Meu cachorro tem medo de escada: causas e como agir

Seu cão pode ter medo de escada por causa de uma experiência negativa anterior, por falta de exposição e por outros mecanismos comportamentais. Contudo, é possível enfrentar essa fobia.
Meu cachorro tem medo de escada: causas e como agir

Última atualização: 28 Julho, 2021

Segundo a página profissional Statista, estima-se que em 2018 existiam 471 milhões de cães domésticos em todo o mundo. Esses animais se acostumaram a viver em apartamentos, fazendas, terrenos e, infelizmente, nas ruas das cidades. Apesar da capacidade de adaptação da espécie, alguns animais temem os elementos mais inócuos possíveis. Por exemplo, um cachorro pode ter medo de escada.

Esse cenário pode complicar muito a educação de um cão doméstico, já que subir ou descer escadas é algo que muitos cães têm que fazer todos os dias para poder andar pela casa. Se você deseja saber as causas e as possíveis soluções para essa situação, continue a leitura.

Causas do medo de escada em cães

Em primeiro lugar, é preciso ter em mente que para nós as escadas são insignificantes, já que pertencemos a uma espécie com altura média de 1,7 metros e pernas com cerca de 70 centímetros de comprimento. Um ser humano saudável vê as escadas como um pequeno esforço motor, mas a história é muito diferente para um cachorro com menos de 40 centímetros de altura.

O medo de escada pode se desenvolver em cães de todas as idades e raças, embora seja mais comum em animais de pequeno porte e filhotes. A seguir, veremos algumas das possíveis causas dessa relutância, tão comum quanto incômoda.

1. Falta de exposição

Em filhotes, o medo de escada pode existir porque eles simplesmente nunca as viram em suas vidas. Como animais com um determinado componente instintivo, é normal que rejeitem tudo com o que não interagiram em ocasiões anteriores, pois é uma fonte potencial de danos e lesões.

O período de socialização é especialmente importante quando se trata de “aceitar” novos ambientes e desafios. Os filhotes aprendem em suas primeiras 12 semanas de vida e na puberdade o desapego, o autocontrole, a comunicação e a hierarquia, além da associação de elementos normais com estímulos positivos ou negativos. Se o cão não encontrar escadas nesse processo, terá medo delas depois.

Cães mais velhos que viveram a vida inteira em um abrigo ou casa baixa também podem ter medo de escadas, pois nunca interagiram com elas.

 

2. Experiência traumática

Muitos cães têm medos e fobias. O medo do veterinário, das tempestades com raios, dos fogos de artifício e dos passeios de carro são os mais comuns em canídeos. No entanto, um cão também pode ter medo ou fobia de subir ou descer escadas.

Se o seu cão teme esse ato, é provável que ele tenha caído em uma escada no passado, que tenha sido arremessado de cima dela, especialmente se tiver sido resgatado de um lar problemático, ou que tenha brigado com outro animal naquele ambiente. Uma experiência tão intensa não é esquecida e ocorre a associação negativa entre o elemento (escada) e a dor e o desconforto.

3. Comportamento aprendido

Embora pareça irônico, às vezes são os próprios tutores que ensinam o cão a ter medo das escadas. Por exemplo, o cão pode ter sido proibido de acessar o segundo andar da casa à noite e previamente punido por ter tentado alguma vez. Se ele foi repreendido por subir as escadas repetidamente, simplesmente deixará de fazer isso em qualquer caso.

4. Condições médicas

O cão pode não ser fisicamente capaz de subir as escadas, para além dos mecanismos de medo e fobia. Artrite, displasia de quadril, alguma lesão em qualquer um dos membros e muitas outras condições podem causar muita dor no animal quando se trata de esforços exigentes.

Em alguns cenários, os cães não têm medo de escadas. Na verdade, eles não as sobem por causa da dor que essa ação lhes causa.

Possíveis soluções

Segurar o cachorro no colo toda vez que tiver que usar as escadas é tentador, especialmente se ele for pequeno, mas essa nunca deve ser a solução de longo prazo. Com a ajuda de um educador canino, você pode realizar as seguintes técnicas para resolver o medo em seu cão:

  1. Contracondicionamento: o contracondicionamento significa treinar um animal para exibir um comportamento diferente de sua reação atual a um estímulo. Tente trazer o cão para mais perto da escada com brinquedos e petiscos e recompense-o cada vez que ele se aventurar a descer ou subir degraus. Assim, o “medo” passará a ser “bem-estar”.
  2. Dessensibilização: esse termo está diretamente ligado ao anterior. Tente acostuma o cachorro aos poucos. Primeiro, recompense-o por chegar perto da escada, depois por subir um degrau e assim por diante.
  3. Paciência: essas técnicas podem não funcionar nos primeiros dias. Porém, não repreenda o cão nem o faça se sentir mal com o medo, pois isso só reforçará o sentimento negativo que ele já associa às escadas.

Uma boa técnica é combinar o contracondicionamento e a dessensibilização na hora do jantar. Se tem uma escada na sua casa, a melhor coisa a fazer é colocar a tigela de comida cada vez mais perto dela. Se o cão comer sem medo, tente colocar a tigela cheia de ração um degrau acima ou abaixo a cada dia. Assim, o cão perderá o medo com um incentivo alimentar.

 

Um cachorro sentado no meio da escada.

Considerações finais

É relativamente comum que um cão tenha medo de subir escadas, mas é possível resolver esse problema. Com as técnicas comportamentais adequadas, o cão deixará de associar essas construções a um perigo e poderá passear sem problemas.

No entanto, se o seu cão mostra sinais de dor extrema ao subir escadas e parece relutante a fazer atividade, ele pode estar com uma doença subjacente que precisa ser tratada. Nesses casos, não o incentive a se mexer muito e leve-o ao veterinário o mais rápido possível.

Pode interessar a você...
Adestramento positivo em cães: o que você deve saber
Meus AnimaisLeia em Meus Animais
Adestramento positivo em cães: o que você deve saber

O adestramento positivo utiliza técnicas de aprendizado que evitam castigos para alcançar melhores resultados na educação do cão.