

Abutre

Em seguida, resumimos as espécies mais representativas dessas aves impressionantes:

  • Abutres: abutre-preto, abutre-fouveiro, abutre-do-egito, abutre-barbudo.
  • Águias: águia-real, águia-de-bonelli, águia-imperial-ibérica, águia-de-botas, águia-pescadora, águia-cobreira.
  • Falcões: falcão-da-rainha, falcão-peregrino, ógea, francelho, esmerilhão, peneireiro-vulgar.
  • Milhafres: milhafre-preto, milhafre-real.
  • Minhotos: minhoto, bútio-vespeiro.
  • Accipitrídeo: gavião-da-europa, açor.
  • Tartaranhão: tartaranhão-azulado, tartaranhão-caçador, tartaranhão-ruivo-dos-pauis.

Além disso, nas Ilhas Canárias, você também pode encontrar o abutre-do-egito e o falcão-taragote, duas variedades muito particulares de aves de rapina diurnas.